NOTÍCIAS BIZARRAS!!!

Comente aqui assuntos diversificados, que não se enquadrem em nenhuma dos outras Categorias com Áreas já criadas nesse Espaço e no Fórum de uma maneira Geral.
Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Estrelas do atletismo erram caminho e desconhecido vence maratona de Veneza

Mensagem por Rsilva » 23 Out 2017, 13:59

Imagem
As imagens da ESPN, mostram os organizadores da prova tentando corrigir a lambança duas vezes


http://www.espn.com.ar/video/clip/_/id/3641347

Um erro histórico dos batedores que garantiam a segurança durante a maratona de Veneza, na Itália, mudou radicalmente o resultado da competição. Pela primeira vez em 22 anos um italiano, Eyob Faniel, sagrou-se vencedor, mesmo estando longe de ser um dos favoritos.

Os favoritos, entre eles o etíope Abdulahl Dawud e os quenianos Gilbert Kipleting Chumba, Kpkemei Mutai e David Kiprono Metto, estavam disputando a liderança no quilômetro 25 da prova quando motociclistas da polícia fizeram uma curva errada e mudaram a direção do pelotão de frente na maratona.

Os líderes perderam mais de dois minutos e Faniel, que é de um clube local de maratona e não tinha nada a ver com isso, terminou a prova em primeiro com 2h12m16s, informa o The Guardian.

https://www.theguardian.com/world/2017/ ... wrong-turn
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

O Poder do Crime

Mensagem por Rsilva » 23 Out 2017, 20:31

Imagem
Marcinho VP, preso há 21 anos, diz que cadeia não regenera e que narcotráfico financia campanhas eleitorais

O detento 37 deixa o pátio onde jogava bola com outros presos, em uma tarde ensolarada de outubro, para ser escoltado por um agente penitenciário. Ele é levado até uma sala dividida ao meio por uma grade de ferro dentro das instalações do presídio de segurança máxima de Mossoró (RN) — cidade com 295 mil habitantes localizada no semiárido nordestino.

Condenado a um total de 48 anos de reclusão pelos crimes de tráfico de drogas e por ser mandante de dois assassinatos, Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, conhece os procedimentos do sistema penitenciário federal: são 21 anos ininterruptos passando por prisões, mais da metade de sua vida. Vira-se para a parede e as algemas são retiradas pelo agente. Senta-se na cadeira à espera das perguntas do UOL, em uma entrevista exclusiva de duas horas.

Ouve-se o barulho da disputa renhida do futebol no pátio. Marcinho VP sorri. O uniforme azul pálido transparece o suor dele. “A gente precisa aproveitar o pouco tempo que tem fora da cela”, diz aquele que é apontado pelas autoridades da segurança pública como um dos chefes do Comando Vermelho, a maior facção criminosa do Rio de Janeiro, fundada em 1979. “Isso é folclore”, diz.

Marcinho VP gosta de escrever. Afirma ser alvo de “injustiças” e, para se defender, lançará no sábado (21) o livro “Marcinho Verdades e Posições — Direito Penal do Inimigo”. A obra foi redigida em coautoria com o jornalista Renato Homem. O detento conta sua trajetória no mundo do crime, nega as acusações que lhe pesam, relembra companheiros, comenta sobre política e Operação Lava Jato e ataca o ex-governador Sérgio Cabral Filho (PMDB), a quem diz ter prestado favores eleitorais em 1996.
Ele é o cacique-mor da maior organização criminosa do Rio de Janeiro.
https://www.facebook.com/pg/Marcinho-Ve ... 312/posts/

A polícia afirma que Marcinho comandou o tráfico no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio. Ele nega.

Marcinho defende a legalização da maconha.
O tráfico de drogas não acaba porque financia campanhas políticas no Brasil
, afirma.
O tráfico é nocivo e funesto, mas a corrupção é o crime que mais mata no Brasil.
Inimigo do Estado

Uma infância pobre, marcada pela presença constante da violência.

O pai de Marcinho VP foi assassinado aos 26 anos de idade. A mãe passou cinco anos foragida da Justiça, quando ele era criança. Após largar a escola e fazer vários bicos, Márcio dos Santos Nepomuceno começou a praticar delitos no começo da adolescência.

Quando tinha 16 anos, dois amigos de infância –Rômulo e Jabá– foram mortos pela Polícia Militar, durante uma ação na Vila Norma, bairro de São João do Meriti, cidade localizada na Baixada Fluminense. Para ele, foi um marco que determinou o rumo de sua vida, conta em seu livro.

“Isso me levou a abraçar o submundo do crime como profissão. A quadrilha começou a fazer inúmeros assaltos para se armar porque percebia que cada de um de nós poderia ser o próximo a morrer. E todas as vezes que aqueles policiais militares entravam na Vila Norma era um pega para capar retado, tiroteio para todo lado.”

Marcinho VP afirma que na primeira vez em que foi preso, também aos 16 anos, subornou policiais para ser liberado. Sua ascensão como criminoso foi rápida.

“Parei no Alemão, na Mangueira, em Vigário Geral, no Jacarezinho. Parei em várias comunidades do Rio de Janeiro. Eu praticava grandes assaltos e comprava armas para os chefes do tráfico das comunidades e eu fiquei com certa fama, ganhei certa ascendência como líder, mas chefe do tráfico eu nunca fui. Trafiquei na Vila Norma quando tinha 17 anos”, diz.

Não é o que diz a Polícia Civil do Rio de Janeiro. Quando foi preso em Porto Alegre, em agosto de 1996, pouco antes de completar 21 anos, ele era considerado o chefe do tráfico no Complexo do Alemão. Mais de duas décadas de prisão não mudaram essa realidade, afirmam relatórios de Inteligência da SSP-RJ (Secretaria da Segurança Pública do Rio de Janeiro).

“Hoje o Comando Vermelho tem dono. E ele se chama Marcinho VP”, disse, sob sigilo, um policial civil do Estado, atuante há mais de 20 anos. “Nada é feito sem autorização dele.”

À época de sua prisão era comum a imprensa confundi-lo com outro Marcinho VP, mais famoso do que ele. Márcio Amaro de Oliveira comandava o tráfico no Morro da Santa Marta, na zona sul do Rio de Janeiro, onde Michael Jackson gravou cenas do clipe da música “They Don’t Care About Us”. Ele teve sua trajetória retratada pelo jornalista Caco Barcellos no livro “Abusado”. Dois meses após o lançamento do livro, em julho de 2003, o Marcinho da Santa Marta foi estrangulado no presídio de Bangu III. Seu corpo foi encontrado dentro de uma lixeira.

https://www.estantevirtual.com.br/b/cac ... 3846084309

Investigações policiais apontaram o Marcinho VP do Complexo do Alemão como um dos possíveis mandantes do assassinato do xará de apelido. “Um absurdo, um descalabro. Eu não tinha motivo algum para querer vê-lo morto. Éramos amigos, companheiros de galeria”.

Marcinho VP do Complexo do Alemão teve seu nome envolvido em outra morte de traficante ocorrida dentro de um presídio. Em 11 de setembro de 2002, Marcinho VP e Fernandinho Beira-Mar comandaram uma rebelião no presídio de Bangu 1, que resultou na destruição da unidade de prisão e na morte de quatro rivais, entre eles

Ernaldo Pinto de Medeiros, o “Uê”. Beira-Mar já foi condenado por esse crime. Marcinho VP ainda enfrentará um julgamento sobre o caso.

“Me arrumam processo em cima de processo. Consegue-se resolver dois, eles me arrumam mais três. Resolvi um, eles me arrumam mais dois. E nunca para. É uma forma de me perpetuar na cadeia”, afirma.

Ao se defender das acusações, ele usa termos jurídicos, cita leis e usa uma expressão recorrente: “direito penal do inimigo”.
O direito penal do inimigo é a antítese do estado do democrático de direito. Se a dignidade da pessoa humana é o eixo estrutural do estado democrático de direito, no direito penal do inimigo, nós perdemos todos o status de cidadão e somos tratados como presos de guerra, como inimigos do Estado
, afirma.

Guerra de facções

O PCC (Primeiro Comando da Capital) está em guerra com o Comando Vermelho e seus aliados.

Ao ser questionado sobre o assunto Marcinho VP se esquiva. Para ele, não existem facções criminosas e sim “grupos antiopressão”.

A disputa entre os dois principais grupos criminosos do país se intensificou no ano passado. Eles lutam pelo controle dos presídios brasileiros e pelas principais rotas de tráfico. De acordo com o promotor de Justiça de São Paulo Lincoln Gakiya e com investigações da Polícia Federal, o PCC enviou recados aos chefes do Comando Vermelho propondo um acordo que evitasse o confronto. Entre os líderes procurados, estaria o próprio Marcinho VP. A tentativa de acordo não deu certo.

Os massacres nos presídios de Manaus (AM) e o de Alcaçuz (RN), no início do ano, e o aumento dos índices de violência na região da fronteira com o Paraguai são reflexos diretos desse conflito.

“Se está ocorrendo essa guerra, não chegou ao meu conhecimento”. Ele nega ser um dos líderes da facção carioca. “Eu não sou líder, eu fui integrante no passado, fui um menino soldado.”

“Nós respeitamos a todos, sem exceção, independente de grupo antiopressão. Somos da paz”, afirma. “Um de nossos de lema desde o princípio [do Comando Vermelho], é Paz, Justiça e Liberdade. Se essa rivalidade está ocorrendo, não chegou ao meu conhecimento. E é lamentável, os próprios presos se destruindo. Preso oprimindo preso.”

Nessa mesma toada, ele afirma desconhecer eventuais planos do PCC para tomar comunidades cariocas, e aproveita para falar do projeto da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora).
Querendo ou não, o crime exerce um papel social muito grande nas comunidades. A UPP foi apenas uma ocupação policial. Tudo o que crime proporcionava às comunidades, o Estado tinha que ao menos repor. Por exemplo, cesta básica, remédios, médicos, internação das pessoas que ficam doentes. Todo o tipo de ajuda. O crime ocupa o vácuo deixado pelo Estado.
E completa: “O crime não é contrário a que houvesse ocupação social pelo Estado. O que é bom para o povo é bom para nós, nós é povão, nós é favelado. As pessoas da comunidade são meus vizinhos, me viram crescer, eu vi essas mesmas pessoas crescerem. A comunidade não vê a gente como criminoso. A convivência é normal, não existe conivência.”

Vida na prisão federal

5 de janeiro de 2007. Começo do mandato do então governador Sérgio Cabral Filho (PMDB-RJ). Marcinho VP é transferido para o presídio federal de Catanduvas (PR). Ele passa por todas as unidades federais até chegar à de Mossoró, onde se encontra detido há dois anos e meio. Já são quase 11 anos no sistema penitenciário federal. Das 24 horas do dia, ele passa 22 horas sozinho em sua cela.

“Se a inclusão do preso no sistema penitenciário federal, de acordo com o artigo 10, parágrafo 1ª da Lei 11.671/2008, já é uma excepcionalidade, a renovação por si já é a excepcionalidade da excepcionalidade”, afirma Marcinho, usando palavreado de teor jurídico –resultado das leituras no cárcere.

Em 2006, ele foi considerado um dos mandantes de uma série de ataques orquestrados pelo Comando Vermelho às instalações da Polícia Militar, delegacias e outros prédios públicos que resultou na morte de 19 pessoas. O caso teve influência direta em sua transferência.

Marcinho culpa Cabral pela ida para Mossoró. Atualmente preso em decorrência das investigações da Operação Lava Jato, o ex-governador é alvo constante de críticas no livro. “Ele é o maior Judas que já conheci”, escreve Marcinho VP, em determinado trecho.

No livro, ele afirma que prestou favores eleitorais ao político, durante o ano de 1996, quando houve a disputa para a Prefeitura do Rio.
Ele esteve no meu camarote, comeu, bebeu, me elogiou. Ajudei ele com uma equipe de cabos eleitorais. Não ganhei um tostão
, diz.
Dei uns 50 mil votos a ele lá do Complexo do Alemão
, acrescenta.

O advogado Rodrigo Henrique Roca Pires, que defende Cabral, afirmou que a história contada por Márcio dos Santos Nepomuceno é falsa. “A trajetória carcerária dele revela que essa é uma tentativa tosca de enlamear a honra do ex-governador com objetivo de promover esse livro. Cabral foi o governador do Rio de Janeiro que mais enfrentou o tráfico de drogas”, diz o advogado. “Não houve nenhum encontro entre os dois”.

A última renovação de permanência de Marcinho VP no sistema penitenciário federal vence no próximo dia 29 de novembro. O Depen (Departamento Penitenciário Nacional) já enviou ofício à Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro questionando se haverá novo pedido de permanência. A Secretaria de Segurança Pública do Rio (SSP-RJ) deve pedir, por meio da Justiça fluminense, que ele permaneça em Mossoró. Investigações da polícia do Estado dão conta de que ele continua a comandar esquemas de tráfico, mesmo trancafiado em uma cela federal.

Por sua vez, a defesa de Marcinho VP tenta obter na Justiça uma decisão de retorno do chefe do Comando Vermelho ao seu Estado natal – o que pode resultar em ele sendo colega de presídio do próprio Sérgio Cabral. “Resta claro que o objetivo de isolamento de supostas forças da criminalidade não auxiliou no índice de melhoria da qualidade de vida carioca”, afirma a advogada Paloma Gurgel, defensora de Marcinho. “Essa permanência infinita em um presídio federal é uma forma de tortura cruel.”

Após duas horas, a entrevista está para terminar. Marcinho VP repete que não é chefe do Comando Vermelho. “Este estigma que me atribuíram não era verdade no passado, não é verdade hoje”. Por fim, profere uma frase comum a todo homem preso: afirma querer a liberdade para reconstruir sua vida. Ele se despede, e, escoltado por um agente penitenciário, volta para sua cela onde lerá documentos dos vários processos em que é réu e, provavelmente, outro livro de direito.

https://www.uol/noticias/especiais/marc ... r-do-crime
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Marcelo Barão
Promessa
Promessa
Mensagens: 434
Registrado em: 01 Jan 2016, 22:46
Localização: Niterói - RJ

Re: NOTÍCIAS BIZARRAS!!!

Mensagem por Marcelo Barão » 24 Out 2017, 10:08

Jogador bate pênalti no travessão e...

Eu acho que sou a única criatura na face da Terra que tem uma foto desse avião com uma favela ao fundo...

Rio, Cidade Desespero!!!

Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Governo gasta R$ 12 bilhões para salvar Temer

Mensagem por Rsilva » 24 Out 2017, 12:12

Imagem

As negociações do presidente Michel Temer com os deputados para garantir que a segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República seja sepultada na Câmara esta semana envolveram pelo menos R$ 12 bilhões. O jornal O Globo informa que ao valor devem ser acrescentados cargos e benesses de valor inestimável, como a mudança no combate ao trabalho escravo.

https://oglobo.globo.com/brasil/negocia ... dium=email

Só de emendas parlamentares pagas desde o início de setembro foram R$ 881 milhões. Mas houve ainda uma frustração de receita com o novo Refis, estimada até o momento em R$ 2,4 bilhões; a desistência de privatizar Congonhas no ano que vem, cuja outorga era estimada em R$ 6 bilhões, e, por fim, a possibilidade de abdicar de R$ 2,8 bilhões com a anistia de parte das multas ambientais prevista no decreto editado na segunda-feira.

O Palácio do Planalto acelerou a liberação de recursos para o empenho de emendas parlamentares obrigatórias desde setembro, quando apareceu a segunda denúncia contra Temer. Foram R$ 881,3 milhões em menos de dois meses, sendo R$ 607,9 milhões apenas nos primeiros 21 dias de outubro e R$ 273,4 milhões em setembro. No final da semana passada, grandes volumes foram liberados para deputados e senadores: R$ 122,4 milhões na sexta-feira e ainda R$ 53,2 milhões no sábado, segundo os dados da Comissão Mista de Orçamento (CMO).
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
rafabasten
Promessa
Promessa
Mensagens: 231
Registrado em: 14 Jan 2016, 22:40

Re: Governo gasta R$ 12 bilhões para salvar Temer

Mensagem por rafabasten » 24 Out 2017, 12:18

Rsilva escreveu:
24 Out 2017, 12:12
Imagem

As negociações do presidente Michel Temer com os deputados para garantir que a segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República seja sepultada na Câmara esta semana envolveram pelo menos R$ 12 bilhões. O jornal O Globo informa que ao valor devem ser acrescentados cargos e benesses de valor inestimável, como a mudança no combate ao trabalho escravo.

https://oglobo.globo.com/brasil/negocia ... dium=email

Só de emendas parlamentares pagas desde o início de setembro foram R$ 881 milhões. Mas houve ainda uma frustração de receita com o novo Refis, estimada até o momento em R$ 2,4 bilhões; a desistência de privatizar Congonhas no ano que vem, cuja outorga era estimada em R$ 6 bilhões, e, por fim, a possibilidade de abdicar de R$ 2,8 bilhões com a anistia de parte das multas ambientais prevista no decreto editado na segunda-feira.

O Palácio do Planalto acelerou a liberação de recursos para o empenho de emendas parlamentares obrigatórias desde setembro, quando apareceu a segunda denúncia contra Temer. Foram R$ 881,3 milhões em menos de dois meses, sendo R$ 607,9 milhões apenas nos primeiros 21 dias de outubro e R$ 273,4 milhões em setembro. No final da semana passada, grandes volumes foram liberados para deputados e senadores: R$ 122,4 milhões na sexta-feira e ainda R$ 53,2 milhões no sábado, segundo os dados da Comissão Mista de Orçamento (CMO).
Precisava mesmo disso ? Com esse congresso mais vendido que tudo, era só liberar umas emendas e tava tudo certo.

Foda é que chega em 2018, o povo vai e elege o Lula e lasca tudo...
Imagem

Harvey Specter - "Às vezes os mocinhos precisam fazer coisas ruins para que os bandidos paguem."

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Governo manipula dados para criar o "Rombo da Previdência"

Mensagem por Rsilva » 24 Out 2017, 17:23

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no Senado da Previdência concluiu a leitura do relatório do senador Hélio José (Pros-DF), apresentado nesta segunda-feira (23). O relatório constata que a Previdência não sofre com um deficit, mas sim com má gestão de recursos. Segundo o texto lido no colegiado, empresas privadas devem R$ 450 bilhões à Previdência – além disso, segundo a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), apenas R$ 175 bilhões são relativos a débitos recuperáveis. Ou seja, R$ 275 bilhões devidos pelos grupos privados não mais reforçarão os cofres públicos.

Quem são os parlamentares e financiadores de campanha que devem bilhões à União
http://congressoemfoco.uol.com.br/notic ... s-a-uniao/
Os casos emblemáticos de sonegação que recorrentemente são negligenciados por ausência de fiscalização e meios eficientes para sua efetivação são estarrecedores e representam um sumidouro de recursos de quase impossível recuperação em face da legislação vigente. Esse débito decorre do não repasse das contribuições dos empregadores, mas também da prática empresarial de reter a parcela contributiva dos trabalhadores, o que configura um duplo malogro – pois, além de não repassar o dinheiro à Previdência esses empresários embolsam recursos que não lhes pertencem
, diz trecho do relatório.

Uma das sugestões do documento é elevar para R$ 9.370,00 o teto de benefícios do Regime Geral da Previdência Social (RGPS), atualmente fixado em R$ 5.531,31. Encerrada a leitura do texto, o presidente da comissão de inquérito, o senador Paulo Paim (PT-RS) deu mais prazo de análise aos pares de colegiado (vista coletiva) e ainda não definiu quando o texto final será levado a votação. Paim se limitou a garantir que o trabalho será encerrado dentro do prazo inicialmente previsto, 6 de novembro.

A leitura do documento teve reunião vazia, com menos de cinco senadores presentes. O texto não pede indiciamentos, mas propõe dois projetos de lei e três propostas de emenda constitucional (PECs), entre elas, uma que proíbe a aplicação da Desvinculação de Receitas da União (DRU) às receitas da seguridade social (veja tabela abaixo). Os senadores têm até o dia 6 de novembro para sugerir mudanças no relatório e concluir os trabalhos da CPI.

Em um documento com mais de 250 páginas, o senador afirma que há
manipulação de dados por parte do governo para que seja aprovada a reforma da Previdência
, uma das propostas consideradas essenciais para o governo de Michel Temer (PMDB) para o equilíbrio das contas públicas.

Durante os seis meses de funcionamento da CPI, foram realizadas 26 audiências públicas com participação de mais de 140 pessoas que representam órgãos governamentais, sindicatos, associações, empresas, além de membros do Ministério Público e da Justiça do Trabalho, deputados, auditores, especialistas e professores.

A ÍNTEGRA DO RELATÓRIO
http://static.congressoemfoco.uol.com.b ... PIPREV.pdf

Veja os projetos e emendas constitucionais sugeridos (fonte: Agência Senado)

— Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que consolida a competência material da Justiça do Trabalho para a execução das contribuições previdenciárias não recolhidas no curso do vínculo empregatício apenas reconhecido na sentença; — PEC para recriar o Conselho Nacional de Seguridade Social – que participará da formulação e fiscalização da proposta orçamentária da Seguridade – e determinar a não aplicação da Desvinculação das Receitas da União (DRU) nas receitas da seguridade social; — Projeto de Lei do Senado (PLS) que permite a flutuação da alíquota de contribuição das empresas: essa alíquota poderá aumentar em um ponto percentual sempre que a empresa reduzir em 5% ou mais seu quadro de pessoal; ou a alíquota poderá ser reduzida sempre que a empresa aumentar em 5% ou mais seu quadro de pessoal; — PEC que impede a incidência da DRU sobre as fontes de financiamento da Seguridade Social, como as contribuições sociais incidentes sobre a receita ou o faturamento, sobre a receita de concursos de prognósticos e sobre a receita do importador de bens ou serviços do exterior; — PLS que retira do ordenamento jurídico brasileiro a possibilidade de extinção de punibilidade para os crimes contra a ordem tributária, que atualmente ocorre com o pagamento do tributo devido; — PEC que aumenta para R$ 9.370,00 o teto do valor dos benefícios do RGPS, com ajustes que preservem seu valor real, “atualizado pelos mesmos índices aplicados aos benefícios do Regime Geral da Previdência Social”.

Relatório de CPI do Senado diz que Previdência Social não tem deficit
http://congressoemfoco.uol.com.br/notic ... m-deficit/

CPI da Previdência quer lista dos mil maiores devedores do país
http://congressoemfoco.uol.com.br/notic ... s-do-pais/

Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Indrid Cold
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 516
Registrado em: 04 Jan 2016, 01:43
Localização: São Gonçalo - RJ

Re: Escola de Recife repreende modelo por usar roupa curta para buscar filha

Mensagem por Indrid Cold » 24 Out 2017, 19:48

Hidari 28 escreveu:
27 Set 2017, 14:10
Rsilva escreveu:
27 Set 2017, 13:39
Imagem
Madeleyne é professora de ginástica, musa do Santa Cruz (o time de futebol) e já posou nua para a revista “Sexy”

Imagem
O Ministério Público de PE pediu a investigação do caso e “aplicação de todas as medidas punitivas cabíveis, inclusive indenização por dano moral coletivo”

O recado veio através de uma circular dirigida aos pais de alunos do tradicional colégio Santa Maria, mas para todos ficou claro que era dirigido à Madeleyne, que é professora de ginástica, musa do Santa Cruz (o time de futebol) e já posou nua para a revista “Sexy”. Sua filha de seis anos estuda no primeiro ano do ensino fundamental (mensalidade de R$ 1.200).



O texto dizia ser “pertinente que o responsável por deixar e por buscar os alunos usem roupas menos curtas, menos decotadas, menos extravagantes”.

Madelayne, segundo pais de alunos, era o alvo da circular, cujo teor foi apontado como abuso do direito em representação enviada ao Ministério Público de Pernambuco.

Ela vai buscar a garota com roupas que costuma usar no dia a dia do calorento Recife.
Às vezes vou com a roupa da academia, às vezes com short jeans, nada de anormal. Tem mães que vão com menos roupa.
Mães ouvidas pela Folha confirmam o que ela diz.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/ ... nada.shtml
caralho eu ja tive a sexy dela mto gostosa
Essa daqui: http://www.famosasbrasil.net/sexy/sexy- ... canti-nua/ :cheesy: :apai:

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Gracyanne Barbosa lança moda da selfie com bumbum na pia

Mensagem por Rsilva » 26 Out 2017, 18:09

Imagem

Uma estranha moda tomou conta dos feeds das celebridades no Instagram. A moda do “pé na pia” começou com um fotógrafo que, tentando tirar uma foto do seu look completo, colocou o pé na pia e acabou viralizando, conquistando famosas e anônimas. No entanto, como todas as modas das redes sociais, seu tempo acabou e está na hora de uma nova moda surgir.

http://f5.folha.uol.com.br/voceviu/2017 ... osta.shtml

Sempre pioneira e um ícone do Instagram, Gracyanne Barbosa saiu na frente e já lançou a pose que substituirá a antiga tendência. A selfie com o bumbum na pia já é trending.

Gracyanne, na verdade, publicou a foto com o bumbum na pia antes mesmo de o pé na pia virar febre. Gracyanne falou com exclusividade para o Sensacionalista sobre o novo fenômeno das timelines.

https://www.sensacionalista.com.br/2017 ... um-na-pia/
Minha intenção não era virar moda. Bem como o fotógrafo, eu só queria tirar uma selfie que mostrasse meu corpo inteiro, inclusive o meu bumbum. Contratei um drone, já que a angulação das câmeras de celulares ainda não permite capturar meu bumbum inteiro e o resultado está aí
, contou.

Ela atribui o sucesso do bumbum na pia à junção de duas modas.
Quando uni o bumbum na nuca, que já era sucesso, ao pé na pia, eu sabia que seria sucesso. Já estamos pensando em novas poses para criar novas tendências
, revelou.

Imagem
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Deputado presidiário deu voto 171 a favor de Temer

Mensagem por Rsilva » 26 Out 2017, 21:50

Imagem
Celso Jacob: de dia na Câmara, de noite na Papuda

O deputado Celso Jacob (PMDB-RJ), que de dia exerce o mandato e de noite cumpre pena de prisão no Complexo Penitenciário da Papuda, foi o responsável pelo voto de número 171 a favor do presidente Michel Temer na análise do pedido de investigação do peemedebista. O número corresponde ao artigo do Código Penal que define o crime de estelionato: “obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento”.

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017 ... emer.shtml

Jacob deveria cumprir pena de 7 anos e dois meses preso. No entanto, a Justiça autorizou que o deputado cumpra pena e ao mesmo tempo mantenha atividade parlamentar, uma concessão judicial a determinados casos. O deputado foi preso no dia 6 de junho por falsificação de documento público quando ainda era prefeito de Três Rios, município do interior do Rio de Janeiro, e está cumprindo pena no presídio da Papuda, em Brasília. A condenação dele foi confirmada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

https://g1.globo.com/politica/noticia/d ... ilia.ghtml

No final de junho, o juiz Valter Bueno Araújo, da Vara e Execuções Penais de Brasília, concedeu o direito ao deputado presidiário de trabalhar durante o dia aprovando leis, emendas constitucionais e medidas provisórias, por exemplo, e retornar ao cárcere à noite. No caso do deputado, quando o trabalho se estender pela noite, o juiz entende que ele pode comunicar à direção da Papuda que chegará mais tarde em razão de votações que adentraram a noite.

http://politica.estadao.com.br/noticias ... 0001898700

Deputados réus ajudaram a livrar Temer de virar réu
http://congressoemfoco.uol.com.br/notic ... virar-reu/
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

‘Bandido bom é bandido morto’, diz líder de Temer, réu em três ações penais

Mensagem por Rsilva » 27 Out 2017, 11:27

Imagem

A língua é o chicote do bumbum, já diziam os mais velhos. Mas só acontece no caso de pessoas normais. Políticos falam o que querem, fazem o contrário e o povo continua votando da mesma forma. É o caso de André Moura, deputado federal por Sergipe e líder do governo Michel Temer na Câmara.

Em seu estado de origem, Moura fez um duro discurso contra o “caos na Segurança Pública”: “Falta no governo um homem que tenha pulso para mostrar que aqui em Sergipe, como em muitos lugares, lugar de bandido não é em Sergipe. Bandido bom é bandido morto”, disse, segundo O Globo. O povo, em êxtase, aplaudiu à exaustão.

https://oglobo.globo.com/brasil/video-b ... mpartilhar

Moura só esqueceu de contar – ou talvez não importe – que é réu em três ações penais no Supremo Tribunal Federal por formação de quadrilha e crimes de responsabilidade. É investigado em outros três pelos mesmos crimes e também por peculato, fraude de licitações, desvio de recursos públicos e tentativa de homicídio.

Na esfera cível, que não conta com a proteção da imunidade parlamentar, André Moura já foi condenado pela Justiça de Sergipe em pelo menos três casos de improbidade administrativa, todos detalhados na reportagem de O Globo. Mas aí não vale, não é mesmo? No Brasil, bandido rico tem outro tipo de tratamento. Ele nem precisa tomar cuidado com o que deseja para os outros.
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

PM que disparou contra carro de turista espanhola feriu lei de 2014

Mensagem por Rsilva » 27 Out 2017, 11:46

Imagem

Devido ao assassinato de uma turista espanhola na Rocinha por um policial militar, uma versão se disseminou na mídia e nas redes sociais afirmando que o carro onde estava a turista teria furado um bloqueio da PM.

Por outro lado, testemunhas dizem que isso não aconteceu.

No entanto, esse debate não faz diferença pois a legislação brasileira não autoriza disparar arma de fogo nesse tipo de situação, justamente porque coloca vidas em risco.

Imagem

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_a ... l13060.htm
Abrir fogo em via pública já é muito perigoso porque pode atingir outras pessoas. Além disso, ainda que fosse mesmo um carro ocupado por criminosos, poderia haver um refém, um inocente dentro desse automóvel. Não foi, em hipótese alguma, um disparo de defesa
, afirma o coronel José Vicente da Silva Filho, ex-secretário Nacional de Segurança Pública, que acrescenta:
Esse ato revela duas coisas: o despreparo do agente e a falta de supervisão eficiente por parte da corporação. Falo tudo isso não como sociólogo, mas como alguém que comandou batalhão de polícia por cinco anos e meio.
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Supremo transfere feriado que cai no sábado para sexta e fica mais um dia recebendo sem trabalhar

Mensagem por Rsilva » 27 Out 2017, 11:56

Imagem
O país atravessando uma crise sem precedentes e o Supremo Tribunal Federal tem tempo para dar um jeitinho no calendário e ganhar mais um dia de salário sem trabalhar.
Com direito a 60 dias de férias e cinco feriados a mais do que os fixados em lei, o Supremo criou mais um descanso prolongado neste ano para ministros e servidores. Sob o comando da ministra Cármen Lúcia, a Corte transferiu o Dia do Servidor Público, que cai no sábado, 28, quando não há expediente, para uma sexta-feira, 3, dia normal de trabalho. Com a medida, salvou o feriado, que seria perdido, e ainda esticou a semana de Finados. Dia 1.º de novembro, quarta-feira, já não trabalham por ser feriado do Judiciário; dia 2, quinta-feira, é Finados e dia 3 (sexta), que não seria feriado, agora é.
Trem da alegria. O STJ copiou a decisão do Supremo e também transferiu o Dia do Servidor Público de sábado para sexta.

http://politica.estadao.com.br/blogs/co ... ara-sexta/
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Robô que disse querer “destruir a humanidade” ganha cidadania saudita

Mensagem por Rsilva » 27 Out 2017, 17:44

Imagem
Sophia é um robô com inteligência artificial criado para aprender com humanos a expressar emoções

“Ela” já disse ter o objetivo de destruir a Humanidade. Mas os tempos são outros, e Sophia evoluiu. “Ela” agora diz querer trabalhar com a espécie humana para um planeta melhor.



“Ela” na verdade é um robô. Mas não é um robô qualquer. Tanto que merece até ser o pronome pessoal, sem aspas. Tudo porque Sophia se tornou o primeiro robô do mundo a obter uma cidadania – no caso, saudita, noticiou o “Independent”.

http://www.independent.co.uk/life-style ... 21601.html

Nesta quinta-feira (26), Sophia, desenvolvida pela Hanston Robotics, de Hong Kong, deu uma entrevista durante a feira de tecnologia Future Investment Initiative, em Riad (Arábia Saudita).

http://www.hansonrobotics.com/robot/sophia/
Estou muito honrada e orgulhosa de receber esta distinção única
, afirmou Sophia ao jornalista Andrew Ross Sorkin, do “New York Times” e da CNBC.



Sophia tem um característica que a aproxima bastante dos humanos: a capacidade impressionante de transmitir emoções, podendo franzir a testa quando está descontente e sorrir quando está feliz.

Não há informações sobre como Sophia vai exercer a sua cidadania, que parece ter mais caráter simbólico. Uma coisa, porém, não se pode negar: sua astúcia. Perguntada se tem consciência de sua natureza robótica, Sophia retrucou ao entrevistador:
Como você sabe que você é humano?
Sophia disse, ainda, que as pessoas não precisam ficar preocupadas com o desenvolvimento da inteligência artificial, como nos filmes “Blade Runner” e “Exterminador do Futuro”.
Vocês estão assistindo a muitos filmes de Hollywood
, comentou.

http://gq.globo.com/Prazeres/Tecnologia ... udita.html
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Mundo indecente: internet e pornografia na infância

Mensagem por Rsilva » 29 Out 2017, 13:55

Imagem

Adultos molestarem sexualmente crianças é algo repulsivo. A humanidade, porém, está produzindo algo seguramente ainda pior: crianças que abusam sexualmente de outras crianças.

Acaba de ser divulgado, no Reino Unido, um chocante relatório noticiando nada menos que 30 mil casos de abusos sexuais entre crianças, acontecidos nos últimos quatro anos – 2.625 deles verificados em escolas. Dentre os abusos reportados, 255 estupros.

Constatou-se que este sério problema só tem se agravado: de 4.603 casos em 2013 passou para 7.866 em 2016 – um aumento de 71%. Se considerados apenas os atos praticados por menores de dez anos, estaríamos a falar em mais do dobro: 204 em 2013 contra 456 em 2016.

Como explicar-se este fenômeno? Começo por um outro estudo, igualmente realizado no Reino Unido, segundo o qual nada menos que um terço das crianças até dez anos de idade veem pornografia na internet. E oito a cada dez na faixa dos 14 aos 16 anos o fazem regularmente.

Localizei uma terceira pesquisa, indicando que na década de 1990 havia, quando muito, sete mil imagens indecentes de crianças circulando na internet – hoje, segundo estimativas conservadoras, este número já passa dos 100 milhões.

Em recente julgamento acontecido naquele país, um juiz culpou tal quadro ao deparar-se com uma criança de 12 anos de idade que estuprou sua irmã, de apenas sete anos, após jogar um videogame no qual o objetivo era violar mulheres.

Vamos a outro episódio: uma criança de dez anos de idade estuprou sua irmã, que mal havia completado oito anos, após tornar-se viciado em fotografias pornográficas que via na internet. Há ainda o caso da menina russa viciada em pornografia, que contava apenas 12 anos de idade. Proibida pelos pais de acessar a internet, suicidou-se.

O pior é que nada se faz – afinal, reza a hipocrisia corrente ser “politicamente incorreto” criticar-se a disseminação da pornografia, protegida que seria por uma certa “liberdade de expressão”!

Diante desta realidade, somente nos resta recordar Joubert, segundo quem “as crianças tem mais necessidade de modelos do que de críticas”. Ou Karl Menninger, a nos alertar para o fato de que “tudo o que você faz por uma criança ela fará pela sociedade”. Ou, finalmente, Gabriela Mistral: “O futuro das crianças é hoje. Amanhá já é tarde demais”.


Pedro Valls Feu Rosa é desembargador do Tribunal de Justiça do Espírito Santo.

http://www.diariodopoder.com.br/artigo. ... 9776549690

http://www.midiamax.com.br/noticias/cri ... os-sexuais
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Pernambucana explica tese de doutorado em vídeo de dança e é finalista em concurso da revista ‘Science’

Mensagem por Rsilva » 30 Out 2017, 12:19

Imagem

Você leria uma tese de doutorado sobre biossensores poderem identificar DNA em cenas de crime, mesmo em superfícies limpas com álcool, detergente e água sanitária? Provavelmente não, infelizmente ainda não consigo escutar vocês através da tela. Mas… E se fosse um vídeo com dança e bom humor?



A pesquisadora pernambucana Natália Oliveira “dançou” sua tese de doutorado na Universidade Federal de Pernambuco com o tema acima em um vídeo de cinco minutinhos e… não é que a gente consegue entender tudo? Quer dizer… As legendas em inglês ajudam, mas faz bastante sentido.

O vídeo foi inscrito no concurso “Dance your Ph.D.”, da revista americana Science, e acabou selecionada como uma das 12 finalistas entre 53 outros projetos.

http://www.sciencemag.org/projects/dance-your-phd
Quisemos utilizar o ambiente do laboratório para que o vídeo não perdesse o apelo científico e aproveitamos algumas ruas do Bairro do Recife para que o vídeo mostrasse de onde nós viemos. Para nós, foi uma honra estarmos selecionados porque estamos representando artistas e cientistas brasileiros
, disse Natália Oliveira ao G1.

https://g1.globo.com/pernambuco/noticia ... ence.ghtml

Se quiser votar na única representante do Brasil no concurso, aqui está o link:

http://www.sciencemag.org/news/2017/10/ ... vote-15928

A votação termina no fim do dia de hoje, segunda-feira, 30 de outubro.
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Que isso! Goleiro com passagem por seleção é expulso por urinar dentro de campo

Mensagem por Rsilva » 30 Out 2017, 14:03

Imagem
Atleta não conseguiu esperar o jogo terminar e levou o cartão vermelho direto em partida no Reino Unido

Uma expulsão bizarra marcou um jogo válido pela sétima divisão do futebol inglês, neste sábado. Max Crocombe, goleiro do Salford City, recebeu cartão vermelho por urinar em campo, durante a partida contra o Bradford Park Avenue.



De acordo com o site Sky Sports, o arqueiro foi expulso aos 42 minutos do segundo tempo porque não aguentou o jogo terminar e fez xixi ainda dentro do gramado. O seu time, o Salford City, vencia a partida por 2 a 1 e conseguiu segurar a vitória mesmo sem o goleiro.

http://www.skysports.com/football/news/ ... ark-avenue

O Twitter oficial do Bradford, primeiramente, noticiou a expulsão por "motivo desconhecido". Mas depois descobriu a razão do cartão vermelho do clube rival.
Podemos confirmar que Crocombe foi expulso por ter urinado durante o jogo. Nós não estamos brincando
, escreveu.
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Criatura bizarra e bisonha é filmada destruindo a estátua de Drummond

Mensagem por Rsilva » 31 Out 2017, 10:44

Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Ministério Público abre inquérito sobre instalação de home theater em presídio onde está Cabral

Mensagem por Rsilva » 01 Nov 2017, 10:25

Imagem
A cadeia recebeu doação de aparelhos para serem instalados em uma espécie de sala de cinema no presídio em que Cabral está

O Ministério Público (MP) abriu inquérito para investigar a instalação de um equipamento de home theater na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica. No local estão presos o ex-governador Sérgio Cabral e outros condenados na Operação Lava Jato no estado. O equipamento é composto de televisão de tela grande, caixas de som e aparelho de DVD e funciona como uma espécie de sala de cinema.
Diante das notícias veiculadas sobre irregularidades na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro informa que há procedimento em curso na 24ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal para apurar possível prática de crimes contra a administração pública, falsidade ideológica ou material
, informou em nota o MP, dizendo que também serão investigados eventuais atos de improbidade administrativa. O inquérito foi aberto nessa terça-feira (31).

O equipamento seria uma doação da Igreja Batista do Méier, segundo Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) . No entanto, a instituição esclareceu em nota que não autorizou doação de aparelho eletrônico a qualquer complexo penitenciário. Disse ainda que investigará se algum membro da congregação se envolveu no episódio. “A Igreja tem por hábito rejeitar quaisquer ofertas, doações e legados, quando estes tenham origem, natureza ou finalidade que colidam com os princípios éticos e cristãos exarados na Bíblia Sagrada”, destacou a igreja em nota.

A secretaria também se manifestou por nota, esclarecendo que já é fiscalizada pelo Ministério Público e pelo Judiciário e que recebe sempre doações de entidades religiosas cadastradas previamente.
Tais doações somente são recebidas mediante termo de doação assinado pelos doadores e com as referidas notas fiscais dos produtos doados. A Seap informa que, infelizmente, vai suspender qualquer tipo de doação feita por entidades religiosas para unidades prisionais
, disse a secretaria.

https://g1.globo.com/rio-de-janeiro/not ... bral.ghtml
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

A vergonha é que muda a cultura da corrupção

Mensagem por Rsilva » 02 Nov 2017, 13:33

Imagem


Quando todos nós sentirmos vergonha do 'jeitinho' e da corrupção, eles começarão a desaparecer
Os aparatos de manipulação da opinião pública difundem que a corrupção é um fenômeno cultural e que nada se consegue fazer contra ela. Isso é uma grande mentira, que tem por objetivo preservar a roubalheira generalizada dos grandes poderosos que dominam o país.

Todo mundo sabe que a corrupção aqui foi implantada sistematicamente com a chegada dos europeus. No dia em que lancei meu livro “O jogo sujo da corrupção” (maio/17), uma jornalista disse que estava impressionada com a atualidade do tema. Eu observei: desde 1500 esse tema é muito atual. Falei isso porque se sabe que a corrupção aqui se tornou sistêmica depois das caravelas de Cabral.



https://www.saraiva.com.br/o-jogo-sujo- ... gKBG_D_BwE

Todos os países que reduziram drasticamente a corrupção nos últimos 50 anos (Hong Kong, Singapura, Ilhas Maurício, Botsuana, Alemanha depois dos anos 1990 etc.) combinaram duas coisas: repressão com educação (ensinando, sobretudo, ética).

Mas no plano cultural, além da ética, a grande mudança nos costumes (nas tradições) decorre do sentimento de vergonha. Quando todos nós sentirmos vergonha do “jeitinho” e da corrupção, eles começarão a desaparecer.

Foi a vergonha (como diz Kwame Antony Appiah) que historicamente eliminou o duelo (tão corriqueiro nos séculos 17 e 18), que libertou os pés das chinesas do grupo han (pés que antigamente eram cruelmente amarrados), que colocou fim na imoral escravidão (sendo o Brasil o último a fazer isso nas Américas, em 1888).

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mundo/ ... rais.shtml

http://livraria.folha.com.br/livros/fil ... _number=63

Há duas décadas as pessoas ainda fumavam nas mesas onde se comia. Hoje tornou-se impossível acender um cigarro onde estamos tomando refeições. Esse é mais um exemplo de que os costumes se alteram.

Não é verdade, portanto, que nada se pode fazer para mudar profundamente a cultura da corrupção.

Quando todos sentirmos vergonha da corrupção, da divulgação de fatos que revelem sérios desvios de conduta, do ato da prisão, do processo, da condenação e de eventual encarceramento, com certeza deixaremos de ser o quarto país mais corrupto do mundo (depois da Venezuela, Bolívia e Chade), segundo o Fórum Econômico Mundial (Suíça).

https://brasil.elpais.com/brasil/2016/1 ... 35822.html

http://reports.weforum.org/global-compe ... A.01.01.02

É fundamental que o corrupto sinta vergonha de ser corrupto, sobretudo diante dos filhos, dos parentes, dos amigos, dos conhecidos. É o fim da impunidade dessa delinquência nefasta que começa a gerar vergonha.

Todos temos que ter vergonha, não orgulho, de dizer que “nós não vai (sic) ser preso”, que sintetiza a cultura perversa da impunidade.

A vergonha decorrente do império da lei para todos (isso é o correto numa República) constitui ferramenta muito útil para a prevenção da corrupção.

Repressão (iniciada pelo mensalão e pela Lava Jato), educação (ética) e vergonha. Nessa trilogia reside a cura para a cultura do “jeitinho” e da corrupção. Nenhum corrupto pode ter orgulho de dizer que sabe como escapar das consequências da lei.


Luiz Flávio Gomes

* Jurista e professor. Fundador da rede de ensino LFG, preside o Instituto Avante Brasil. Foi promotor de justiça (1980 a 1983), juiz de direito (1983 a 1998) e advogado (1999 a 2001).



Pelo fim da autorização da Câmara para processar o presidente
http://congressoemfoco.uol.com.br/opini ... residente/

Voto nulo não anula eleições – a hora é de votar massivamente
http://congressoemfoco.uol.com.br/opini ... sivamente/
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Latifundiários jogam agrotóxicos nas aldeias para atacar indígenas

Mensagem por Rsilva » 03 Nov 2017, 10:55

Imagem



Um estudo realizado pela pesquisadora de Geografia Agrária da Universidade de São Paulo, Larissa Mies Bombardi, chamado de Atlas “Geografia do Uso de Agrotóxicos no Brasil e Conexões com a União Européia”, aponta os casos de intoxicação da população indígena do País com os chamados agrotóxicos.

Imagem

http://amazoniareal.com.br/populacao-in ... s-no-pais/

Os agrotóxicos são produtos utilizados pela agricultura para controlar pragas e doenças das lavouras, e muitos são altamente tóxicos, causando câncer e problemas no sistema nervoso. No estudo a pesquisadora levantou todos os casos registrados de indígenas que sofreram intoxicação por esses produtos e o resultado é assustador.

Os Estados de Santa Catarina, com 27 registros, seguido do Paraná, com 17, Mato Grosso do Sul, com 12, Minas Gerais (7), Espírito Santo (4) e Bahia (1). O que chama a atenção que é os Estados de Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul, são estados onde existem grandes conflitos de terras entre latifundiários e indígenas que lutam pela demarcação de suas terras. E não é por coincidência que isso ocorre. Assim como casos de atropelamentos em estradas em indígenas no Mato Grosso do Sul é uma prática recorrente e reconhecida de violência contra os indígenas realizada pelos latifundiários, o uso de agrotóxicos também pode ser considerado a mesma situação. É uma prática corriqueira dos latifundiários conforme denuncias do Conselho Indigenista Missionário (CIMI) e do Ministério Público há anos.

São casos em que os latifundiários jogam venenos de avião, com tratores e nos rios utilizados pela comunidade indígena. O descaramento dos latifundiários é tanto que realizam essas ações durante o dia, mas muitos latifundiários agem de maneira sorrateira e atacam as aldeias no período noturno. Fato que leva aos indígenas a sofrerem as conseqüências e não suspeitarem dos motivos.

A pesquisa revelou que a maior parte dos casos ocorrem em crianças e jovens, segundo os dados de Larissa Bombardi, houveram 343 notificações de contaminação por agrotóxico em crianças e jovens indígenas em Mato Grosso do Sul, sendo de 20 a 25% dos casos analisados.

Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Tragédia de Mariana: moradores sofrem com depressão e outros problemas de saúde

Mensagem por Rsilva » 04 Nov 2017, 14:35

Imagem
731 dias depois do rompimento da Barragem de Fundão, ainda se espera pelo reassentamento

Há dois anos, a folha do calendário das casas de dois distritos de Mariana e um de Barra Longa, em Minas Gerais, foi virada pela última vez. O dia 5 de novembro de 2015 se eternizou nas paredes das casas que ficaram de pé em Bento Rodrigues, Paracatu e Gesteira. Desde então, a vida dos atingidos pela lama da mineradora Samarco está suspensa – 731 dias depois do rompimento da Barragem de Fundão, ainda se espera pelo reassentamento, pela indenização, pelo rio límpido, cujas ações de reparo, complexas, enfrentam atrasos e obstáculos que desafiam os órgãos envolvidos.

A espera e a mudança brusca de vida se transformam em depressão nas comunidades. Algumas pessoas não viveram para testemunhar as mudanças. Seus parentes apontam a tristeza como o agente catalisador dos problemas de saúde. São os novos mortos da tragédia de Mariana.

“Meu pai morreu de tristeza”

Enquanto faz arroz na cozinha da casa alugada e mobiliada pela mineradora Samarco, na sede do município de Mariana, em Minas Gerais, Leonídia Gonçalves, de 46 anos, lembra que um dos maiores prazeres do pai, de 67 anos, Alexandre, era tocar moda de viola e jogar baralho todas as noites, no bar de Paracatu de Baixo. As filhas dela, gêmeas, brincavam na rua quando queriam. Todos moravam lado a lado, já que, ao casar, Leonídia construiu sua casa no terreno do pai. Agora, essa é uma lembrança que não se repetirá nem mesmo quando a família for reassentada na nova Paracatu, que deve ser construída como reparação. Alexandre morreu em março deste ano, de infarto.

A agricultora tem a convicção, no entanto, de que a causa verdadeira da morte é a depressão. Seu pai foi diagnosticado e chegou a tomar medicamento para tentar reverter a doença. “A gente era feliz. Tinha de tudo. Hoje, tá todo mundo distante. Lá era todo mundo família, era um na casa do outro, à noite a gente ficava na rua, não tinha perigo de nada. E chegando à cidade agora, a gente se assusta,”, relata, ao falar sobre a mudança de hábitos do meio rural para o urbano.

Quando os 39,2 milhões de metros cúbicos de rejeito avançaram pelo Rio Gualaxo do Norte (afluente do Rio Doce) e chegaram às ruas de Paracatu, um modo de vida foi soterrado. Para abrigar os moradores, a Samarco alugou residências na cidade de Mariana, de acordo com a disponibilidade do mercado, sem que as casas dos familiares ficassem próximas. Os atendidos devem aguardar até que o novo distrito seja construído.

Foi assim que Alexandre e Leonídia viraram moradores de bairros diferentes. O aposentado, transferido de casa mais de uma vez, mudou também de hábitos. Não saía de casa, emagreceu de forma repentina e, hipertenso, passou a adoecer com frequência. Os filhos o levavam ao médico, mas ele não se recuperava. Ficou depressivo. E é das últimas palavras que trocou com a filha que a agricultora tira a argumentação mais forte sobre o motivo de sua morte.

O fim de semana em que ele morreu, estava aqui comigo. À tardezinha falou: minha filha, eu não quero que vocês briguem. São seis irmãos. E não chora, não”. Eu perguntei porque ele tava falando isso. “Eu sei que estou dando amolação para vocês, vocês chegam do trabalho, têm que ir lá para casa". Eu falei: “Vem morar comigo então, perto das duas meninas”, porque ele era apaixonado por elas. Aí meu irmão levou ele embora. Às 19h30, minha irmã ligou e disse que ele tinha ido para o hospital. Quando cheguei lá, já tava morrendo. A gente culpa é essa lama”. Era dia 5 de março de 2017. No domingo, 5 de novembro, aniversário de dois anos da tragédia de Mariana, ela passará o dia nos escombros de Paracatu para lembrar os oito meses de falecimento do pai.

Um ano depois, documentário lembra a dimensão humana da tragédia de Mariana
http://www.ebc.com.br/especiais/mariana ... do-brasil/

“Caso não é isolado”

Embora a Comissão de Atingidos da Barragem de Fundão não tenha um levantamento de todas as vítimas, esse caso de depressão e morte pós-desastre, de Alexandre Gonçalves, não é o único. Quando a reportagem pediu para se lembrarem de histórias semelhantes, citaram pessoas – sobretudo idosos – que morreram nos últimos dois anos, normalmente depois de sintomas que os levam a acreditar que a causa foi a tristeza.

Na própria família de Leonídia, há casos de agravamento de doenças que ela atribui à lama. Sua sogra atualmente está internada em Ouro Preto por causa de um problema no coração. Sintomas como medo de sair de casa, tristeza profunda e constante e esquecimento de fatos recentes estão nos relatos da maioria das pessoas ouvidas pela reportagem. Como no caso de Marino D’ângelo Júnior, de 47 anos, morador de Paracatu de Cima e membro da Comissão de Atingidos.

“Fiquei um tempo sem aguentar trabalhar, porque tive depressão. Hoje eu tomo dois antidepressivos, o que aumentou minha glicose. Fiz exame e chegou a dar diabetes, estou esperando para ver se vou ficar mesmo. Mas, antes de tomar esses remédios, eu só chorava”, conta. “Depois do rompimento, a gente tem que aprender a viver de novo. E o pior é que, além de passar por tudo, você tem que lutar para conseguir as coisas”.

Preconceito

Existe ainda o sofrimento causado pelo preconceito. São muitos os relatos de hostilidades sofridas pelos atingidos que foram morar em Mariana. Luzia Nazaré Mota Queiroz, de 52 anos, moradora de Paracatu de Baixo,“vendia sonhos” em uma loja de noivas da cidade de Mariana antes da tragédia. Ela saiu do emprego porque não aguentava mais ouvir comentários de clientes.

“Eu tinha que estar sempre sorridente, alegre. Com o tempo, as pessoas entravam na loja e diziam: ‘eu não aguento mais esse povo falando da barragem’. Tinha uns que diziam que a gente era folgado”. Segundo Luzia, a dona da loja a apoiou, mas ela optou por pedir demissão. “Ou eu vou sofrer alguma coisa, ou a senhora vai sofrer alguma coisa. Ela relutou, mas depois entendeu”, disse.
Pessoas que moram em Mariana acham que os atingidos se aproveitam da situação. Porque a Samarco é quem move a economia da cidade, é quem gera emprego. Mas a gente não construiu barragem para romper em cima da gente
, argumenta Marino D’ângelo.

O desemprego em Mariana passou de 20%. Há placas na cidade pedindo a volta da Samarco. O prefeito Duarte Júnior (PPS) afirma que 89% da receita do município vêm da mineração e da arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que caiu de R$ 11 milhões para R$ 8 milhões. Ele projeta nova queda, para R$ 6,5 milhões, no próximo ano, quando a Samarco, até hoje com atividade paralisada, zera o pagamento do imposto.

O prefeito respondeu ao questionamento da Agência Brasil sobre o motivo pelo qual essa dependência não foi reduzida antes da tragédia.
Quando assumimos, começamos a pensar em um distrito industrial. Mas, o que realmente acontece é que Mariana sempre foi uma cidade muito rica. Então, era muito mais interessante você receber esse dinheiro que vinha e gastar sem ter que se preocupar. Ninguém nunca se preocupou com a possibilidade de a mineração acabar, então ninguém tomava a primeira atitude. Tivemos que tomar esse tapa na cara.
Atendimento psicológico

A Fundação Renova, criada para desenvolver as ações de reparação e compensação dos estragos provocados pelo rompimento de Fundão, não dispõe de um levantamento de pessoas atingidas que estão em depressão ou morreram durante esses dois anos, mas pretende fazer um estudo sobre o tema. É o que diz Albanita Roberta de Lima, líder do Programa Saúde de Bem-Estar Social da instituição, financiado pela Samarco e orientado por um Comitê Interfederativo (CIF), composto por órgãos públicos e a sociedade civil.

Albanita argumenta também que existe um serviço disponível aos atingidos para trabalhar com a questão da saúde mental. “Desde o dia do rompimento, já foi disponibilizado um conjunto de profissionais, que vão de médicos a psiquiatras, primeiro contratado pela Samarco e depois pela fundação”, diz. “A gente entende que é um sintoma normal, porque mexemos com a vida dessas pessoas. Elas foram tiradas da sua vida, do seu cotidiano, e isso precisa ser reparado. É preciso lembrar que determinadas pessoas têm mais dificuldade para superar esse, vamos dizer assim, inconveniente que ocorre em sua vida”.

A Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) vai desenvolver o projeto Prismma, para pesquisar a situação da saúde mental das famílias atingidas pela tragédia. A equipe estará em Mariana entre os dias 15 e 17 de novembro para aplicar um questionário a 1,2 mil vítimas.

Sofrimento será cobrado na indenização, diz promotor

O promotor do Ministério Público de Minas Gerais, Guilherme Meneghin, atua em ações e acordos extrajudiciais para garantir os direitos dos moradores de Mariana. Ele diz que existe uma complexidade na questão, por não existir a causa de morte por depressão, mas confirma que os casos de sofrimento mental são comuns. Não só pelo trauma que viveram há dois anos, mas pelas consequências de mudança de moradia do meio rural para o urbano, as confusões com o cadastro de atingidos e o atraso na construção dos reassentamentos.
Tivemos uma audiência na semana passada, em que metade das pessoas era idosa e não foi contemplada com os auxílios. Várias delas desmaiaram. Saíram chorando da audiência. Quem era contemplado, de emoção. Quem não era, de profundo ultraje
, relata.

A Samarco e suas acionistas Vale e BHP Billiton, além da companhia contratada VogBR e 22 pessoas, entre dirigentes e representantes, já respondem a um processo criminal pela morte das 19 vítimas de 5 de novembro de 2015. A acusação é de homicídio com dolo eventual. A ação é de responsabilidade do Ministério Público Federal.

De acordo com o promotor do MPMG, Guilherme Meneghin, é difícil enquadrar as mortes de atingidos com depressão no contexto criminal, mas é possível atuar na área cível. “Esse sofrimento será cobrado na indenização”.

Até agora, os custos com velório e o enterro do pai de Leonídia foram da família. Segundo ela, nunca receberam uma ligação para manifestar pesar pela morte de Alexandre. Mas Leonídia diz que não quer nada disso. Seu maior desejo é ir embora da cidade.
A única coisa que quero é que eles entreguem minha casa. A de todo mundo. Eles têm que agilizar a compra do terreno. Aqui tem muita família que não está feliz. Eu quero ir embora. A gente era muito feliz
, repete durante a entrevista.









Imagem
Mariana, 2 anos: o trágico dilema da família que precisa escolher qual dos filhos doentes tratar
http://www.bbc.com/portuguese/brasil-41812598
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Deputado levou mulher de líder do Comando Vermelho a audiência com ministro da Justiça para pedir visita íntima

Mensagem por Rsilva » 04 Nov 2017, 20:51

Imagem

O deputado Francisco Floriano (DEM-RJ) levou a mulher, uma irmã e um filho do traficante Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, chefe do Comando Vermelho, para uma audiência com o ministro da Justiça, Torquato Jardim, em julho deste ano. Também foram com o deputado esposas de outros dois criminosos. A comitiva foi pedir ao ministro que revogasse a proibição de visitas íntimas nos presídios federais de segurança máxima, decretada dois meses antes pelo governo federal. Francisco Floriano admitiu, em entrevista ao jornal O Globo, que organizou a visita.

http://blogs.oglobo.globo.com/ancelmo/p ... o-rio.html

https://oglobo.globo.com/rio/deputado-f ... o-22029309

Na quinta-feira (2), o colunista Ancelmo Góis publicou que Torquato havia se queixado da situação durante uma conversa com dirigentes da Federação da Indústria do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).
Estive com ele [o ministro], reivindiquei e reivindicaria de novo. É um direito de cada cidadão
, disse o deputado.

Francisco Floriano confirmou que levou Márcia Gama dos Santos e Silvana Santos da Silva, esposa e irmã de Marcinho VP, até o ministro porque as mulheres dos presos não estavam conseguindo fazer visitas íntimas aos seus maridos. Ele disse que não se lembra do nome das outras duas mulheres, nem de seus respectivos maridos presos, que também participaram da audiência com Torquato Jardim. Considerado de alta periculosidade, Marcinho VP está preso em Mossoró.

O deputado disse que os pedidos para a audiência com o ministro da Justiça chegaram até ele por meio de pessoas da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias que têm parentes presos no sistema federal. Francisco Floriano foi um dos fundadores da Igreja Universal do Reino de Deus e atualmente é pastor da Igreja Mundial do Poder de Deus, do bispo Valdemiro Santiago. Segundo o parlamentar, o encontro não passou de quatro minutos e as mulheres foram orientadas pelo ministro a procurar uma solução na Justiça, e não com ele.

Ainda em entrevista ao Globo, Francisco Floriano contou que não adiantou a Torquato Jardim quem eram os familiares de presos que o acompanhariam na audiência. O deputado ressaltou ainda que não conhece os maridos das esposas que levou à reunião em Brasília. O Ministério da Justiça não comentou o assunto.

O governo federal publicou portarias este ano proibindo visitas íntimas e sociais com contato físico nas penitenciárias federais de segurança máxima, como a de Mossoró, onde está Marcinho VP. O objetivo era evitar que familiares de presos de alta periculosidade, ligados ao comando de facções criminosas, fossem usados como “pombo-correio” no ordenamento de crimes.

Em novembro de 2010, a Polícia Civil prendeu a mulher e advogados do traficante sob a suspeita de transmitirem ordens que originaram os ataques a policiais e veículos no Rio. Márcia Gama Nepomuceno também foi acusada de lavagem de dinheiro.
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Viniiicius
Júnior
Júnior
Mensagens: 2736
Registrado em: 23 Dez 2015, 22:00
Localização: Natal/RN
Contato:

Re: NOTÍCIAS BIZARRAS!!!

Mensagem por Viniiicius » 05 Nov 2017, 01:01

"Pikachu será titular e Paulinho reserva"

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Em meio à polêmica do Enem, Bolsonaro chama direitos humanos de “esterco da vagabundagem”

Mensagem por Rsilva » 05 Nov 2017, 14:09

Imagem

O vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC), filho do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), publicou no Twitter uma foto em que seu pai segura um cartaz com a seguinte frase: “Direitos humanos, esterco da vagabundagem”. A imagem faz referência a um tuíte com o mesmo teor escrito pelo deputado em 16 de agosto de 2016.

Imagem

https://nacoesunidas.org/direitoshumanos/

http://www.ohchr.org/EN/UDHR/Documents/ ... ns/por.pdf



Trecho da palestra "Civilização e Barbárie"
assista na íntegra ► https://youtu.be/9RfpMThwa7s

Segundo Carlos, a mensagem de seu pai é uma “dica para a redação do Enem quando Bolsonaro for eleito presidente em 2018”. O tuíte do vereador foi publicado horas antes de a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, liberar redações que ferem os direitos humanos no Exame Nacional do Ensino Médio, que começa neste domingo (5).

http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/n ... os-humanos

Cármen Lúcia negou nesse sábado (4) pedido da Procuradoria Geral da República (PGR) para suspender a decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) que determinou a revogação da regra prevista no edital do exame que zerava a redação que atacasse os direitos humanos. O TRF-1 aceitou pedido da Associação Escola Sem Partido, que alegou que a proibição atentava contra a liberdade de expressão.

Com a decisão da presidente do Supremo, o conteúdo desse tipo poderá levar o candidato a perder, no máximo, 200 pontos, de um total de 1.000, segundo a avaliação do corretor.

Bolsonaro é um dos defensores no Congresso Nacional do projeto de lei que prevê punição aos professores acusados de “doutrinação ideológica” em sala de aula. A proposta, mais conhecida como Escola sem partido, enfrenta grande resistência de educadores e entidades educacionais, que veem nela o cerceamento da liberdade de expressão e uma brecha para perseguições políticas dentro das escolas.

http://www.ebc.com.br/educacao/2016/07/ ... em-partido
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Homem tenta embarcar com três cavalos em ônibus do Rio

Mensagem por Rsilva » 07 Nov 2017, 13:05

Imagem

A vida não está nada fácil no Rio de Janeiro. Quando menos esperamos, um homem entra no ponto do ônibus BRT e tenta embarcar com três cavalos. Sim, três cavalos em um ônibus. Não foi permitido pelos seguranças, é claro.

Curiosos munidos de celular encheram o WhatsApp com vídeos do momento constrangedor. Um deles foi publicado no site do jornal carioca Extra. O caso aconteceu na madrugada do último dia 3 de novembro na estação Pingo d’Água, em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio.

https://extra.globo.com/noticias/rio/ho ... 31570.html

ma das testemunhas afirma que o homem havia roubado os três animais e queria fugir. O destino do homem seria Curicica, também na Zona Oeste. Abaixo, o flagrante bizarro:

Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Surdo que fez redação nota mil no Enem passa em 1º lugar, mas deixa cursos por falta de acessibilidade

Mensagem por Rsilva » 09 Nov 2017, 13:59

Imagem

Bernardo Lucas Piñon de Manfredi, de 20 anos, tem surdez severa bilateral (nos dois ouvidos) e foi um dos 77 alunos que tiraram nota mil na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. Ele foi aprovado em 2º lugar na PUC-Rio, no curso de filosofia, e em 1º lugar em história na UFRJ. Mas, em nenhuma delas, teve os recursos necessários para acompanhar as aulas. Precisou interromper os cursos e prestar novamente o Enem neste ano.

Justamente por se sentir excluído no ambiente universitário, Bernardo comemorou que a redação do exame tenha como tema a formação dos surdos. Novamente prestando o Enem, ele pôde descrever no texto - com a experiência pessoal acumulada - como o sistema educacional está promovendo a exclusão.
O tema da redação realmente me comoveu. Me comoveu porque finalmente vi que eu existia. Existia ali o surdo. Eu sempre me senti excluído por ter a minha deficiência. Mas pegar uma redação com este tema realmente foi uma grande oportunidade. Oportunidade de levantar a voz do silêncio e mostrar que a surdez pode nos levar para além das fronteiras
- Bernardo Manfredi

No primeiro semestre de 2017, o jovem matriculou-se pela nota do Enem na PUC-Rio – seu sonho era estudar lá. Na universidade encontrou a possibilidade de ter um intérprete de Libras nas aulas. Entretanto, ele não domina a língua de sinais. "Meu filho não sabe Libras, ele só faz leitura labial. Tentamos usar um gravador para eu ajudá-lo depois, mas não funcionou", diz Carmen Pereira.

"Ele não conseguia acompanhar as aulas, mesmo com a vontade de aprender" - Carmen Pereira. Além da surdez, Bernardo tem também disgrafia profunda (dificuldade na escrita) e transtorno psicomotor nos braços e nas mãos, por causa de uma contaminação bacteriana sofrida na maternidade. Por isso, escrever usando lápis ou caneta também é um desafio para o jovem. Tanto a universidade quanto a família não dispunham de um transcritor para auxiliá-lo nas provas.

Bernardo tinha uma bolsa filantrópica na PUC e suas notas baixas, por consequência da falta de recursos, fizeram com que a instituição emitisse alertas. "Começaram a chegar chamadas de que ele não estava com rendimento satisfatório. Chegou ao limite e decidimos cancelar a matrícula dele", conta Carmen. "A assistente social disse que não estava a par da situação e pediu para só trancarmos a vaga. Temos a esperança de conseguirem providenciar o que falta para que Bernardo volte para lá", diz.

Segunda tentativa: UFRJ

No segundo semestre, na segunda edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Bernardo usou sua nota do Enem para buscar uma vaga na UFRJ e conseguiu ser aprovado em 1º lugar em história.

A esperança era de que a universidade federal tivesse mais recursos de acessibilidade para os surdos. "Mas foi o problema maior. Eram quatro horas de aula, sete matérias, e ficou inviável. Eu fui fazer tradução simultânea para ele, mas era impossível. Não havia estrutura nenhuma para receber uma pessoa surda", diz a mãe de Bernardo.

O próprio jovem resume suas impressões após passar pelos dois cursos.
Faltam todos os recursos dos quais preciso para estudar: um bom aparelho auditivo, um tradutor simultâneo, de leitura labial. Faltou recurso financeiro, e faltou atenção. Todos fizeram um estardalhaço de promessas, mas no final, ficou tudo debaixo do tapete
- Bernardo Manfredi.

Esperança

Até chegar à graduação, Bernardo enfrentou uma série de obstáculos. Na educação infantil, Carmen ficava com ele na escola. "Ela foi a principal mensageira dos meus problemas para as pessoas. Foi uma luta diária, ninguém sabia lidar comigo", contou Bernardo, em entrevista dada ao G1 em fevereiro. "Quando cheguei à alfabetização, uma professora me assumiu e consegui aprender a ler e a escrever."

https://g1.globo.com/educacao/noticia/j ... -puc.ghtml

Bernardo cursou o ensino fundamental em uma escola pública do Rio de Janeiro. Depois, ganhou uma bolsa no Colégio Palas, instituição privada.

O jovem constata que a realidade das pessoas com deficiência ainda é cruel. "Mas é possível mudar. Não adianta o governo apenas obrigar as escolas a aceitarem esses alunos. É preciso mudar o padrão pedagógico e estimular a formação de profissionais especializados e qualificados", afirma. "É necessário, sobretudo, que haja um contato maior com as pessoas que têm deficiência. Só conhecemos e entendemos isso quando convivemos com elas."

A família tem esperança de que as universidades se deem conta da importância da inclusão. "Enquanto meu filho aguarda, ele não para de ler. Estuda muito. É triste porque é uma pessoa que quer e não consegue. Estão destruindo um potencial. Ele é uma potência", afirma Carmen.

https://g1.globo.com/educacao/enem/2017 ... dade.ghtml


PROFESSORA SURDA DESABAFA SOBRE CRÍTICAS AO ENEM

Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Ministros do governo e a elite desavergonhada nos paraísos fiscais

Mensagem por Rsilva » 09 Nov 2017, 22:47

Imagem

A recente descoberta feita pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação, que teve acesso a milhões de documentos financeiros (Paradise Papers) nos paraísos fiscais, mostrou que o Brasil está entre os países com grandes investimentos nestes paraísos, incluindo ministros do governo e uma elite desavergonhada, em busca de privilégios fiscais. O assunto foi motivo de grande discussão nos parlamentos de vários países e na imprensa internacional, por atingir figuras políticas de grande peso, a exemplo da própria rainha da Inglaterra.

Imagem

https://www.poder360.com.br/paradise-pa ... laridades/

Os envolvidos apenas dizem que se trata de uma operação legal, mesmo sendo antiética e imoral. Do ponto de vista técnico tudo pode estar correto, mas do ponto de vista ético e democrático, muitas questões precisam ser consideradas. Para o professor de Direito Tributário, Edoardo Traversa, da Universidade de Louvain, na Bélgica, o esquema de leasing não é abusivo, mas considerando todos os seus elementos, como no caso dos Paradise Papers, será visto pelas cortes de Justiça como abusivo e fraudulento.

Quem deve conceder se este ou aquele deve pagar menos imposto é o país de residencia e não os paraísos fiscais. Para outros acadêmicos, o que está existindo essencialmente é uma ampla competição por investimento onde se pague menos impostos. Se evitar pagar imposto em seu país não é fraude, o que é fraude?

A promessa dos paraísos fiscais é secreta – os chamados offshores locais facilitam a criação de empresas que se tornam difícil e impossível descobrir seus proprietários. Portanto, ter uma entidade de offshore pode ser legal. Por ser construída em segredos atraem a lavagem de dinheiro, traficantes de drogas e outros que queiram operar nas sombras.

Estas empresas offshores mantém uma armação que é usada para a mais complexa estrutura de sonegação de impostos, retirando bilhões dos tesouros nacionais. A indústria de offshore torna os pobres mais pobres e aprofunda a desigualdade da riqueza. Portanto, existe este pequeno grupo de pessoas que não está sujeito às leis como o resto de nós. Estas pessoas vivem o sonho de usufruir os benefícios da sociedade sem estarem sujeitas às suas restrições.

A instituição de caridade cristã (Charity Christian Aid) foi dura sobre as revelações dos Paradise Papers ao afirmar que as empresas e os ricos, ao evitarem pagar seus impostos, causam um impacto severo sobre as pessoas pobres e vulneráveis, considerando que bilhões de dólares todos os anos são carreados para paraísos fiscais. Com a sonegação de impostos, não existe recursos para investimentos em programas sociais e de desenvolvimento econômico, além de fortalecer a falta de transparência fiscal. Existem muitas brechas e falhas do sistema fiscal que precisam ser corrigidas.

https://mediacentre.christianaid.org.uk ... ise+papers

Infelizmente, o sistema de impostos é fabricado pelas elites. No Brasil, por exemplo, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, tem seus investimentos em paraísos fiscais. Toda a hipocrisia da elite mundial e brasileira é revelada através dos Paradise Papers. Esta elite fala em erradicar a pobreza, mas as ações são no sentido de perpetuá-la. Esta elite chega até a criar o mito de que os pobres estão contra os ricos. Na prática, fica demostrado o quanto esta elite é contra os pobres. Parece não perceber que num futuro breve uma revolução democrática pode acontecer em favor de uma melhor distribuição da riqueza.

https://www.poder360.com.br/paradise-pa ... r-heranca/

Ao esconder seu dinheiro e evitar pagar impostos, a elite desavergonhada brasileira destrói o pouco do que temos de democracia, no momento em que o país atravessa sérias dificuldades. Esta mesma elite continua apoiando um governo cujo presidente é denunciado como chefe de quadrilha. Tudo isto em nome da estabilidade econômica e do fortalecimento dos paraísos fiscais. Só existe estabilidade econômica, politica, democrática e sustentável, quando existe uma governança baseada na retidão, conforme delineia a nossa constituição. Pelo que se percebe, as elites falam em estabilidade econômica como forma de manter privilégios espúrios.

Vale lembrar aqui o que comentou o parlamentar alemão, Fabio De Masi, sobre os Paradise Papers: “As corporações internacionais, os super-ricos e os criminosos tentam empurrar os impostos para baixo, próximo de zero". Para ele, os sonegadores de impostos dos paraísos fiscais devem ser penalizados nos seus países de origem, sendo revogadas as licenças de bancos, os registros de advogados e de empresas de contabilidade que colaborarem com esta prática criminosa. Por fim, como já foi dito, os Paradise Papers mostram como a desonestidade está sendo promovida em larga escala e como a corrupção está sendo institucionalizada.

José Rodrigues Filho é professor da Universidade Federal da Paraíba. Foi pesquisador nas Universidades de Johns Hopkins e Harvard (USA).


Paradise Papers
https://www.poder360.com.br/paradise-papers/
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Indignado, ex-funcionário da Globo vazou vídeo de William Waack

Mensagem por Rsilva » 10 Nov 2017, 13:59

Imagem

Foram dois jovens negros, um deles ex-funcionário da Rede Globo, os autores do vazamento do vídeo de William Waack fazendo comentário racista nos bastidores de uma transmissão sobre as eleições estadunidenses, no ano passado. Diego Pereira era operador de VT na emissora e teve contato com o material.





Tanto Diego quanto o designer gráfico Robson Cordeiro se disseram indignados com o teor da fala de Waack, que atribuiu um protesto de rua com buzinas à "coisa de preto".



Eles afirmaram à rádio Joven Pan que chegaram a entregar o vídeo a jornalistas, ainda no ano passado, mas o caso teria sido abafado com a desculpa de que Waack não era William Bonner, ou seja, o episódio racista não teria nenhuma repercussão.

http://jovempan.uol.com.br/entretenimen ... waack.html
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Deputado do Amapá volta para a prisão após acidente de trânsito em prisão domiciliar

Mensagem por Rsilva » 11 Nov 2017, 13:20

Imagem
O deputado estadual Moisés Souza (PSC) se envolveu em acidente de carro no fim de agosto. Ele cumpria prisão domiciliar desde abril deste ano

Após se envolver em um acidente de trânsito enquanto deveria estar recolhido em prisão domiciliar, o deputado estadual Moisés Souza (PSC) teve que retornar ao presídio. O acidente ocorreu no fim de agosto e a decisão foi tomada pelo Tribunal de Justiça do Amapá nessa quinta-feira (9). Moisés foi condenado a 13 anos de prisão por corrupção em novembro do ano passado, quando foi preso.

Em abril deste ano, o deputado conseguiu reverter a pena para prisão domiciliar. Além de ser acusado de estar fora de casa, descumprindo a prisão domiciliar, o deputado é acusado de estar dirigindo embriagado e ter recebido carona de policiais militares para retornar para casa. Ele se manteve em silêncio durante a audiência e não respondeu às perguntas dos desembargadores, de acordo com a reportagem do portal G1.

https://g1.globo.com/ap/amapa/noticia/d ... aria.ghtml

À época do acidente, Moisés negou que estivesse conduzindo o carro, que capotou no canteiro central de uma avenida da zona sul de Macapá. Um mês depois, um vídeo em que ele aparece chegando em casa numa viatura da PM, pouco tempo após o acidente, foi divulgado pelo Núcleo de Inteligência do Ministério Público do Amapá (Nimp).

Imagem
Deputado pegou carona em carro da PM para fugir de local do acidente.


Nas imagens, é possível ver que o carro estaciona em frente a casa do parlamentar. Ele sai do veículo e entra correndo no imóvel. O vídeo foi colocado como uma das provas pelo Ministério Público (MP) do Amapá. Ele estava neste regime de prisão domiciliar desde que a Justiça o autorizou a cumprir pena por corrupção fora da penitenciária.

A audiência de Justificação ocorreu nessa quinta-feira (9), no Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP). De acordo com a determinação, o parlamentar deve retornar ao Instituto de Administração Penitenciária (Iapen).
Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem

Avatar do usuário
Rsilva
Promessa
Promessa
Mensagens: 443
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:19
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Hospital em SP veta folga de feriado

Mensagem por Rsilva » 12 Nov 2017, 13:27

Imagem

Com a entrada em vigor da reforma trabalhista, um hospital localizado no bairro do Ipiranga, na zona sul da cidade de São Paulo, cancelou o direito a folgas e a remuneração em dobro até então oferecidas para os funcionários que trabalham durante feriados.

A mudança - anunciada em um comunicado que aponta a Lei 13.467/2017, pela qual foram sancionadas as novas regras trabalhistas, como referência da decisão - vai atingir exclusivamente os trabalhadores do hospital que cumprem a escala de um dia trabalhado para um dia de folga.

Com cerca de 700 colaboradores, a nova medida afeta uma boa parte dos funcionários do Hospital Dom Alvarenga, que funciona no bairro do Ipiranga, em São Paulo. A escala 12h x 36h é adotada para os profissionais que atuam diretamente no atendimento aos pacientes. "Temos muitos funcionários também no modelo de seis dias trabalhados por um dia de descanso. Mas esses continuam contando com as folgas de feriado", afirma Camila Tinti, do Departamento Jurídico do hospital.

O comunicado foi colado na parede do hospital e está assinado pelos departamentos de recursos humanos e jurídico "aos colaboradores 12x36h" (submetidos à jornada de 12 horas de trabalho por 36 horas de descanso). Ele reproduz na íntegra o trecho da nova lei trabalhista que altera folgas e remuneração para a escala 12h por 36h e conclui: "Diante disso, a partir do dia 11 de novembro de 2017, o feriado trabalhado será considerado dia normal de trabalho, não dando mais direito a folga ou remuneração em dobro".

Imagem

Dúvida. Para a advogada Flavia Azevedo, sócia da área trabalhista do escritório Veirano Advogados, a medida adotada pelo hospital pode ser questionada na Justiça. Segundo ela, a nova legislação deixa margem de interpretação por parte dos juízes se mudanças como essas valem apenas para novos contratos de trabalho ou podem ser aplicados também para os contratos antigos.
Até agora, nas conversas e eventos de que participei, os juízes estão se manifestando contrários a mudanças como essas. O entendimento parece ser de que essa alteração para contratos antigos pode ser prejudicial ao trabalhador
, afirma Flavia, que cita entendimento do Tribunal Superior do Trabalho (TST) de 2012, a súmula 444, que afirma que feriados trabalhados na escala 12h por 36h deverão ser remunerados em dobro.

http://economia.estadao.com.br/noticias ... 0002079921


Imagem



http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_a ... L13467.htm




Imagem
"O Vasco vai para as cabeças com esse time, quem viver verá. No mínimo, Libertadores."
Imagem


Voltar para “Outros Assuntos”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante