POLÍTICA NACIONAL XIV

Área destinada para deixarmos registradas as nossas opiniões sobre tudo o que circunda a Economia, a Política e os Temas Sociais, do Brasil e do Mundo.
Avatar do usuário
Gabrielleao
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 5881
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:06

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Gabrielleao » 20 Abr 2019, 20:05

rafael.pereira escreveu:
20 Abr 2019, 19:31
Gabrielleao escreveu:
20 Abr 2019, 18:35
gadotti escreveu:
20 Abr 2019, 18:27


E não tiveram a vida melhorada pelo estado também.

Agora, a pobreza e desigualdade no mindo não estão diminuindo por conta de intervenções estatais.
Como não, o governo do Lula acabou com a fome no brasil, diminuiu a desigualdade social, aumento o poder de compra do brasileiro médio e tudo isso foi através de politicas do estado.

https://i1.wp.com/brasildebate.com.br/w ... Brasil.jpg

Antes de me chamar de petista, isso que eu mostrei são fatos, assim como a corrupção no PT, o desastroso mandato da Dilma, a crise politica criada pela inaptidão da Dilma(que o bolsonaro parece demonstrar de nivel equivalente).
Que desigualdade diminuiu? Alterar por decreto a renda per capita de 290,00 considerando classe média? Pega a dívida em 1 trilhão e devolver com quase 4 trilhões?

Lula fez porra nenhuma, apenas surfou na onda do crescimento dos países emergentes da década de ouro (2001 a 2010) e no governo Lula Brasil teve o pior desempenho de crescimento (média de 4% contra os 5,5% da média de crescimento) da América Latina.

Lula inflou o crédito, endividou o País e quebrou a Petrobras na roubalheira!
Imagem
Sobre crescimento econômico, no livro O CAPITAL do Thomas piketty, que é baseado em números/estatísticas ao longo do tempo ele chega a conclusão que o crescimento economico está muito mais relacionado a o quanto atras você está em detrimento do mundo do que qualquer politica de esquerda ou de direita.

Então é normal que o Brasil como um dos paises mais desenvolvidos da America latina cresça menos que países menos desenvolvidos na media.

Me mostra quantos paises com desenvolvimento igual tiveram uma tiveram um retrocesso na desigualdade social como o brasil, ou quantos desses acabaram com a fome.

Falar que foi simplesmente casualidade é não querer ver oque está na cara.

Avatar do usuário
gadotti
Júnior
Júnior
Mensagens: 1938
Registrado em: 05 Jan 2016, 12:39
Localização: Joinville

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por gadotti » 20 Abr 2019, 20:08

Gabrielleao escreveu:
20 Abr 2019, 18:35
gadotti escreveu:
20 Abr 2019, 18:27
Gabrielleao escreveu:
20 Abr 2019, 18:21


Depende da vida de quem, os africanos que são usados de cobaias pela industria farmacêutica ou os semi-escravos asiáticos que fazem nossos celulares e tênis provavelmente não tiveram sua vida melhorada.
E não tiveram a vida melhorada pelo estado também.

Agora, a pobreza e desigualdade no mindo não estão diminuindo por conta de intervenções estatais.
Como não, o governo do Lula acabou com a fome no brasil, diminuiu a desigualdade social, aumento o poder de compra do brasileiro médio e tudo isso foi através de politicas do estado.

https://i1.wp.com/brasildebate.com.br/w ... Brasil.jpg

Antes de me chamar de petista, isso que eu mostrei são fatos, assim como a corrupção no PT, o desastroso mandato da Dilma, a crise politica criada pela inaptidão da Dilma(que o bolsonaro parece demonstrar de nivel equivalente).
As políticas públicas contribuíram para isso, com certeza, mas não foi fator fundamental. A pobreza e desigualdade diminuíram em vários locais do mundo, e o fator do crescimento global da economia é o que impulsionou o Brasil.

https://www.google.com/amp/s/www.gazeta ... oettx/amp/

https://www.google.com/amp/s/www.gazeta ... ednr/ampgp
Série A 2021!

Avatar do usuário
rafael.pereira
Júnior
Júnior
Mensagens: 3893
Registrado em: 30 Dez 2015, 17:57

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por rafael.pereira » 20 Abr 2019, 20:43

Gabrielleao escreveu:
20 Abr 2019, 20:05
rafael.pereira escreveu:
20 Abr 2019, 19:31
Gabrielleao escreveu:
20 Abr 2019, 18:35


Como não, o governo do Lula acabou com a fome no brasil, diminuiu a desigualdade social, aumento o poder de compra do brasileiro médio e tudo isso foi através de politicas do estado.

https://i1.wp.com/brasildebate.com.br/w ... Brasil.jpg

Antes de me chamar de petista, isso que eu mostrei são fatos, assim como a corrupção no PT, o desastroso mandato da Dilma, a crise politica criada pela inaptidão da Dilma(que o bolsonaro parece demonstrar de nivel equivalente).
Que desigualdade diminuiu? Alterar por decreto a renda per capita de 290,00 considerando classe média? Pega a dívida em 1 trilhão e devolver com quase 4 trilhões?

Lula fez porra nenhuma, apenas surfou na onda do crescimento dos países emergentes da década de ouro (2001 a 2010) e no governo Lula Brasil teve o pior desempenho de crescimento (média de 4% contra os 5,5% da média de crescimento) da América Latina.

Lula inflou o crédito, endividou o País e quebrou a Petrobras na roubalheira!
Imagem
Sobre crescimento econômico, no livro O CAPITAL do Thomas piketty, que é baseado em números/estatísticas ao longo do tempo ele chega a conclusão que o crescimento economico está muito mais relacionado a o quanto atras você está em detrimento do mundo do que qualquer politica de esquerda ou de direita.

Então é normal que o Brasil como um dos paises mais desenvolvidos da America latina cresça menos que países menos desenvolvidos na media.

Me mostra quantos paises com desenvolvimento igual tiveram uma tiveram um retrocesso na desigualdade social como o brasil, ou quantos desses acabaram com a fome.

Falar que foi simplesmente casualidade é não querer ver oque está na cara.
Li uma matéria que enquanto a população mundial crescia 100% em um determinado período, a produção de alimentos no mundo crescia 400%. Se há um crescimento econômico, haverá uma redução da pobreza, da desigualdade. Não foi nenhuma política de estado. O mundo se modernizou com a tecnologia que ajudou a diminuir a desigualdade.

No periodo da década perfeita Lula ao invés de aproveitar o melhor momento econômico pra construir centenas de escolas, hospitais, infraestrutura, investir pesado em tecnologia, outros em geral, ele inchou o estado com concursos públicos, aumento de salários no funcionalismo, salto do número de cargos comissionado, envio de bilhões para países de fora, etc, etc, cuja bomba explodiu no colo da Dilma, não foi só um erro dela, mas justo uma política do governo Lula que estava endividando o País.

Quanto a países em retrocesso posso citar a Venezuela, Argentina, enquanto países como Chile, Paraguai, Peru e Colombia souberam justamente aproveitar essa década de ouro e fazer um crescimento realmente sustentável.

O Brasil perdeu o melhor momento para crescer por infelizmente não ter tido um governo liberal. Só de exploração do petróleo nesse período o Brasil perdeu 1 trilhão de dólares por causa do protecionismo e monopólio da Petrobras entre tantos exemplos que poderia citar aqui.
Imagem

Rodrigo 82
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 555
Registrado em: 09 Jan 2018, 10:34

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Rodrigo 82 » 20 Abr 2019, 21:01

A política do PT de inserção da classe baixa na sociedade de consumo foi interessante... O problema é que só tinham este projeto. Tudo mais que era pra fazer foi ignorado. Estagnou. A bomba explodiu no colo da Dilma no segundo mandato.

Avatar do usuário
gadotti
Júnior
Júnior
Mensagens: 1938
Registrado em: 05 Jan 2016, 12:39
Localização: Joinville

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por gadotti » 20 Abr 2019, 21:23

Rodrigo 82 escreveu:
20 Abr 2019, 21:01
A política do PT de inserção da classe baixa na sociedade de consumo foi interessante... O problema é que só tinham este projeto. Tudo mais que era pra fazer foi ignorado. Estagnou. A bomba explodiu no colo da Dilma no segundo mandato.
Exato.
Tanto que no governo Dilma as mesma políticas públicas do Lula foram mantidas, mas a pobreza, desigualdade e desemprego aumentaram.
Série A 2021!

Avatar do usuário
Wagnersac
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 10308
Registrado em: 29 Dez 2015, 22:36
Localização: Copacabana - RJ
Contato:

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Wagnersac » 20 Abr 2019, 23:05

Pra galerinha liberal que acha que o mercado é solução fácil pra tudo, depois que eu citei os Correios mais cedo como exemplo de estatal que poderia ser privatizada, resolvi me aprofundar um pouco mais no assunto. E descobri que a coisa é um pouco mais complexa do que eu imaginava.

Pra começar, a ECT só tem o monopólio da entrega de correspondências no país. Mas quem manda carta/telegrama em pleno 2019? Creio que só atinge as empresas.

Na entrega de mercadorias, que atinge mais as pessoas, existem dezenas, centenas de concorrentes. São as DHL/Fedex/Jadlog da vida.

Ocorre que os Correios tem uma capilaridade que nenhuma empresa privada jamais terá. A ECT está presente em todos os municípios do país. Ela atende regiões que certamente dão prejuízo, e que não interessam à iniciativa privada, mas prestam um serviço essencial que alguém precisa prestar. Como lidar com isso tendo uma ECT privatizada?

Uma ECT privada vai ser igual uma transportadora privada como as que já prestam esse serviço hoje: um serviço ok, porém caríssimo e restrito aos grandes centros urbanos.

E a ECT vem sendo lucrativa desde 2017.

Nesse caso, creio que seja melhor tentar melhorar a qualidade do serviço prestado pela ECT do que privatizar.
Imagem

R.I.P. VASCO🖤
✝21/08/1898 - 💀20/01/2018

Avatar do usuário
Gabrielleao
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 5881
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:06

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Gabrielleao » 20 Abr 2019, 23:08

rafael.pereira escreveu:
20 Abr 2019, 20:43
Gabrielleao escreveu:
20 Abr 2019, 20:05
rafael.pereira escreveu:
20 Abr 2019, 19:31


Que desigualdade diminuiu? Alterar por decreto a renda per capita de 290,00 considerando classe média? Pega a dívida em 1 trilhão e devolver com quase 4 trilhões?

Lula fez porra nenhuma, apenas surfou na onda do crescimento dos países emergentes da década de ouro (2001 a 2010) e no governo Lula Brasil teve o pior desempenho de crescimento (média de 4% contra os 5,5% da média de crescimento) da América Latina.

Lula inflou o crédito, endividou o País e quebrou a Petrobras na roubalheira!
Imagem
Sobre crescimento econômico, no livro O CAPITAL do Thomas piketty, que é baseado em números/estatísticas ao longo do tempo ele chega a conclusão que o crescimento economico está muito mais relacionado a o quanto atras você está em detrimento do mundo do que qualquer politica de esquerda ou de direita.

Então é normal que o Brasil como um dos paises mais desenvolvidos da America latina cresça menos que países menos desenvolvidos na media.

Me mostra quantos paises com desenvolvimento igual tiveram uma tiveram um retrocesso na desigualdade social como o brasil, ou quantos desses acabaram com a fome.

Falar que foi simplesmente casualidade é não querer ver oque está na cara.
Li uma matéria que enquanto a população mundial crescia 100% em um determinado período, a produção de alimentos no mundo crescia 400%. Se há um crescimento econômico, haverá uma redução da pobreza, da desigualdade. Não foi nenhuma política de estado. O mundo se modernizou com a tecnologia que ajudou a diminuir a desigualdade.

No periodo da década perfeita Lula ao invés de aproveitar o melhor momento econômico pra construir centenas de escolas, hospitais, infraestrutura, investir pesado em tecnologia, outros em geral, ele inchou o estado com concursos públicos, aumento de salários no funcionalismo, salto do número de cargos comissionado, envio de bilhões para países de fora, etc, etc, cuja bomba explodiu no colo da Dilma, não foi só um erro dela, mas justo uma política do governo Lula que estava endividando o País.

Quanto a países em retrocesso posso citar a Venezuela, Argentina, enquanto países como Chile, Paraguai, Peru e Colombia souberam justamente aproveitar essa década de ouro e fazer um crescimento realmente sustentável.

O Brasil perdeu o melhor momento para crescer por infelizmente não ter tido um governo liberal. Só de exploração do petróleo nesse período o Brasil perdeu 1 trilhão de dólares por causa do protecionismo e monopólio da Petrobras entre tantos exemplos que poderia citar aqui.
https://www.ted.com/talks/thomas_pikett ... uage=pt-br

O Piketty provou com NUMEROS que crescimento econômico vem junto SEMPRE com maior desigualdade social.

São numeros não achismo, Crescimento economica = Acumulo de riquezas = Desigualdade social .

O Brasil aproveitou o melhor momento, na verdade no governo lula conseguimos nos manter em um bom momento mesmo com a crise ABSURDA que aconteceu no Estados Unidos/global.

Se tudo foi acaso então a podemos dizer que a crise também foi um acaso, já que ela feio junto da crise mundial do petroleo que fez o valor cair de 120 dolares o barril para 18 dolares e quebrou a petrobras.

Avatar do usuário
Gabrielleao
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 5881
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:06

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Gabrielleao » 20 Abr 2019, 23:08

rafael.pereira escreveu:
20 Abr 2019, 20:43
Gabrielleao escreveu:
20 Abr 2019, 20:05
rafael.pereira escreveu:
20 Abr 2019, 19:31


Que desigualdade diminuiu? Alterar por decreto a renda per capita de 290,00 considerando classe média? Pega a dívida em 1 trilhão e devolver com quase 4 trilhões?

Lula fez porra nenhuma, apenas surfou na onda do crescimento dos países emergentes da década de ouro (2001 a 2010) e no governo Lula Brasil teve o pior desempenho de crescimento (média de 4% contra os 5,5% da média de crescimento) da América Latina.

Lula inflou o crédito, endividou o País e quebrou a Petrobras na roubalheira!
Imagem
Sobre crescimento econômico, no livro O CAPITAL do Thomas piketty, que é baseado em números/estatísticas ao longo do tempo ele chega a conclusão que o crescimento economico está muito mais relacionado a o quanto atras você está em detrimento do mundo do que qualquer politica de esquerda ou de direita.

Então é normal que o Brasil como um dos paises mais desenvolvidos da America latina cresça menos que países menos desenvolvidos na media.

Me mostra quantos paises com desenvolvimento igual tiveram uma tiveram um retrocesso na desigualdade social como o brasil, ou quantos desses acabaram com a fome.

Falar que foi simplesmente casualidade é não querer ver oque está na cara.
Li uma matéria que enquanto a população mundial crescia 100% em um determinado período, a produção de alimentos no mundo crescia 400%. Se há um crescimento econômico, haverá uma redução da pobreza, da desigualdade. Não foi nenhuma política de estado. O mundo se modernizou com a tecnologia que ajudou a diminuir a desigualdade.

No periodo da década perfeita Lula ao invés de aproveitar o melhor momento econômico pra construir centenas de escolas, hospitais, infraestrutura, investir pesado em tecnologia, outros em geral, ele inchou o estado com concursos públicos, aumento de salários no funcionalismo, salto do número de cargos comissionado, envio de bilhões para países de fora, etc, etc, cuja bomba explodiu no colo da Dilma, não foi só um erro dela, mas justo uma política do governo Lula que estava endividando o País.

Quanto a países em retrocesso posso citar a Venezuela, Argentina, enquanto países como Chile, Paraguai, Peru e Colombia souberam justamente aproveitar essa década de ouro e fazer um crescimento realmente sustentável.

O Brasil perdeu o melhor momento para crescer por infelizmente não ter tido um governo liberal. Só de exploração do petróleo nesse período o Brasil perdeu 1 trilhão de dólares por causa do protecionismo e monopólio da Petrobras entre tantos exemplos que poderia citar aqui.
https://www.ted.com/talks/thomas_pikett ... uage=pt-br

O Piketty provou com NUMEROS que crescimento econômico vem junto SEMPRE com maior desigualdade social.

São numeros não achismo, Crescimento economica = Acumulo de riquezas = Desigualdade social .

O Brasil aproveitou o melhor momento, na verdade no governo lula conseguimos nos manter em um bom momento mesmo com a crise ABSURDA que aconteceu no Estados Unidos/global.

Se tudo foi acaso então a podemos dizer que a crise também foi um acaso, já que ela feio junto da crise mundial do petroleo que fez o valor cair de 120 dolares o barril para 18 dolares e quebrou a petrobras.

Rodrigo 82
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 555
Registrado em: 09 Jan 2018, 10:34

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Rodrigo 82 » 20 Abr 2019, 23:12

Wagnersac escreveu:
20 Abr 2019, 23:05
Pra galerinha liberal que acha que o mercado é solução fácil pra tudo, depois que eu citei os Correios mais cedo como exemplo de estatal que poderia ser privatizada, resolvi me aprofundar um pouco mais no assunto. E descobri que a coisa é um pouco mais complexa do que eu imaginava.

Pra começar, a ECT só tem o monopólio da entrega de correspondências no país. Mas quem manda carta/telegrama em pleno 2019? Creio que só atinge as empresas.

Na entrega de mercadorias, que atinge mais as pessoas, existem dezenas, centenas de concorrentes. São as DHL/Fedex/Jadlog da vida.

Ocorre que os Correios tem uma capilaridade que nenhuma empresa privada jamais terá. A ECT está presente em todos os municípios do país. Ela atende regiões que certamente dão prejuízo, e que não interessam à iniciativa privada, mas prestam um serviço essencial que alguém precisa prestar. Como lidar com isso tendo uma ECT privatizada?

Uma ECT privada vai ser igual uma transportadora privada como as que já prestam esse serviço hoje: um serviço ok, porém caríssimo e restrito aos grandes centros urbanos.

Nesse caso, creio que seja melhor tentar melhorar a qualidade do serviço prestado pela ECT do que privatizar.
Ótimo questionamento. Cabem perguntas aí... Quanto custa enviar 5 livros do Rio pra SP pelos Correios e por Fedex? Se eu quiser enviar pro interior do Piauí, a Fedex envia? Por quanto?

Atenção, este não é um ataque à iniciativa privada e uma defesa da presença do estado nos serviços. Nossa meta é sermos práticos e não dogmáticos como a esquerda, não é?

Avatar do usuário
Wagnersac
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 10308
Registrado em: 29 Dez 2015, 22:36
Localização: Copacabana - RJ
Contato:

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Wagnersac » 20 Abr 2019, 23:37

Rodrigo 82 escreveu:
20 Abr 2019, 23:12
Wagnersac escreveu:
20 Abr 2019, 23:05
Pra galerinha liberal que acha que o mercado é solução fácil pra tudo, depois que eu citei os Correios mais cedo como exemplo de estatal que poderia ser privatizada, resolvi me aprofundar um pouco mais no assunto. E descobri que a coisa é um pouco mais complexa do que eu imaginava.

Pra começar, a ECT só tem o monopólio da entrega de correspondências no país. Mas quem manda carta/telegrama em pleno 2019? Creio que só atinge as empresas.

Na entrega de mercadorias, que atinge mais as pessoas, existem dezenas, centenas de concorrentes. São as DHL/Fedex/Jadlog da vida.

Ocorre que os Correios tem uma capilaridade que nenhuma empresa privada jamais terá. A ECT está presente em todos os municípios do país. Ela atende regiões que certamente dão prejuízo, e que não interessam à iniciativa privada, mas prestam um serviço essencial que alguém precisa prestar. Como lidar com isso tendo uma ECT privatizada?

Uma ECT privada vai ser igual uma transportadora privada como as que já prestam esse serviço hoje: um serviço ok, porém caríssimo e restrito aos grandes centros urbanos.

Nesse caso, creio que seja melhor tentar melhorar a qualidade do serviço prestado pela ECT do que privatizar.
Ótimo questionamento. Cabem perguntas aí... Quanto custa enviar 5 livros do Rio pra SP pelos Correios e por Fedex? Se eu quiser enviar pro interior do Piauí, a Fedex envia? Por quanto?

Atenção, este não é um ataque à iniciativa privada e uma defesa da presença do estado nos serviços. Nossa meta é sermos práticos e não dogmáticos como a esquerda, não é?
Tive a curiosidade de fazer a pesquisa e o resultado não me surpreendeu:

a DHL, por exemplo, entrega um pacote eventual de 5kg, saindo do Rio para o interior do Piauí, praticamente pelo dobro do preço da ECT.

A mesma encomenda, do Rio pra SP Capital, tb sai pelo dobro do preço na transportadora.
Imagem

R.I.P. VASCO🖤
✝21/08/1898 - 💀20/01/2018

Avatar do usuário
BOÊMIO
Júnior
Júnior
Mensagens: 2510
Registrado em: 30 Dez 2015, 16:19
Localização: Rio de Janeiro

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por BOÊMIO » 21 Abr 2019, 01:04

Gabrielleao escreveu:
20 Abr 2019, 23:08
rafael.pereira escreveu:
20 Abr 2019, 20:43
Gabrielleao escreveu:
20 Abr 2019, 20:05


Sobre crescimento econômico, no livro O CAPITAL do Thomas piketty, que é baseado em números/estatísticas ao longo do tempo ele chega a conclusão que o crescimento economico está muito mais relacionado a o quanto atras você está em detrimento do mundo do que qualquer politica de esquerda ou de direita.

Então é normal que o Brasil como um dos paises mais desenvolvidos da America latina cresça menos que países menos desenvolvidos na media.

Me mostra quantos paises com desenvolvimento igual tiveram uma tiveram um retrocesso na desigualdade social como o brasil, ou quantos desses acabaram com a fome.

Falar que foi simplesmente casualidade é não querer ver oque está na cara.
Li uma matéria que enquanto a população mundial crescia 100% em um determinado período, a produção de alimentos no mundo crescia 400%. Se há um crescimento econômico, haverá uma redução da pobreza, da desigualdade. Não foi nenhuma política de estado. O mundo se modernizou com a tecnologia que ajudou a diminuir a desigualdade.

No periodo da década perfeita Lula ao invés de aproveitar o melhor momento econômico pra construir centenas de escolas, hospitais, infraestrutura, investir pesado em tecnologia, outros em geral, ele inchou o estado com concursos públicos, aumento de salários no funcionalismo, salto do número de cargos comissionado, envio de bilhões para países de fora, etc, etc, cuja bomba explodiu no colo da Dilma, não foi só um erro dela, mas justo uma política do governo Lula que estava endividando o País.

Quanto a países em retrocesso posso citar a Venezuela, Argentina, enquanto países como Chile, Paraguai, Peru e Colombia souberam justamente aproveitar essa década de ouro e fazer um crescimento realmente sustentável.

O Brasil perdeu o melhor momento para crescer por infelizmente não ter tido um governo liberal. Só de exploração do petróleo nesse período o Brasil perdeu 1 trilhão de dólares por causa do protecionismo e monopólio da Petrobras entre tantos exemplos que poderia citar aqui.
https://www.ted.com/talks/thomas_pikett ... uage=pt-br

O Piketty provou com NUMEROS que crescimento econômico vem junto SEMPRE com maior desigualdade social.

São numeros não achismo, Crescimento economica = Acumulo de riquezas = Desigualdade social .

O Brasil aproveitou o melhor momento, na verdade no governo lula conseguimos nos manter em um bom momento mesmo com a crise ABSURDA que aconteceu no Estados Unidos/global.

Se tudo foi acaso então a podemos dizer que a crise também foi um acaso, já que ela feio junto da crise mundial do petroleo que fez o valor cair de 120 dolares o barril para 18 dolares e quebrou a petrobras.
O problema não é a desigualdade, o problema é a pobreza!

Pra mim ou pra qualquer um acho q pouco importa se o Bill Gates é bilionario, se todos independentes do seu emprego morar numa cidade segura, ter uma casa, comer bem, etc.
Isso é até um dos motivos q muitos vão embora do Brasil ou outros paises subdesenvolvidos como Mexico etc para o EUA, Europa... La eles mesmo tendo subempregos conseguem ter uma qualidade de vida melhor do q nos seus paises até mesmo se formados no ensino superior.
Enquanto aqui voce tem q ralar muito pra conseguir o basico ou nem isso, nesses paises vc tbm trabalha(logico) mas vc tem mais liberdade e oportunidades pra construir uma vida melhor.
Sua desculpa é de comunista, mas põe senha no wi-fi (ai) ♫ - Cachorro Magro
Emancipate yourselves from mental slavery, none but ourselves can free our minds ♫ - Bob Marley


FORA EURICO!

Avatar do usuário
BOÊMIO
Júnior
Júnior
Mensagens: 2510
Registrado em: 30 Dez 2015, 16:19
Localização: Rio de Janeiro

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por BOÊMIO » 21 Abr 2019, 01:13

Rodrigo 82 escreveu:
20 Abr 2019, 23:12
Wagnersac escreveu:
20 Abr 2019, 23:05
Pra galerinha liberal que acha que o mercado é solução fácil pra tudo, depois que eu citei os Correios mais cedo como exemplo de estatal que poderia ser privatizada, resolvi me aprofundar um pouco mais no assunto. E descobri que a coisa é um pouco mais complexa do que eu imaginava.

Pra começar, a ECT só tem o monopólio da entrega de correspondências no país. Mas quem manda carta/telegrama em pleno 2019? Creio que só atinge as empresas.

Na entrega de mercadorias, que atinge mais as pessoas, existem dezenas, centenas de concorrentes. São as DHL/Fedex/Jadlog da vida.

Ocorre que os Correios tem uma capilaridade que nenhuma empresa privada jamais terá. A ECT está presente em todos os municípios do país. Ela atende regiões que certamente dão prejuízo, e que não interessam à iniciativa privada, mas prestam um serviço essencial que alguém precisa prestar. Como lidar com isso tendo uma ECT privatizada?

Uma ECT privada vai ser igual uma transportadora privada como as que já prestam esse serviço hoje: um serviço ok, porém caríssimo e restrito aos grandes centros urbanos.

Nesse caso, creio que seja melhor tentar melhorar a qualidade do serviço prestado pela ECT do que privatizar.
Ótimo questionamento. Cabem perguntas aí... Quanto custa enviar 5 livros do Rio pra SP pelos Correios e por Fedex? Se eu quiser enviar pro interior do Piauí, a Fedex envia? Por quanto?

Atenção, este não é um ataque à iniciativa privada e uma defesa da presença do estado nos serviços. Nossa meta é sermos práticos e não dogmáticos como a esquerda, não é?
Não sei pq o exemplo foi livros, hoje em dia podemos ler quase todos(se não todos) pela internet haha
Enfim, é uma situação q vc colocou, ok. Mas se por acaso vc tivesse q enviar algo com prazo de no maximo 2 dias para outro estado, vc pagaria mais caro pra conseguir? Ou se conformaria com a unica opção mais barata porém demorada(sem prazo até)?

Editado: Lembrando q o "mais barato" nos já estamos pagamos para q seja mais barato pq mesmo se a estatal tiver lucros, nós não temos nem um desconto nos impostos...
Então é meio ilusorio esse preço mais barato.
Sua desculpa é de comunista, mas põe senha no wi-fi (ai) ♫ - Cachorro Magro
Emancipate yourselves from mental slavery, none but ourselves can free our minds ♫ - Bob Marley


FORA EURICO!

Avatar do usuário
Gabrielleao
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 5881
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:06

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Gabrielleao » 21 Abr 2019, 01:20

BOÊMIO escreveu:
21 Abr 2019, 01:04
Gabrielleao escreveu:
20 Abr 2019, 23:08
rafael.pereira escreveu:
20 Abr 2019, 20:43


Li uma matéria que enquanto a população mundial crescia 100% em um determinado período, a produção de alimentos no mundo crescia 400%. Se há um crescimento econômico, haverá uma redução da pobreza, da desigualdade. Não foi nenhuma política de estado. O mundo se modernizou com a tecnologia que ajudou a diminuir a desigualdade.

No periodo da década perfeita Lula ao invés de aproveitar o melhor momento econômico pra construir centenas de escolas, hospitais, infraestrutura, investir pesado em tecnologia, outros em geral, ele inchou o estado com concursos públicos, aumento de salários no funcionalismo, salto do número de cargos comissionado, envio de bilhões para países de fora, etc, etc, cuja bomba explodiu no colo da Dilma, não foi só um erro dela, mas justo uma política do governo Lula que estava endividando o País.

Quanto a países em retrocesso posso citar a Venezuela, Argentina, enquanto países como Chile, Paraguai, Peru e Colombia souberam justamente aproveitar essa década de ouro e fazer um crescimento realmente sustentável.

O Brasil perdeu o melhor momento para crescer por infelizmente não ter tido um governo liberal. Só de exploração do petróleo nesse período o Brasil perdeu 1 trilhão de dólares por causa do protecionismo e monopólio da Petrobras entre tantos exemplos que poderia citar aqui.
https://www.ted.com/talks/thomas_pikett ... uage=pt-br

O Piketty provou com NUMEROS que crescimento econômico vem junto SEMPRE com maior desigualdade social.

São numeros não achismo, Crescimento economica = Acumulo de riquezas = Desigualdade social .

O Brasil aproveitou o melhor momento, na verdade no governo lula conseguimos nos manter em um bom momento mesmo com a crise ABSURDA que aconteceu no Estados Unidos/global.

Se tudo foi acaso então a podemos dizer que a crise também foi um acaso, já que ela feio junto da crise mundial do petroleo que fez o valor cair de 120 dolares o barril para 18 dolares e quebrou a petrobras.
O problema não é a desigualdade, o problema é a pobreza!

Pra mim ou pra qualquer um acho q pouco importa se o Bill Gates é bilionario, se todos independentes do seu emprego morar numa cidade segura, ter uma casa, comer bem, etc.
Isso é até um dos motivos q muitos vão embora do Brasil ou outros paises subdesenvolvidos como Mexico etc para o EUA, Europa... La eles mesmo tendo subempregos conseguem ter uma qualidade de vida melhor do q nos seus paises até mesmo se formados no ensino superior.
Enquanto aqui voce tem q ralar muito pra conseguir o basico ou nem isso, nesses paises vc tbm trabalha(logico) mas vc tem mais liberdade e oportunidades pra construir uma vida melhor.
Você fala como se o brasil fosse muito pior que o México,

Sobre Estados Unidos, eles são o pais mais rico a uns 70 anos, então é bem facil entender pq a vida media lá é melhor, mas se você for comparar a qualidade de vida lá, com países tão ricos quanto você vai ver que o sistema deles é extremamente faliu a qualidade de vida na Europa em media é muito superior a americana.

Você fala em violencia, mas o Estados Unidos é o único pais desenvolvido com CIDADES no top 100 de homicidios e o brasil e o Mexico disputam quem tem mais cidades.

OBS ( na verdade agora o brasil é desenvolvido segundo nosso presidente).
Editado pela última vez por Gabrielleao em 21 Abr 2019, 02:14, em um total de 1 vez.

Avatar do usuário
noct
Promessa
Promessa
Mensagens: 330
Registrado em: 08 Nov 2017, 12:56

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por noct » 21 Abr 2019, 01:45

BOÊMIO escreveu:
21 Abr 2019, 01:04
Gabrielleao escreveu:
20 Abr 2019, 23:08
rafael.pereira escreveu:
20 Abr 2019, 20:43


Li uma matéria que enquanto a população mundial crescia 100% em um determinado período, a produção de alimentos no mundo crescia 400%. Se há um crescimento econômico, haverá uma redução da pobreza, da desigualdade. Não foi nenhuma política de estado. O mundo se modernizou com a tecnologia que ajudou a diminuir a desigualdade.

No periodo da década perfeita Lula ao invés de aproveitar o melhor momento econômico pra construir centenas de escolas, hospitais, infraestrutura, investir pesado em tecnologia, outros em geral, ele inchou o estado com concursos públicos, aumento de salários no funcionalismo, salto do número de cargos comissionado, envio de bilhões para países de fora, etc, etc, cuja bomba explodiu no colo da Dilma, não foi só um erro dela, mas justo uma política do governo Lula que estava endividando o País.

Quanto a países em retrocesso posso citar a Venezuela, Argentina, enquanto países como Chile, Paraguai, Peru e Colombia souberam justamente aproveitar essa década de ouro e fazer um crescimento realmente sustentável.

O Brasil perdeu o melhor momento para crescer por infelizmente não ter tido um governo liberal. Só de exploração do petróleo nesse período o Brasil perdeu 1 trilhão de dólares por causa do protecionismo e monopólio da Petrobras entre tantos exemplos que poderia citar aqui.
https://www.ted.com/talks/thomas_pikett ... uage=pt-br

O Piketty provou com NUMEROS que crescimento econômico vem junto SEMPRE com maior desigualdade social.

São numeros não achismo, Crescimento economica = Acumulo de riquezas = Desigualdade social .

O Brasil aproveitou o melhor momento, na verdade no governo lula conseguimos nos manter em um bom momento mesmo com a crise ABSURDA que aconteceu no Estados Unidos/global.

Se tudo foi acaso então a podemos dizer que a crise também foi um acaso, já que ela feio junto da crise mundial do petroleo que fez o valor cair de 120 dolares o barril para 18 dolares e quebrou a petrobras.
O problema não é a desigualdade, o problema é a pobreza!

Pra mim ou pra qualquer um acho q pouco importa se o Bill Gates é bilionario, se todos independentes do seu emprego morar numa cidade segura, ter uma casa, comer bem, etc.
Isso é até um dos motivos q muitos vão embora do Brasil ou outros paises subdesenvolvidos como Mexico etc para o EUA, Europa... La eles mesmo tendo subempregos conseguem ter uma qualidade de vida melhor do q nos seus paises até mesmo se formados no ensino superior.
Enquanto aqui voce tem q ralar muito pra conseguir o basico ou nem isso, nesses paises vc tbm trabalha(logico) mas vc tem mais liberdade e oportunidades pra construir uma vida melhor.
A pobreza está diretamente relacionada com a desigualdade. Existe uma tentativa de separar as duas exatamente para justificar os acúmulos obscenos de riquezas que vemos em países pobres.

Eu entendo e até mesmo concordo com a ideia de que, contanto que todos tivessem condições dignas de vida, não seria um problema o fato de que alguns possuem mais riquezas. O problema que isso simplesmente não é sustentável. Não existe como tirar todo mundo da pobreza e manter o mesmo nível de desigualdade que existe hoje.

Segundo a Oxfam, para que todas as pessoas no mundo conseguissem viver com 5 dólares por dia (acima da linha da pobreza), seria precisa que o mundo crescesse 175 vezes. Isso é totalmente surreal, o mundo quando cresce 5% cresceu bem.

Avatar do usuário
Wagnersac
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 10308
Registrado em: 29 Dez 2015, 22:36
Localização: Copacabana - RJ
Contato:

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Wagnersac » 21 Abr 2019, 01:57

BOÊMIO escreveu:
21 Abr 2019, 01:13
Rodrigo 82 escreveu:
20 Abr 2019, 23:12
Wagnersac escreveu:
20 Abr 2019, 23:05
Pra galerinha liberal que acha que o mercado é solução fácil pra tudo, depois que eu citei os Correios mais cedo como exemplo de estatal que poderia ser privatizada, resolvi me aprofundar um pouco mais no assunto. E descobri que a coisa é um pouco mais complexa do que eu imaginava.

Pra começar, a ECT só tem o monopólio da entrega de correspondências no país. Mas quem manda carta/telegrama em pleno 2019? Creio que só atinge as empresas.

Na entrega de mercadorias, que atinge mais as pessoas, existem dezenas, centenas de concorrentes. São as DHL/Fedex/Jadlog da vida.

Ocorre que os Correios tem uma capilaridade que nenhuma empresa privada jamais terá. A ECT está presente em todos os municípios do país. Ela atende regiões que certamente dão prejuízo, e que não interessam à iniciativa privada, mas prestam um serviço essencial que alguém precisa prestar. Como lidar com isso tendo uma ECT privatizada?

Uma ECT privada vai ser igual uma transportadora privada como as que já prestam esse serviço hoje: um serviço ok, porém caríssimo e restrito aos grandes centros urbanos.

Nesse caso, creio que seja melhor tentar melhorar a qualidade do serviço prestado pela ECT do que privatizar.
Ótimo questionamento. Cabem perguntas aí... Quanto custa enviar 5 livros do Rio pra SP pelos Correios e por Fedex? Se eu quiser enviar pro interior do Piauí, a Fedex envia? Por quanto?

Atenção, este não é um ataque à iniciativa privada e uma defesa da presença do estado nos serviços. Nossa meta é sermos práticos e não dogmáticos como a esquerda, não é?
Não sei pq o exemplo foi livros, hoje em dia podemos ler quase todos(se não todos) pela internet haha
Enfim, é uma situação q vc colocou, ok. Mas se por acaso vc tivesse q enviar algo com prazo de no maximo 2 dias para outro estado, vc pagaria mais caro pra conseguir? Ou se conformaria com a unica opção mais barata porém demorada(sem prazo até)?

Editado: Lembrando q o "mais barato" nos já estamos pagamos para q seja mais barato pq mesmo se a estatal tiver lucros, nós não temos nem um desconto nos impostos...
Então é meio ilusorio esse preço mais barato.
A ECT não é "a única opção mais barata porém demorada (sem prazo até)?"

Como eu disse, tem centenas de empresas que fazem transporte de mercadorias pelo país hj. A ECT é só mais uma. E quase sempre a mais barata.

E não existe ilusão nenhuma na questão do preço. Vc precisa entender que o lucro da empresa publica é totalmente revertido pro Tesouro. Em última análise, ele pode até não ajudar a reduzir a carga tributária, mas certamente ajuda a não aumentar aindaa mais. Já o lucro da empresa privada não te favorece em nada. Em geral são multinacionais e o recurso é remetido pra fora do país.
Imagem

R.I.P. VASCO🖤
✝21/08/1898 - 💀20/01/2018

Avatar do usuário
Wagnersac
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 10308
Registrado em: 29 Dez 2015, 22:36
Localização: Copacabana - RJ
Contato:

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Wagnersac » 21 Abr 2019, 02:01

A questão do livro é irrelevante. Eu fiz a simulação com um objeto de 5kg que pode ser qualquer coisa.

Mas de toda forma, a quantidade de livros escritos que se compra ainda é muito grande. Principalmente livros letivos para crianças/adolescentes.

Eu que o diga kkk
Imagem

R.I.P. VASCO🖤
✝21/08/1898 - 💀20/01/2018

Rodrigo 82
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 555
Registrado em: 09 Jan 2018, 10:34

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Rodrigo 82 » 21 Abr 2019, 02:01

BOÊMIO escreveu:
21 Abr 2019, 01:13
Rodrigo 82 escreveu:
20 Abr 2019, 23:12
Wagnersac escreveu:
20 Abr 2019, 23:05
Pra galerinha liberal que acha que o mercado é solução fácil pra tudo, depois que eu citei os Correios mais cedo como exemplo de estatal que poderia ser privatizada, resolvi me aprofundar um pouco mais no assunto. E descobri que a coisa é um pouco mais complexa do que eu imaginava.

Pra começar, a ECT só tem o monopólio da entrega de correspondências no país. Mas quem manda carta/telegrama em pleno 2019? Creio que só atinge as empresas.

Na entrega de mercadorias, que atinge mais as pessoas, existem dezenas, centenas de concorrentes. São as DHL/Fedex/Jadlog da vida.

Ocorre que os Correios tem uma capilaridade que nenhuma empresa privada jamais terá. A ECT está presente em todos os municípios do país. Ela atende regiões que certamente dão prejuízo, e que não interessam à iniciativa privada, mas prestam um serviço essencial que alguém precisa prestar. Como lidar com isso tendo uma ECT privatizada?

Uma ECT privada vai ser igual uma transportadora privada como as que já prestam esse serviço hoje: um serviço ok, porém caríssimo e restrito aos grandes centros urbanos.

Nesse caso, creio que seja melhor tentar melhorar a qualidade do serviço prestado pela ECT do que privatizar.
Ótimo questionamento. Cabem perguntas aí... Quanto custa enviar 5 livros do Rio pra SP pelos Correios e por Fedex? Se eu quiser enviar pro interior do Piauí, a Fedex envia? Por quanto?

Atenção, este não é um ataque à iniciativa privada e uma defesa da presença do estado nos serviços. Nossa meta é sermos práticos e não dogmáticos como a esquerda, não é?
Não sei pq o exemplo foi livros, hoje em dia podemos ler quase todos(se não todos) pela internet haha
Enfim, é uma situação q vc colocou, ok. Mas se por acaso vc tivesse q enviar algo com prazo de no maximo 2 dias para outro estado, vc pagaria mais caro pra conseguir? Ou se conformaria com a unica opção mais barata porém demorada(sem prazo até)?

Editado: Lembrando q o "mais barato" nos já estamos pagamos para q seja mais barato pq mesmo se a estatal tiver lucros, nós não temos nem um desconto nos impostos...
Então é meio ilusorio esse preço mais barato.
Ok, é um fator também. Mas aí o usuário tem a liberdade de escolha.

Fica a pergunta... Vale a pena privatizar o ECT, que é barato e péssimo, se já existem outras empresas privadas que prestam este serviço de entregas? Pra que transformar o ECT em mais uma empresa que cobra tanto quanto o Fedex? A tarifa de um ECT privatizado devia ser regulada?

Não tenho respostas claras pra estas perguntas.

Avatar do usuário
gadotti
Júnior
Júnior
Mensagens: 1938
Registrado em: 05 Jan 2016, 12:39
Localização: Joinville

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por gadotti » 21 Abr 2019, 12:32

Wagnersac escreveu:
20 Abr 2019, 23:37
Rodrigo 82 escreveu:
20 Abr 2019, 23:12
Wagnersac escreveu:
20 Abr 2019, 23:05
Pra galerinha liberal que acha que o mercado é solução fácil pra tudo, depois que eu citei os Correios mais cedo como exemplo de estatal que poderia ser privatizada, resolvi me aprofundar um pouco mais no assunto. E descobri que a coisa é um pouco mais complexa do que eu imaginava.

Pra começar, a ECT só tem o monopólio da entrega de correspondências no país. Mas quem manda carta/telegrama em pleno 2019? Creio que só atinge as empresas.

Na entrega de mercadorias, que atinge mais as pessoas, existem dezenas, centenas de concorrentes. São as DHL/Fedex/Jadlog da vida.

Ocorre que os Correios tem uma capilaridade que nenhuma empresa privada jamais terá. A ECT está presente em todos os municípios do país. Ela atende regiões que certamente dão prejuízo, e que não interessam à iniciativa privada, mas prestam um serviço essencial que alguém precisa prestar. Como lidar com isso tendo uma ECT privatizada?

Uma ECT privada vai ser igual uma transportadora privada como as que já prestam esse serviço hoje: um serviço ok, porém caríssimo e restrito aos grandes centros urbanos.

Nesse caso, creio que seja melhor tentar melhorar a qualidade do serviço prestado pela ECT do que privatizar.
Ótimo questionamento. Cabem perguntas aí... Quanto custa enviar 5 livros do Rio pra SP pelos Correios e por Fedex? Se eu quiser enviar pro interior do Piauí, a Fedex envia? Por quanto?

Atenção, este não é um ataque à iniciativa privada e uma defesa da presença do estado nos serviços. Nossa meta é sermos práticos e não dogmáticos como a esquerda, não é?
Tive a curiosidade de fazer a pesquisa e o resultado não me surpreendeu:

a DHL, por exemplo, entrega um pacote eventual de 5kg, saindo do Rio para o interior do Piauí, praticamente pelo dobro do preço da ECT.

A mesma encomenda, do Rio pra SP Capital, tb sai pelo dobro do preço na transportadora.
Ok, mas tem alguns pontos a se considerar.

1. O ECT tem 30 anos a mais, devido ao monopólio, para montar toda uma estrutura usando o orçamento do Estado, mesmo tomando prejuízos, eles poderiam usar o dinheiro de impostos pra isso.
É um fator que barateria os custos num primeiro momento.

2. É um órgão público e tem vantagens políticas, vide processos judiciais que os Correios entram contra aqueles que tentam prestar os serviços monopolizados.

3. O ECT é isento de impostos nos serviços.


Me admiro o valor ser apenas o dobro com tantos benefícios.
Série A 2021!

Avatar do usuário
gadotti
Júnior
Júnior
Mensagens: 1938
Registrado em: 05 Jan 2016, 12:39
Localização: Joinville

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por gadotti » 21 Abr 2019, 12:41

Alguém já se perguntou quem entrega os panfletos de supermercado, imã de fãs, papel de dízimo, etc nas nossas caixas de correios?
Não são o pessoal da ECT. São pessoas organizadas que fazem isso e, perante a lei, são criminosos.
Agora imaginem se pudéssemos, QQ um, fazer esse serviço de entrega? Imagem o quanto isso barateria o serviço e criaria concorrência melhorando o serviço.

Como eu disse acima: não estamos acostumados a fazer esse exercício de pensar além da caixinha estatal.
Ainda bem que veio o Uber, mercado livre, Airbnb, Olx, etc e está mudando a cabeça das pessoas.

Devagar, mas sem parar.
Feliz Páscoa.
Série A 2021!

Avatar do usuário
Wagnersac
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 10308
Registrado em: 29 Dez 2015, 22:36
Localização: Copacabana - RJ
Contato:

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Wagnersac » 21 Abr 2019, 12:58

gadotti escreveu:
21 Abr 2019, 12:41
Alguém já se perguntou quem entrega os panfletos de supermercado, imã de fãs, papel de dízimo, etc nas nossas caixas de correios?
Não são o pessoal da ECT. São pessoas organizadas que fazem isso e, perante a lei, são criminosos.
Agora imaginem se pudéssemos, QQ um, fazer esse serviço de entrega? Imagem o quanto isso barateria o serviço e criaria concorrência melhorando o serviço.

Como eu disse acima: não estamos acostumados a fazer esse exercício de pensar além da caixinha estatal.
Ainda bem que veio o Uber, mercado livre, Airbnb, Olx, etc e está mudando a cabeça das pessoas.

Devagar, mas sem parar.
Feliz Páscoa.
Quando falamos em baratear e melhorar o serviço dos Correios, creio que 99% das pessoas se referem ao serviço de entrega de mercadorias porta-a-porta.

A entrega de cartas e documentos é monopólio da ECT pq dá prejuízo. Nenhuma grande empresa privada se interessa por isso, pq hj em dia, na era digital, esse é um serviço restrito a nichos de mercado.
Imagem

R.I.P. VASCO🖤
✝21/08/1898 - 💀20/01/2018

Avatar do usuário
BOÊMIO
Júnior
Júnior
Mensagens: 2510
Registrado em: 30 Dez 2015, 16:19
Localização: Rio de Janeiro

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por BOÊMIO » 21 Abr 2019, 16:16

Gabrielleao escreveu:
21 Abr 2019, 01:20
BOÊMIO escreveu:
21 Abr 2019, 01:04
Gabrielleao escreveu:
20 Abr 2019, 23:08


https://www.ted.com/talks/thomas_pikett ... uage=pt-br

O Piketty provou com NUMEROS que crescimento econômico vem junto SEMPRE com maior desigualdade social.

São numeros não achismo, Crescimento economica = Acumulo de riquezas = Desigualdade social .

O Brasil aproveitou o melhor momento, na verdade no governo lula conseguimos nos manter em um bom momento mesmo com a crise ABSURDA que aconteceu no Estados Unidos/global.

Se tudo foi acaso então a podemos dizer que a crise também foi um acaso, já que ela feio junto da crise mundial do petroleo que fez o valor cair de 120 dolares o barril para 18 dolares e quebrou a petrobras.
O problema não é a desigualdade, o problema é a pobreza!

Pra mim ou pra qualquer um acho q pouco importa se o Bill Gates é bilionario, se todos independentes do seu emprego morar numa cidade segura, ter uma casa, comer bem, etc.
Isso é até um dos motivos q muitos vão embora do Brasil ou outros paises subdesenvolvidos como Mexico etc para o EUA, Europa... La eles mesmo tendo subempregos conseguem ter uma qualidade de vida melhor do q nos seus paises até mesmo se formados no ensino superior.
Enquanto aqui voce tem q ralar muito pra conseguir o basico ou nem isso, nesses paises vc tbm trabalha(logico) mas vc tem mais liberdade e oportunidades pra construir uma vida melhor.
Você fala como se o brasil fosse muito pior que o México,

Sobre Estados Unidos, eles são o pais mais rico a uns 70 anos, então é bem facil entender pq a vida media lá é melhor, mas se você for comparar a qualidade de vida lá, com países tão ricos quanto você vai ver que o sistema deles é extremamente faliu a qualidade de vida na Europa em media é muito superior a americana.

Você fala em violencia, mas o Estados Unidos é o único pais desenvolvido com CIDADES no top 100 de homicidios e o brasil e o Mexico disputam quem tem mais cidades.

OBS ( na verdade agora o brasil é desenvolvido segundo nosso presidente).
Eu coloquei o Brasil no mesmo nivel do Mexico.
Muitos paises da Europa depois q aumentaram suas politicas coletivistas aumentando o Estado pioraram, como a França.
EUA é gigante e cada estado tem suas proprias leis então isso influencia bastante, por exemplo na California qualquer coisa q vc comprar vai pagar mais 9% de imposto, enquanto na Florida sao 6,5%.
E não da pra falar q o EUA é violento só pq uma ou outra cidade é perigosa, olha o tamanho do Brasil, eu não posso definir o Brasil pelo oq é São Paulo, ou Palmas ou Porto Alegre etc.
Sua desculpa é de comunista, mas põe senha no wi-fi (ai) ♫ - Cachorro Magro
Emancipate yourselves from mental slavery, none but ourselves can free our minds ♫ - Bob Marley


FORA EURICO!

Avatar do usuário
BOÊMIO
Júnior
Júnior
Mensagens: 2510
Registrado em: 30 Dez 2015, 16:19
Localização: Rio de Janeiro

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por BOÊMIO » 21 Abr 2019, 16:23

noct escreveu:
21 Abr 2019, 01:45
BOÊMIO escreveu:
21 Abr 2019, 01:04
Gabrielleao escreveu:
20 Abr 2019, 23:08


https://www.ted.com/talks/thomas_pikett ... uage=pt-br

O Piketty provou com NUMEROS que crescimento econômico vem junto SEMPRE com maior desigualdade social.

São numeros não achismo, Crescimento economica = Acumulo de riquezas = Desigualdade social .

O Brasil aproveitou o melhor momento, na verdade no governo lula conseguimos nos manter em um bom momento mesmo com a crise ABSURDA que aconteceu no Estados Unidos/global.

Se tudo foi acaso então a podemos dizer que a crise também foi um acaso, já que ela feio junto da crise mundial do petroleo que fez o valor cair de 120 dolares o barril para 18 dolares e quebrou a petrobras.
O problema não é a desigualdade, o problema é a pobreza!

Pra mim ou pra qualquer um acho q pouco importa se o Bill Gates é bilionario, se todos independentes do seu emprego morar numa cidade segura, ter uma casa, comer bem, etc.
Isso é até um dos motivos q muitos vão embora do Brasil ou outros paises subdesenvolvidos como Mexico etc para o EUA, Europa... La eles mesmo tendo subempregos conseguem ter uma qualidade de vida melhor do q nos seus paises até mesmo se formados no ensino superior.
Enquanto aqui voce tem q ralar muito pra conseguir o basico ou nem isso, nesses paises vc tbm trabalha(logico) mas vc tem mais liberdade e oportunidades pra construir uma vida melhor.
A pobreza está diretamente relacionada com a desigualdade. Existe uma tentativa de separar as duas exatamente para justificar os acúmulos obscenos de riquezas que vemos em países pobres.

Eu entendo e até mesmo concordo com a ideia de que, contanto que todos tivessem condições dignas de vida, não seria um problema o fato de que alguns possuem mais riquezas. O problema que isso simplesmente não é sustentável. Não existe como tirar todo mundo da pobreza e manter o mesmo nível de desigualdade que existe hoje.

Segundo a Oxfam, para que todas as pessoas no mundo conseguissem viver com 5 dólares por dia (acima da linha da pobreza), seria precisa que o mundo crescesse 175 vezes. Isso é totalmente surreal, o mundo quando cresce 5% cresceu bem.
Ta, mas onde mais existe desigualdade nesse mundo?
Em paises onde o Estado controla mais e/ou Ditaduras onde controlam tudo.
O ditador ou o governo e os parceiros do governo ricos, populaçao mizeravel, como muitos paises africanos, Venezuela, Koreia do Norte...
Sua desculpa é de comunista, mas põe senha no wi-fi (ai) ♫ - Cachorro Magro
Emancipate yourselves from mental slavery, none but ourselves can free our minds ♫ - Bob Marley


FORA EURICO!

Avatar do usuário
BOÊMIO
Júnior
Júnior
Mensagens: 2510
Registrado em: 30 Dez 2015, 16:19
Localização: Rio de Janeiro

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por BOÊMIO » 21 Abr 2019, 16:27

Wagnersac escreveu:
21 Abr 2019, 01:57
BOÊMIO escreveu:
21 Abr 2019, 01:13
Rodrigo 82 escreveu:
20 Abr 2019, 23:12

Ótimo questionamento. Cabem perguntas aí... Quanto custa enviar 5 livros do Rio pra SP pelos Correios e por Fedex? Se eu quiser enviar pro interior do Piauí, a Fedex envia? Por quanto?

Atenção, este não é um ataque à iniciativa privada e uma defesa da presença do estado nos serviços. Nossa meta é sermos práticos e não dogmáticos como a esquerda, não é?
Não sei pq o exemplo foi livros, hoje em dia podemos ler quase todos(se não todos) pela internet haha
Enfim, é uma situação q vc colocou, ok. Mas se por acaso vc tivesse q enviar algo com prazo de no maximo 2 dias para outro estado, vc pagaria mais caro pra conseguir? Ou se conformaria com a unica opção mais barata porém demorada(sem prazo até)?

Editado: Lembrando q o "mais barato" nos já estamos pagamos para q seja mais barato pq mesmo se a estatal tiver lucros, nós não temos nem um desconto nos impostos...
Então é meio ilusorio esse preço mais barato.
A ECT não é "a única opção mais barata porém demorada (sem prazo até)?"

Como eu disse, tem centenas de empresas que fazem transporte de mercadorias pelo país hj. A ECT é só mais uma. E quase sempre a mais barata.

E não existe ilusão nenhuma na questão do preço. Vc precisa entender que o lucro da empresa publica é totalmente revertido pro Tesouro. Em última análise, ele pode até não ajudar a reduzir a carga tributária, mas certamente ajuda a não aumentar aindaa mais. Já o lucro da empresa privada não te favorece em nada. Em geral são multinacionais e o recurso é remetido pra fora do país.
Cara, temos filosofias diferentes.
Para você, quanto mais dinheiro na União melhor, q é o contrario do q eu peso pq esse dinheiro vem do bolso da população seja direta ou indiretamente.
Quanto mais dinheiro com eles, menor será o dinheiro conosco e menor será o poder aquisitivo do povo, menos dinheiro pra comprar comida, lazer, investir, pagar contas etc.
Sua desculpa é de comunista, mas põe senha no wi-fi (ai) ♫ - Cachorro Magro
Emancipate yourselves from mental slavery, none but ourselves can free our minds ♫ - Bob Marley


FORA EURICO!

Avatar do usuário
Wagnersac
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 10308
Registrado em: 29 Dez 2015, 22:36
Localização: Copacabana - RJ
Contato:

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Wagnersac » 21 Abr 2019, 17:17

BOÊMIO escreveu:
21 Abr 2019, 16:27
Wagnersac escreveu:
21 Abr 2019, 01:57
BOÊMIO escreveu:
21 Abr 2019, 01:13

Não sei pq o exemplo foi livros, hoje em dia podemos ler quase todos(se não todos) pela internet haha
Enfim, é uma situação q vc colocou, ok. Mas se por acaso vc tivesse q enviar algo com prazo de no maximo 2 dias para outro estado, vc pagaria mais caro pra conseguir? Ou se conformaria com a unica opção mais barata porém demorada(sem prazo até)?

Editado: Lembrando q o "mais barato" nos já estamos pagamos para q seja mais barato pq mesmo se a estatal tiver lucros, nós não temos nem um desconto nos impostos...
Então é meio ilusorio esse preço mais barato.
A ECT não é "a única opção mais barata porém demorada (sem prazo até)?"

Como eu disse, tem centenas de empresas que fazem transporte de mercadorias pelo país hj. A ECT é só mais uma. E quase sempre a mais barata.

E não existe ilusão nenhuma na questão do preço. Vc precisa entender que o lucro da empresa publica é totalmente revertido pro Tesouro. Em última análise, ele pode até não ajudar a reduzir a carga tributária, mas certamente ajuda a não aumentar aindaa mais. Já o lucro da empresa privada não te favorece em nada. Em geral são multinacionais e o recurso é remetido pra fora do país.
Cara, temos filosofias diferentes.
Para você, quanto mais dinheiro na União melhor, q é o contrario do q eu peso pq esse dinheiro vem do bolso da população seja direta ou indiretamente.
Quanto mais dinheiro com eles, menor será o dinheiro conosco e menor será o poder aquisitivo do povo, menos dinheiro pra comprar comida, lazer, investir, pagar contas etc.
Essa sua equação está incorreta.

Menos dinheiro no Tesouro não significa em geral mais dinheiro nas mãos do povo. Significa mais dinheiro nas mãos de grandes grupos empresariais, a maioria multinacional, o que em última análise tb não favorece muito ao povo.

O objetivo do capitalismo não é a melhoria da qualidade de vida da população, embora em muito casos seja consequência natural. Ainda não inventaram nada melhor para substituí-lo, mas a intervenção do Estado visando transferir renda dos mais ricos para os mais pobres é necessária.

Esse tipo de política pública existe a muitos anos, inclusive, nos EUA e na Europa.
Imagem

R.I.P. VASCO🖤
✝21/08/1898 - 💀20/01/2018

Avatar do usuário
BOÊMIO
Júnior
Júnior
Mensagens: 2510
Registrado em: 30 Dez 2015, 16:19
Localização: Rio de Janeiro

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por BOÊMIO » 21 Abr 2019, 17:36

Wagnersac escreveu:
21 Abr 2019, 17:17
BOÊMIO escreveu:
21 Abr 2019, 16:27
Wagnersac escreveu:
21 Abr 2019, 01:57


A ECT não é "a única opção mais barata porém demorada (sem prazo até)?"

Como eu disse, tem centenas de empresas que fazem transporte de mercadorias pelo país hj. A ECT é só mais uma. E quase sempre a mais barata.

E não existe ilusão nenhuma na questão do preço. Vc precisa entender que o lucro da empresa publica é totalmente revertido pro Tesouro. Em última análise, ele pode até não ajudar a reduzir a carga tributária, mas certamente ajuda a não aumentar aindaa mais. Já o lucro da empresa privada não te favorece em nada. Em geral são multinacionais e o recurso é remetido pra fora do país.
Cara, temos filosofias diferentes.
Para você, quanto mais dinheiro na União melhor, q é o contrario do q eu peso pq esse dinheiro vem do bolso da população seja direta ou indiretamente.
Quanto mais dinheiro com eles, menor será o dinheiro conosco e menor será o poder aquisitivo do povo, menos dinheiro pra comprar comida, lazer, investir, pagar contas etc.
Essa sua equação está incorreta.

Menos dinheiro no Tesouro não significa em geral mais dinheiro nas mãos do povo. Significa mais dinheiro nas mãos de grandes grupos empresariais, a maioria multinacional, o que em última análise tb não favorece muito ao povo.

O objetivo do capitalismo não é a melhoria da qualidade de vida da população, embora em muito casos seja consequência natural. Ainda não inventaram nada melhor para substituí-lo, mas a intervenção do Estado visando transferir renda dos mais ricos para os mais pobres é necessária.

Esse tipo de política pública existe a muitos anos, inclusive, nos EUA e na Europa.
São empresas grandes q contratam e dão emprego a maioria da população e não o governo.
E eu queria saber como q o dinheiro dos mais ricos são transferidos aos mais pobres pq por meio dos impostos não é, empresas grandes são as que mais sonegam(Globo etc) e as q mais tem regalias com o governo, as q mais pegam emprestimo vide oq a caixa preto do BNDES mostrou.
Então oq é feito na pratica é pobres e classe media e até ricos que sustentam politicos, o funcionalismo publico inchado e grandes empresarios.
E se for pensar nos mais pobres mesmo, são grupos de ricos, milionarios, bilionarios q fazem as maiores doações, ajudam as ONGs etc e não o governo. Edit: Igrejas tbm, e pessoas comuns tbm ajudam bastante e é até mais seguro vc dar seu dinheiro pra eles do q pro governo.
Sua desculpa é de comunista, mas põe senha no wi-fi (ai) ♫ - Cachorro Magro
Emancipate yourselves from mental slavery, none but ourselves can free our minds ♫ - Bob Marley


FORA EURICO!

Avatar do usuário
Wagnersac
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 10308
Registrado em: 29 Dez 2015, 22:36
Localização: Copacabana - RJ
Contato:

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Wagnersac » 21 Abr 2019, 17:49

BOÊMIO escreveu:
21 Abr 2019, 17:36
Wagnersac escreveu:
21 Abr 2019, 17:17
BOÊMIO escreveu:
21 Abr 2019, 16:27


Cara, temos filosofias diferentes.
Para você, quanto mais dinheiro na União melhor, q é o contrario do q eu peso pq esse dinheiro vem do bolso da população seja direta ou indiretamente.
Quanto mais dinheiro com eles, menor será o dinheiro conosco e menor será o poder aquisitivo do povo, menos dinheiro pra comprar comida, lazer, investir, pagar contas etc.
Essa sua equação está incorreta.

Menos dinheiro no Tesouro não significa em geral mais dinheiro nas mãos do povo. Significa mais dinheiro nas mãos de grandes grupos empresariais, a maioria multinacional, o que em última análise tb não favorece muito ao povo.

O objetivo do capitalismo não é a melhoria da qualidade de vida da população, embora em muito casos seja consequência natural. Ainda não inventaram nada melhor para substituí-lo, mas a intervenção do Estado visando transferir renda dos mais ricos para os mais pobres é necessária.

Esse tipo de política pública existe a muitos anos, inclusive, nos EUA e na Europa.
São empresas grandes q contratam e dão emprego a maioria da população e não o governo.
E eu queria saber como q o dinheiro dos mais ricos são transferidos aos mais pobres pq por meio dos impostos não é, empresas grandes são as que mais sonegam(Globo etc) e as q mais tem regalias com o governo, as q mais pegam emprestimo vide oq a caixa preto do BNDES mostrou.
Então oq é feito na pratica é pobres e classe media e até ricos que sustentam politicos, o funcionalismo publico inchado e grandes empresarios.
E se for pensar nos mais pobres mesmo, são grupos de ricos, milionarios, bilionarios q fazem as maiores doações, ajudam as ONGs etc e não o governo. Edit: Igrejas tbm, e pessoas comuns tbm ajudam bastante e é até mais seguro vc dar seu dinheiro pra eles do q pro governo.
Sim, estou dizendo como deveria ser, via impostos e depois transferência de renda. Impostos, claro, sobre a renda (justo), sobre as grandes fortunas, sobre o lucro das empresas, sobre remessas de capital ao exterior. Nunca sobre o consumo.

Só que no BR não funciona. Nada funciona. Nem esse modelo de capitalismo com maior intervenção do Estado, pois gerou um Estado muito maior do que deveria, nem o capitalismo puro de mercado, pois os empresários brasileiros (e tb os estrangeiros que vem pra cá) não estão interessados em nada além de seu próprio lucro, utilizando-se de medidas perversas pra roubar cada vez melhor o povo.

Na vdd nada dá certo nesse país. Ele está condenado a muito tempo.
Imagem

R.I.P. VASCO🖤
✝21/08/1898 - 💀20/01/2018

Avatar do usuário
gadotti
Júnior
Júnior
Mensagens: 1938
Registrado em: 05 Jan 2016, 12:39
Localização: Joinville

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por gadotti » 22 Abr 2019, 09:59

Wagnersac escreveu:
21 Abr 2019, 12:58
gadotti escreveu:
21 Abr 2019, 12:41
Alguém já se perguntou quem entrega os panfletos de supermercado, imã de fãs, papel de dízimo, etc nas nossas caixas de correios?
Não são o pessoal da ECT. São pessoas organizadas que fazem isso e, perante a lei, são criminosos.
Agora imaginem se pudéssemos, QQ um, fazer esse serviço de entrega? Imagem o quanto isso barateria o serviço e criaria concorrência melhorando o serviço.

Como eu disse acima: não estamos acostumados a fazer esse exercício de pensar além da caixinha estatal.
Ainda bem que veio o Uber, mercado livre, Airbnb, Olx, etc e está mudando a cabeça das pessoas.

Devagar, mas sem parar.
Feliz Páscoa.
Quando falamos em baratear e melhorar o serviço dos Correios, creio que 99% das pessoas se referem ao serviço de entrega de mercadorias porta-a-porta.

A entrega de cartas e documentos é monopólio da ECT pq dá prejuízo. Nenhuma grande empresa privada se interessa por isso, pq hj em dia, na era digital, esse é um serviço restrito a nichos de mercado.
Onde você se baseia para afirmar que nenhuma empresa se interessa?
Se eu puder fazer esse serviço, de entrega porta-porta, pelo preço de mercado, eu faria porque daria lucro!
Se entrega de cartas dá prejuízo pros Correios é porque ele não cobra o valor que deveria de cobrar pelo serviço. Se dá prejuízo, de algum outro lugar deve vir dinheiro para se cobrir esse rombo.
Série A 2021!

Rodrigo 82
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 555
Registrado em: 09 Jan 2018, 10:34

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por Rodrigo 82 » 22 Abr 2019, 10:19

gadotti escreveu:
22 Abr 2019, 09:59
Wagnersac escreveu:
21 Abr 2019, 12:58
gadotti escreveu:
21 Abr 2019, 12:41
Alguém já se perguntou quem entrega os panfletos de supermercado, imã de fãs, papel de dízimo, etc nas nossas caixas de correios?
Não são o pessoal da ECT. São pessoas organizadas que fazem isso e, perante a lei, são criminosos.
Agora imaginem se pudéssemos, QQ um, fazer esse serviço de entrega? Imagem o quanto isso barateria o serviço e criaria concorrência melhorando o serviço.

Como eu disse acima: não estamos acostumados a fazer esse exercício de pensar além da caixinha estatal.
Ainda bem que veio o Uber, mercado livre, Airbnb, Olx, etc e está mudando a cabeça das pessoas.

Devagar, mas sem parar.
Feliz Páscoa.
Quando falamos em baratear e melhorar o serviço dos Correios, creio que 99% das pessoas se referem ao serviço de entrega de mercadorias porta-a-porta.

A entrega de cartas e documentos é monopólio da ECT pq dá prejuízo. Nenhuma grande empresa privada se interessa por isso, pq hj em dia, na era digital, esse é um serviço restrito a nichos de mercado.
Onde você se baseia para afirmar que nenhuma empresa se interessa?
Se eu puder fazer esse serviço, de entrega porta-porta, pelo preço de mercado, eu faria porque daria lucro!
Se entrega de cartas dá prejuízo pros Correios é porque ele não cobra o valor que deveria de cobrar pelo serviço. Se dá prejuízo, de algum outro lugar deve vir dinheiro para se cobrir esse rombo.
Eu acho que tem de acabar com o monopólio da entrega de correspondência, se vc quiser usa outro serviço. Mas é óbvio que tem de manter o ECT, mesmo em toda sua incompetência. O atendimento nas agências eu acho bem razoável, a merda acontece lá dentro na remessa. Tinha de barbarizar os funcionários fdp.

Avatar do usuário
gadotti
Júnior
Júnior
Mensagens: 1938
Registrado em: 05 Jan 2016, 12:39
Localização: Joinville

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por gadotti » 22 Abr 2019, 10:30

Rodrigo 82 escreveu:
22 Abr 2019, 10:19
gadotti escreveu:
22 Abr 2019, 09:59
Wagnersac escreveu:
21 Abr 2019, 12:58


Quando falamos em baratear e melhorar o serviço dos Correios, creio que 99% das pessoas se referem ao serviço de entrega de mercadorias porta-a-porta.

A entrega de cartas e documentos é monopólio da ECT pq dá prejuízo. Nenhuma grande empresa privada se interessa por isso, pq hj em dia, na era digital, esse é um serviço restrito a nichos de mercado.
Onde você se baseia para afirmar que nenhuma empresa se interessa?
Se eu puder fazer esse serviço, de entrega porta-porta, pelo preço de mercado, eu faria porque daria lucro!
Se entrega de cartas dá prejuízo pros Correios é porque ele não cobra o valor que deveria de cobrar pelo serviço. Se dá prejuízo, de algum outro lugar deve vir dinheiro para se cobrir esse rombo.
Eu acho que tem de acabar com o monopólio da entrega de correspondência, se vc quiser usa outro serviço. Mas é óbvio que tem de manter o ECT, mesmo em toda sua incompetência. O atendimento nas agências eu acho bem razoável, a merda acontece lá dentro na remessa. Tinha de barbarizar os funcionários fdp.
Essas agências, a maioria delas, são franquias terceirizadas, por isso do bom atendimento.
E isso já gera uma concorrência entre elas, o que faz o serviço melhorar.
Série A 2021!

Avatar do usuário
vigo
Profissional
Profissional
Mensagens: 6802
Registrado em: 04 Jan 2016, 08:58

Re: POLÍTICA NACIONAL XIV

Mensagem por vigo » 22 Abr 2019, 16:38

Wagnersac escreveu:
20 Abr 2019, 23:05
Pra galerinha liberal que acha que o mercado é solução fácil pra tudo, depois que eu citei os Correios mais cedo como exemplo de estatal que poderia ser privatizada, resolvi me aprofundar um pouco mais no assunto. E descobri que a coisa é um pouco mais complexa do que eu imaginava.

Pra começar, a ECT só tem o monopólio da entrega de correspondências no país. Mas quem manda carta/telegrama em pleno 2019? Creio que só atinge as empresas.

Na entrega de mercadorias, que atinge mais as pessoas, existem dezenas, centenas de concorrentes. São as DHL/Fedex/Jadlog da vida.

Ocorre que os Correios tem uma capilaridade que nenhuma empresa privada jamais terá. A ECT está presente em todos os municípios do país. Ela atende regiões que certamente dão prejuízo, e que não interessam à iniciativa privada, mas prestam um serviço essencial que alguém precisa prestar. Como lidar com isso tendo uma ECT privatizada?

Uma ECT privada vai ser igual uma transportadora privada como as que já prestam esse serviço hoje: um serviço ok, porém caríssimo e restrito aos grandes centros urbanos.

E a ECT vem sendo lucrativa desde 2017.

Nesse caso, creio que seja melhor tentar melhorar a qualidade do serviço prestado pela ECT do que privatizar.
Ampliando, nestes municípios, os serviços bancários! Como aliás algumas outras empresas gringas fazem.
Ela já opera como correspondente bancário, emissor de documentos, etc, então basta aumentar o portfólio de produtos essenciais.

Responder

Voltar para “Economia, Política e Temas Sociais”