SEGURANÇA PÚBLICA

Área destinada para deixarmos registradas as nossas opiniões sobre tudo o que circunda a Economia, a Política e os Temas Sociais, do Brasil e do Mundo.
Avatar do usuário
Ro-crvg
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 7564
Registrado em: 31 Dez 2015, 12:58
Localização: Natal/RN

SEGURANÇA PÚBLICA

Mensagem por Ro-crvg » 08 Abr 2021, 15:25

Introdução

Na última década, a questão da segurança pública passou a ser considerada problema fundamental e principal desafio ao estado de direito no Brasil. A segurança ganhou enorme visibilidade pública e jamais, em nossa história recente, esteve tão presente nos debates tanto de especialistas como do público em geral.

Os problemas relacionados com o aumento das taxas de criminalidade, o aumento da sensação de insegurança, sobretudo nos grandes centros urbanos, a degradação do espaço público, as dificuldades relacionadas à reforma das instituições da administração da justiça criminal, a violência policial, a ineficiência preventiva de nossas instituições, a superpopulação nos presídios, rebeliões, fugas, degradação das condições de internação de jovens em conflito com a lei, corrupção, aumento dos custos operacionais do sistema, problema relacionados à eficiência da investigação criminal e das perícias policiais e morosidade judicial, entre tantos outros, representam desafios para o sucesso do processo de consolidação política da democracia no Brasil.

A amplitude dos temas e problemas afetos à segurança pública alerta para a necessidade de qualificação do debate sobre segurança e para a incorporação de novos atores, cenários e paradigmas às políticas públicas.

O problema da segurança, portanto, não pode mais estar apenas adstrito ao repertório tradicional do direito e das instituições da justiça, particularmente, da justiça criminal, presídios e polícia. Evidentemente, as soluções devem passar pelo fortalecimento da capacidade do Estado em gerir a violência, pela retomada da capacidade gerencial no âmbito das políticas públicas de segurança, mas também devem passar pelo alongamento dos pontos de contato das instituições públicas com a sociedade civil e com a produção acadêmica mais relevante à área.

Em síntese, os novos gestores da segurança pública (não apenas policiais, promotores, juízes e burocratas da administração pública) devem enfrentar estes desafios além de fazer com que o amplo debate nacional sobre o tema transforme-se em real controle sobre as políticas de segurança pública e, mais ainda, estimule a parceria entre órgãos do poder público e sociedade civil na luta por segurança e qualidade de vida dos cidadãos brasileiros.

Trata-se na verdade de ampliar a sensibilidade de todo o complexo sistema da segurança aos influxos de novas idéias e energias provenientes da sociedade e de criar um novo referencial que veja na segurança espaço importante para a consolidação democrática e para o exercício de um controle social da segurança.

Fonte: http://www.observatoriodeseguranca.org/ ... no-brasil/

Aqui debateremos ideias e daremos sugestões para a melhoraria do sistema de segurança publica, apontado os erros e acertos para que nós cheguemos ao um senso comum.
Imagem

Avatar do usuário
Sardinha
Júnior
Júnior
Mensagens: 1249
Registrado em: 30 Dez 2015, 23:55
Localização: Niterói - RJ

Re: SEGURANÇA PÚBLICA

Mensagem por Sardinha » 08 Abr 2021, 15:46

Vou enumerar uns pontos que acredito que melhorariam a segurança pública do nosso país, mas desde já deixo destacado que se a qualidade do ensino não melhorar (e não necessariamente os valores investidos, mas a forma como é gasto) as demais medidas podem não ter o efeito esperado.

- Presídios bem estruturados para manter os prisioneiros sem qualquer comunicação com o exterior (a não ser previamente autorizada como as visitas de familiares ou advogado). Espaços para desempenhar uma atividade remunerada. Digo isso no sentido do estado, vulgo a população, não ter que sustentar por vários anos um infrator de menor ou alto grau. Com parcerias de empresas, os prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência, que serviria também como um processo de reintrodução a sociedade, após cumprir sua pena.

- Treinamento moderno e integrado de policias militares, civis e federais, para que assim em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo.

- Equipamento das polícias, viaturas, armas, tecnologia e o que for necessário para a atividade das forças de segurança e a atuação delas nas resoluções dos casos.

- Reformas no quadro de penas de diversos crimes. Já que há infrações que tem penas brandas e outras na minha concepção, só uma prisão perpétua ou pena de morte são aceitáveis.

- Reforço das fronteiras, terrestres, maŕitimas e aéreas. Esse é disparado o mais difícil de se implementar pelas dimensões do Brasil, nesse caso o investimento em tecnologia como satélites e drones é uma alternativa para conseguir fiscalizar áreas mais amplas e inabitadas.

São alguns pontos que lembrei por ora.
Imagem

Conde de Vidigueira
Júnior
Júnior
Mensagens: 3513
Registrado em: 18 Jul 2018, 00:28
Localização: Osasco

em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo

Mensagem por Conde de Vidigueira » 08 Abr 2021, 17:54

Sardinha escreveu:
08 Abr 2021, 15:46
Vou enumerar uns pontos que acredito que melhorariam a segurança pública do nosso país, mas desde já deixo destacado que se a qualidade do ensino não melhorar (e não necessariamente os valores investidos, mas a forma como é gasto) as demais medidas podem não ter o efeito esperado.

- Presídios bem estruturados para manter os prisioneiros sem qualquer comunicação com o exterior (a não ser previamente autorizada como as visitas de familiares ou advogado). Espaços para desempenhar uma atividade remunerada. Digo isso no sentido do estado, vulgo a população, não ter que sustentar por vários anos um infrator de menor ou alto grau. Com parcerias de empresas, os prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência, que serviria também como um processo de reintrodução a sociedade, após cumprir sua pena.

- Treinamento moderno e integrado de policias militares, civis e federais, para que assim em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo.

- Equipamento das polícias, viaturas, armas, tecnologia e o que for necessário para a atividade das forças de segurança e a atuação delas nas resoluções dos casos.

- Reformas no quadro de penas de diversos crimes. Já que há infrações que tem penas brandas e outras na minha concepção, só uma prisão perpétua ou pena de morte são aceitáveis.

- Reforço das fronteiras, terrestres, maŕitimas e aéreas. Esse é disparado o mais difícil de se implementar pelas dimensões do Brasil, nesse caso o investimento em tecnologia como satélites e drones é uma alternativa para conseguir fiscalizar áreas mais amplas e inabitadas.

São alguns pontos que lembrei por ora.
"sem qualquer comunicação com o exterior" → Por quê?

"prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência" → Por quê?

"em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo" → Por quê?

"só uma prisão perpétua ou pena de morte são aceitáveis" → Por quê?

"Reforço das fronteiras, terrestres, maŕitimas e aéreas" → Por quê?

Avatar do usuário
Zdenek
Júnior
Júnior
Mensagens: 3380
Registrado em: 29 Dez 2015, 22:16
Localização: Rio de Janeiro

Re: SEGURANÇA PÚBLICA

Mensagem por Zdenek » 08 Abr 2021, 18:41

Temas multifatoriais geralmente não se respondem com uma alternativa simples e reducionista. Infelizmente...

Mas eu tenho umas sugestões reducionistas também.

A primeira delas: Expulsão imediata de qualquer profissional de segurança pública que cometa crimes. Até reincorporação de oficial criminoso rolou esse ano na PMERJ.

Essa sugestão veio da época de PMERJ de um soldado que foi vendido por um oficial e quase morreu.

Vai resolver? Não.

Mas sai um pouco do lugar-comum...
"Eu quero ser lembrado como alguém cuja vida foi útil à humanidade" - Thomas Sankara

Avatar do usuário
Zdenek
Júnior
Júnior
Mensagens: 3380
Registrado em: 29 Dez 2015, 22:16
Localização: Rio de Janeiro

Re: SEGURANÇA PÚBLICA

Mensagem por Zdenek » 08 Abr 2021, 18:42

No caso do vereadorzinho, como já assumi em outro tópico a visão enviesada, espero que vire churrasco junto com a esposa...
"Eu quero ser lembrado como alguém cuja vida foi útil à humanidade" - Thomas Sankara

Avatar do usuário
Ro-crvg
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 7564
Registrado em: 31 Dez 2015, 12:58
Localização: Natal/RN

Re: SEGURANÇA PÚBLICA

Mensagem por Ro-crvg » 08 Abr 2021, 18:53

Sardinha escreveu:
08 Abr 2021, 15:46
Vou enumerar uns pontos que acredito que melhorariam a segurança pública do nosso país, mas desde já deixo destacado que se a qualidade do ensino não melhorar (e não necessariamente os valores investidos, mas a forma como é gasto) as demais medidas podem não ter o efeito esperado.

- Presídios bem estruturados para manter os prisioneiros sem qualquer comunicação com o exterior (a não ser previamente autorizada como as visitas de familiares ou advogado). Espaços para desempenhar uma atividade remunerada. Digo isso no sentido do estado, vulgo a população, não ter que sustentar por vários anos um infrator de menor ou alto grau. Com parcerias de empresas, os prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência, que serviria também como um processo de reintrodução a sociedade, após cumprir sua pena.

- Treinamento moderno e integrado de policias militares, civis e federais, para que assim em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo.

- Equipamento das polícias, viaturas, armas, tecnologia e o que for necessário para a atividade das forças de segurança e a atuação delas nas resoluções dos casos.

- Reformas no quadro de penas de diversos crimes. Já que há infrações que tem penas brandas e outras na minha concepção, só uma prisão perpétua ou pena de morte são aceitáveis.

- Reforço das fronteiras, terrestres, maŕitimas e aéreas. Esse é disparado o mais difícil de se implementar pelas dimensões do Brasil, nesse caso o investimento em tecnologia como satélites e drones é uma alternativa para conseguir fiscalizar áreas mais amplas e inabitadas.

São alguns pontos que lembrei por ora.
Acho que modelo de duas policia é muito ruim, deveria ser toda civil ou toda militar, não é lógico um policial se tornar um investigador sem ter trabalhsdo um dia sequer nas rua, fora que fica difícil compartilhar informações de inteligencia do ostensivo para o investigativo, PM nem sequer é policia judiciaria, ele tem que levar o preso para a policia civil, isso é muito bizarro.

Penitenciarias daqui do Nordeste e Norte tem que ser derrubadas, não oferece a mínima condição de segurança, a penitenciaria daqui de Natal onde aconteceu o massacre foi construido em cima das dunas, onde fica fácil escapar via tuneis.
Até os presidios do sudoeste deviam passar por no mínimo uma reformulação por causa do seu projeto antigo

O governo federal ja deveria ter tomado iniciativa de iniciar estudos para construir penitenciarias que dificultem a fuga, a troca informações com facções e facilite o trabalho dos policias penais para controle e investigação dentro dos presidios.

Outra iniciativa do governo federal seria financiar uma espécie de policai comunitária, por zona e perto dos Bairros, criar em cada unidade um centro de monitoramento onde seria espalhado varias câmeras inteligentes integradas, onde a policia poderá fazer mapeamento e monitoramento captando mais informações para a inteligência.

O governo do Ceara ja esta usando um sistema de monitoramento inteligente chamado SPIA, ja vem dando ótimos resultados, com as informações do videomonitoramento a policia consegue se antecipar aos crimes e até elucidar homicídios

Mas como Bolsonaro esta no poder nós sabemos que nada dessa magnitude vai acontecer
Imagem

Avatar do usuário
viradaeamor
Júnior
Júnior
Mensagens: 1700
Registrado em: 07 Ago 2020, 09:57

Re: em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo

Mensagem por viradaeamor » 08 Abr 2021, 20:21

Conde de Vidigueira escreveu:
08 Abr 2021, 17:54
Sardinha escreveu:
08 Abr 2021, 15:46
Vou enumerar uns pontos que acredito que melhorariam a segurança pública do nosso país, mas desde já deixo destacado que se a qualidade do ensino não melhorar (e não necessariamente os valores investidos, mas a forma como é gasto) as demais medidas podem não ter o efeito esperado.

- Presídios bem estruturados para manter os prisioneiros sem qualquer comunicação com o exterior (a não ser previamente autorizada como as visitas de familiares ou advogado). Espaços para desempenhar uma atividade remunerada. Digo isso no sentido do estado, vulgo a população, não ter que sustentar por vários anos um infrator de menor ou alto grau. Com parcerias de empresas, os prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência, que serviria também como um processo de reintrodução a sociedade, após cumprir sua pena.

- Treinamento moderno e integrado de policias militares, civis e federais, para que assim em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo.

- Equipamento das polícias, viaturas, armas, tecnologia e o que for necessário para a atividade das forças de segurança e a atuação delas nas resoluções dos casos.

- Reformas no quadro de penas de diversos crimes. Já que há infrações que tem penas brandas e outras na minha concepção, só uma prisão perpétua ou pena de morte são aceitáveis.

- Reforço das fronteiras, terrestres, maŕitimas e aéreas. Esse é disparado o mais difícil de se implementar pelas dimensões do Brasil, nesse caso o investimento em tecnologia como satélites e drones é uma alternativa para conseguir fiscalizar áreas mais amplas e inabitadas.

São alguns pontos que lembrei por ora.
"sem qualquer comunicação com o exterior" → Por quê?

"prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência" → Por quê?

"em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo" → Por quê?

"só uma prisão perpétua ou pena de morte são aceitáveis" → Por quê?

"Reforço das fronteiras, terrestres, maŕitimas e aéreas" → Por quê?
Eu não sei quais são as justificativas do Sardinha, mas dou meus comentários sobre algumas dessas perguntas. Na verdade algumas delas eu até achava que eram unanimidade.

"prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência" → Por quê? Volta e meia a gente fica sabendo de chefe de quadrilha mandando ordem de dentro do presídio. Às vezes tem gente que se torna ou é empossado como chefe de uma quadrilha externa estando lá dentro. Quando tem crises maiores, de revolta, perseguição à polícia, queima de ônibus, invasão de territórios, boa parte das vezes quem mandou fazer tava preso. É possível ter dignidade mesmo com esse isolamento, basta que os direitos básicos sejam cumpridos.

"prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência" → Por quê? Porque eles custam ao contribuinte. O cara comete um crime, talvez até mesmo fosse alguém que antes trabalhava e gerava alguma coisa para a sociedade. Agora, ele entra e passa a custar, e o custo é repassado para quem está aqui fora. E as experiências que o Brasil teve com modelos desse tipo (APAC) foi positiva: Redução enorme de reincidência. Sistema carcerário tem que servir para menos uma dessas coisas: servir de exemplo para fazer com que a lei seja cumprida, manter crimonosos perigosos longe da sociedade e reabilitar criminosos para o convívio em sociedade. O ideal é o último, mas não é possível em todos os casos. Ainda assim, o Brasil deixa de fazer em muitos casos possíveis e o encarcerado sai pior do que entrou.

"em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo" → Por quê? Não sei o que ele quis dizer com isso.

"só uma prisão perpétua ou pena de morte são aceitáveis" → Por quê? Eu sou contra pena de morte em todos os casos, e acho que não é necessária a prisão perpétua. Talvez apenas temporariamente, se isso ajudar a reduzir a criminalidade, mas nem sei se isso tem algum efeito. O que é mais importante é que se cumpra o tempo de prisão determinado de forma justa.

"Reforço das fronteiras, terrestres, maŕitimas e aéreas" → Por quê? Drogas e armas entram por nossas fronteiras como se elas nunca fossem vigiadas. Volta e meia tem armamento pesado de guerra no Rio de Janeiro. Não é normal, e só acontece porque alguém deixou entrar. Ou se tiverem roubado dos militares, mas acho isso muito mais improvável, geralmente é a fronteira furada feito uma peneira mesmo. Eu não tenho menor problema em aceitar imigração, mas tem que ter controle pra não entrar tanta arma, inclusive arma que dá metade da minha altura em comprimento. Não veio no bolso de ninguém.
"Pode não ser essa mulher o que te falta
Pode não ser esse calor o que faz mal
Pode não ser essa gravata o que sufoca
Ou essa falta de dinheiro que é fatal"

Avatar do usuário
viradaeamor
Júnior
Júnior
Mensagens: 1700
Registrado em: 07 Ago 2020, 09:57

Re: SEGURANÇA PÚBLICA

Mensagem por viradaeamor » 08 Abr 2021, 20:27

Acho que uma reforma do sistema carcerário é urgente. Só não dá pra tratar com urgência enquanto tivermos a crise sanitária, mas depois... A gente tem prisioneiros vivendo em condições subumanas e prisioneiros vivendo no maior luxo. As duas situações tão erradas pra caramba, pois só se perde com elas. A gente tem penitenciárias controladas por facções, onde condenados por crimes menores se veem incentivados a se juntarem a uma quadrilha, e a gente tem quadrilhas controladas da penitenciária.

Além da questão do sistema penitenciário, tem a questão da quantidade de crimes não resolvidos, impunidade, assassinatos que não são investigados até o fim... Quanto isso eu sinceramente não sei o que dá pra fazer.

Uma anedota: Uma ex-namorada minha quase foi assassinada e perdeu o tio executado. A família não pôde nem ir pra polícia identificar, pois a ex-mulher dele tinha amigos lá na delegacia local e era uma suspeita de ser mandante do crime. Ficou por isso mesmo.
"Pode não ser essa mulher o que te falta
Pode não ser esse calor o que faz mal
Pode não ser essa gravata o que sufoca
Ou essa falta de dinheiro que é fatal"

Conde de Vidigueira
Júnior
Júnior
Mensagens: 3513
Registrado em: 18 Jul 2018, 00:28
Localização: Osasco

Re: em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo

Mensagem por Conde de Vidigueira » 08 Abr 2021, 20:51

viradaeamor escreveu:
08 Abr 2021, 20:21
Conde de Vidigueira escreveu:
08 Abr 2021, 17:54
Sardinha escreveu:
08 Abr 2021, 15:46
Vou enumerar uns pontos que acredito que melhorariam a segurança pública do nosso país, mas desde já deixo destacado que se a qualidade do ensino não melhorar (e não necessariamente os valores investidos, mas a forma como é gasto) as demais medidas podem não ter o efeito esperado.

- Presídios bem estruturados para manter os prisioneiros sem qualquer comunicação com o exterior (a não ser previamente autorizada como as visitas de familiares ou advogado). Espaços para desempenhar uma atividade remunerada. Digo isso no sentido do estado, vulgo a população, não ter que sustentar por vários anos um infrator de menor ou alto grau. Com parcerias de empresas, os prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência, que serviria também como um processo de reintrodução a sociedade, após cumprir sua pena.

- Treinamento moderno e integrado de policias militares, civis e federais, para que assim em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo.

- Equipamento das polícias, viaturas, armas, tecnologia e o que for necessário para a atividade das forças de segurança e a atuação delas nas resoluções dos casos.

- Reformas no quadro de penas de diversos crimes. Já que há infrações que tem penas brandas e outras na minha concepção, só uma prisão perpétua ou pena de morte são aceitáveis.

- Reforço das fronteiras, terrestres, maŕitimas e aéreas. Esse é disparado o mais difícil de se implementar pelas dimensões do Brasil, nesse caso o investimento em tecnologia como satélites e drones é uma alternativa para conseguir fiscalizar áreas mais amplas e inabitadas.

São alguns pontos que lembrei por ora.
"sem qualquer comunicação com o exterior" → Por quê?

"prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência" → Por quê?

"em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo" → Por quê?

"só uma prisão perpétua ou pena de morte são aceitáveis" → Por quê?

"Reforço das fronteiras, terrestres, maŕitimas e aéreas" → Por quê?
Eu não sei quais são as justificativas do Sardinha, mas dou meus comentários sobre algumas dessas perguntas. Na verdade algumas delas eu até achava que eram unanimidade.

"prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência" → Por quê? Volta e meia a gente fica sabendo de chefe de quadrilha mandando ordem de dentro do presídio. Às vezes tem gente que se torna ou é empossado como chefe de uma quadrilha externa estando lá dentro. Quando tem crises maiores, de revolta, perseguição à polícia, queima de ônibus, invasão de territórios, boa parte das vezes quem mandou fazer tava preso. É possível ter dignidade mesmo com esse isolamento, basta que os direitos básicos sejam cumpridos.

"prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência" → Por quê? Porque eles custam ao contribuinte. O cara comete um crime, talvez até mesmo fosse alguém que antes trabalhava e gerava alguma coisa para a sociedade. Agora, ele entra e passa a custar, e o custo é repassado para quem está aqui fora. E as experiências que o Brasil teve com modelos desse tipo (APAC) foi positiva: Redução enorme de reincidência. Sistema carcerário tem que servir para menos uma dessas coisas: servir de exemplo para fazer com que a lei seja cumprida, manter crimonosos perigosos longe da sociedade e reabilitar criminosos para o convívio em sociedade. O ideal é o último, mas não é possível em todos os casos. Ainda assim, o Brasil deixa de fazer em muitos casos possíveis e o encarcerado sai pior do que entrou.

"em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo" → Por quê? Não sei o que ele quis dizer com isso.

"só uma prisão perpétua ou pena de morte são aceitáveis" → Por quê? Eu sou contra pena de morte em todos os casos, e acho que não é necessária a prisão perpétua. Talvez apenas temporariamente, se isso ajudar a reduzir a criminalidade, mas nem sei se isso tem algum efeito. O que é mais importante é que se cumpra o tempo de prisão determinado de forma justa.

"Reforço das fronteiras, terrestres, maŕitimas e aéreas" → Por quê? Drogas e armas entram por nossas fronteiras como se elas nunca fossem vigiadas. Volta e meia tem armamento pesado de guerra no Rio de Janeiro. Não é normal, e só acontece porque alguém deixou entrar. Ou se tiverem roubado dos militares, mas acho isso muito mais improvável, geralmente é a fronteira furada feito uma peneira mesmo. Eu não tenho menor problema em aceitar imigração, mas tem que ter controle pra não entrar tanta arma, inclusive arma que dá metade da minha altura em comprimento. Não veio no bolso de ninguém.
"Porque eles custam ao contribuinte" → respondo com outra provocação: desemprego imenso aqui fora e os presos roubando oportunidades de trabalho do trabalhador direito? Se colocar a iniciativa privada na história, piorou! Vão recorrer aos presídios para se esquivar de leis trabalhistas. Trabalho forçado tá fora de cogitação, né?

"o Brasil deixa de fazer em muitos casos possíveis e o encarcerado sai pior do que entrou" → isso sim deve ser unânime! Todo mundo sabe que as prisões deveriam ser organizadas pelo tipo de crime cometido, mas ninguém tem culhões para mexer com as lideranças dos presídios, nem o macho alfa com a faixa presidencial.

"E as experiências que o Brasil teve com modelos desse tipo (APAC) foi positiva" → e servia para custear a estadia compulsória deles ou eles podiam mandar o dinheiro para a família? Se for o segundo caso, o teu exemplo não salva a proposta do Sardinha, concorda? Não tenho dúvida de que presos devem ser reinseridos na sociedade, mas a prioridade deveria ser dos excluídos que não cometeram crimes.

"Drogas e armas entram por nossas fronteiras como se elas nunca fossem vigiadas" → aí, meu caro, é uma questão de custo x benefício. Vão gastar uma fortuna para vigiar direito as fronteiras e o resultado mal será notado. Aposto que combater esse problema na origem faz muito mais sentido.

Avatar do usuário
FerramentaFJV10Fml
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 808
Registrado em: 30 Dez 2015, 15:33

Re: SEGURANÇA PÚBLICA

Mensagem por FerramentaFJV10Fml » 09 Abr 2021, 01:25

Narcopaíses como Paraguai, Bolívia, Colômbia e Peru influenciam diretamente na violência do Brasil, entupindo o país de drogas, armas e sendo destino de roubos/furtos praticados no Brasil. Já passou da hora do Brasil pressionar esses países por uma solução

Avatar do usuário
vigo
Capitão
Capitão
Mensagens: 10540
Registrado em: 04 Jan 2016, 08:58

Re: em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo

Mensagem por vigo » 09 Abr 2021, 08:59

viradaeamor escreveu:
08 Abr 2021, 20:21
Conde de Vidigueira escreveu:
08 Abr 2021, 17:54
Sardinha escreveu:
08 Abr 2021, 15:46
Vou enumerar uns pontos que acredito que melhorariam a segurança pública do nosso país, mas desde já deixo destacado que se a qualidade do ensino não melhorar (e não necessariamente os valores investidos, mas a forma como é gasto) as demais medidas podem não ter o efeito esperado.

- Presídios bem estruturados para manter os prisioneiros sem qualquer comunicação com o exterior (a não ser previamente autorizada como as visitas de familiares ou advogado). Espaços para desempenhar uma atividade remunerada. Digo isso no sentido do estado, vulgo a população, não ter que sustentar por vários anos um infrator de menor ou alto grau. Com parcerias de empresas, os prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência, que serviria também como um processo de reintrodução a sociedade, após cumprir sua pena.

- Treinamento moderno e integrado de policias militares, civis e federais, para que assim em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo.

- Equipamento das polícias, viaturas, armas, tecnologia e o que for necessário para a atividade das forças de segurança e a atuação delas nas resoluções dos casos.

- Reformas no quadro de penas de diversos crimes. Já que há infrações que tem penas brandas e outras na minha concepção, só uma prisão perpétua ou pena de morte são aceitáveis.

- Reforço das fronteiras, terrestres, maŕitimas e aéreas. Esse é disparado o mais difícil de se implementar pelas dimensões do Brasil, nesse caso o investimento em tecnologia como satélites e drones é uma alternativa para conseguir fiscalizar áreas mais amplas e inabitadas.

São alguns pontos que lembrei por ora.
"sem qualquer comunicação com o exterior" → Por quê?

"prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência" → Por quê?

"em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo" → Por quê?

"só uma prisão perpétua ou pena de morte são aceitáveis" → Por quê?

"Reforço das fronteiras, terrestres, maŕitimas e aéreas" → Por quê?
Eu não sei quais são as justificativas do Sardinha, mas dou meus comentários sobre algumas dessas perguntas. Na verdade algumas delas eu até achava que eram unanimidade.

"prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência" → Por quê? Volta e meia a gente fica sabendo de chefe de quadrilha mandando ordem de dentro do presídio. Às vezes tem gente que se torna ou é empossado como chefe de uma quadrilha externa estando lá dentro. Quando tem crises maiores, de revolta, perseguição à polícia, queima de ônibus, invasão de territórios, boa parte das vezes quem mandou fazer tava preso. É possível ter dignidade mesmo com esse isolamento, basta que os direitos básicos sejam cumpridos. Prisioneiros de alta periculosidade devem ter visitas controladas e monitoradas, inclusive com causídico. Família só com barreira física. E sem porra de visita íntima.

"prisioneiros deveriam trabalhar para custear sua própria sobrevivência" → Por quê? Porque eles custam ao contribuinte. O cara comete um crime, talvez até mesmo fosse alguém que antes trabalhava e gerava alguma coisa para a sociedade. Agora, ele entra e passa a custar, e o custo é repassado para quem está aqui fora. E as experiências que o Brasil teve com modelos desse tipo (APAC) foi positiva: Redução enorme de reincidência. Sistema carcerário tem que servir para menos uma dessas coisas: servir de exemplo para fazer com que a lei seja cumprida, manter crimonosos perigosos longe da sociedade e reabilitar criminosos para o convívio em sociedade. O ideal é o último, mas não é possível em todos os casos. Ainda assim, o Brasil deixa de fazer em muitos casos possíveis e o encarcerado sai pior do que entrou.

"em qualquer lugar do país o padrão seria a mesmo" → Por quê? Não sei o que ele quis dizer com isso.

"só uma prisão perpétua ou pena de morte são aceitáveis" → Por quê? Eu sou contra pena de morte em todos os casos, e acho que não é necessária a prisão perpétua. Talvez apenas temporariamente, se isso ajudar a reduzir a criminalidade, mas nem sei se isso tem algum efeito. O que é mais importante é que se cumpra o tempo de prisão determinado de forma justa. pena de morte é uma aberração! Perpétua geraria um ônus absurdo ao erário, mas embora ache exagerada, é de se pensar. Mas, a revisão do Código Penal passaria por aumentar a pena pra crimes de homícidio DOLOSO pra 45 anos, por ex. Ampliar pra esse crimes o tempo de permanência pra 2/3 da pena. Dentre outras coisas.

"Reforço das fronteiras, terrestres, maŕitimas e aéreas" → Por quê? Drogas e armas entram por nossas fronteiras como se elas nunca fossem vigiadas. Volta e meia tem armamento pesado de guerra no Rio de Janeiro. Não é normal, e só acontece porque alguém deixou entrar. Ou se tiverem roubado dos militares, mas acho isso muito mais improvável, geralmente é a fronteira furada feito uma peneira mesmo. Eu não tenho menor problema em aceitar imigração, mas tem que ter controle pra não entrar tanta arma, inclusive arma que dá metade da minha altura em comprimento. Não veio no bolso de ninguém. Aqui vou ser muito polêmico e por incrível que pareça reflete uma nova linha de pensamento que vem se formando na PF e PRF, ainda insipiente, liberação com regulamentação pesada e taxação das drogas! Se tem consumo, tem fornecimento SEMPRE. Dane-se o custo, pois vai ter quem pague. Melhor regular, taxar e punir excessos duramente. Qualquer cidadão que cometa ilegalidades sob efeito de drogas - maconha/coca/crack - teria sua pena aumentada em 50%, por ex.
:acclaim: ao Virada

Avatar do usuário
Wagnersac
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 13548
Registrado em: 29 Dez 2015, 22:36
Localização: Copacabana - RJ
Contato:

Re: SEGURANÇA PÚBLICA

Mensagem por Wagnersac » 09 Abr 2021, 11:06

A guerra às drogas é uma luta perdida.

Não tem como.

Sempre haverá consumo.

E quanto mais a vida moderna se torna complexa, mais fuga para as drogas haverá.

E aonde tem demanda, tem oferta.

Um dia vão perceber que é uma luta sem qualquer possibilidade de sucesso num estado democrático. Só em ditaduras consegue-se ter algum controle.

Concordo plenamente com a informação do Vigo acima em relação ao novo posicionamento da PF/PRF sobre o tema.
ANNA JULIA VASCAINA

Sempre ao teu lado até o fim
Minha vida é você
E a torcida do vascão
Sempre tão linda
Nós viemos para te apoiar
Juntos vamos ganhar
Na alegria e na dor
O sentimento não pára
Pois todo vascaíno
Tem amor infinito
Cantarei de coooraaaçãoooo
Vasco da gamaaaaaa
Vasco da gamaaaaaa!

Avatar do usuário
Ro-crvg
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 7564
Registrado em: 31 Dez 2015, 12:58
Localização: Natal/RN

Re: SEGURANÇA PÚBLICA

Mensagem por Ro-crvg » 09 Abr 2021, 17:30

Wagnersac escreveu:
09 Abr 2021, 11:06
A guerra às drogas é uma luta perdida.

Não tem como.

Sempre haverá consumo.

E quanto mais a vida moderna se torna complexa, mais fuga para as drogas haverá.

E aonde tem demanda, tem oferta.

Um dia vão perceber que é uma luta sem qualquer possibilidade de sucesso num estado democrático. Só em ditaduras consegue-se ter algum controle.

Concordo plenamente com a informação do Vigo acima em relação ao novo posicionamento da PF/PRF sobre o tema.
To meio por fora, qual é o novo posicionamento da PF e PRF em relação a isso?
Imagem

Responder

Voltar para “Economia, Política e Temas Sociais”