LITERATURA

Área destinada para tratarmos dos mais variados assuntos vinculados com o aspecto Cultural e Tecnológico.
Online
Avatar do usuário
viradaeamor
Júnior
Júnior
Mensagens: 1699
Registrado em: 07 Ago 2020, 09:57

LITERATURA

Mensagem por viradaeamor » 30 Mar 2021, 12:34

Tópico destinado à partilha e discussão de obras de literatura em geral. A diferença para o tópico de Livros é que, especialmente gostaria de propor um espaço para trazer contos e poesias. Também acho interessante trazer aqui, caso alguém tenha, contos os poesias relacionados ao Vasco da Gama.

Você tem alguma obra literária que seja importante ou marcante para a sua vida?
"Pode não ser essa mulher o que te falta
Pode não ser esse calor o que faz mal
Pode não ser essa gravata o que sufoca
Ou essa falta de dinheiro que é fatal"

Online
Avatar do usuário
viradaeamor
Júnior
Júnior
Mensagens: 1699
Registrado em: 07 Ago 2020, 09:57

Re: LITERATURA

Mensagem por viradaeamor » 30 Mar 2021, 15:26

Abro o tópico com o conto "Perdoando Deus", de Clarice Falcão. Não sei se o mais apropriado é trazer o texto inteiro pra cá ou apenas deixar um link ou referência, então eu vou deixar o link com um trecho.

https://www.revistaprosaversoearte.com/ ... lispector/

"[...] Espantava-me que um rato tivesse sido o meu contraponto. E a revolta de súbito me tomou: então não podia eu me entregar desprevenida ao amor? De que estava Deus querendo me lembrar? Não sou pessoa que precise ser lembrada de que dentro de tudo há o sangue. Não só não esqueço o sangue de dentro como eu o admito e o quero, sou demais o sangue para esquecer o sangue, e para mim a palavra espiritual não tem sentido, e nem a palavra terrena tem sentido. Não era preciso ter jogado na minha cara tão nua um rato. Não naquele instante. Bem poderia ter sido levado em conta o pavor que desde pequena me alucina e persegue, os ratos já riram de mim, no passado do mundo os ratos já me devoraram com pressa e raiva. Então era assim?, eu andando pelo mundo sem pedir nada, sem precisar de nada, amando de puro amor inocente, e Deus a me mostrar o seu rato? A grosseria de Deus me feria e insultava-me. [...]"
"Pode não ser essa mulher o que te falta
Pode não ser esse calor o que faz mal
Pode não ser essa gravata o que sufoca
Ou essa falta de dinheiro que é fatal"

Responder

Voltar para “Cultura e Tecnologia”