ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Área Histórica e de História do Fórum NETVASCO, destinada a arquivar os Tópicos antigos da área de \'Dirigentes, Eleições & Personalidades\' , postadas um dia em nosso Fórum, que tem como um dos principais diferenciais, manter intacta toda a sua História de 2004 até os dias atuais.
Avatar do usuário
BVasco93
Júnior
Júnior
Mensagens: 2343
Registrado em: 15 Dez 2016, 22:28

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por BVasco93 » 16 Mai 2019, 14:59

MAHATMA G CANTALICE escreveu:
16 Mai 2019, 14:46
BVasco93 escreveu:
16 Mai 2019, 14:27
Como Vasco recupera contas: acordos, gasto restrito e salvaguarda à Série B

Ao final de 2018, o Vasco apresentou o maior superávit entre clubes: com R$ 64 milhões. A notícia foi surpreendente para um clube em ruínas ao final de 2017 e ainda enfrentando dificuldades para pagar salários. Mas é fruto de uma restruturação que limitou gastos, renegociou acordos de dívidas e reviu contratos com a Globo. Assim, o clube tem um plano em que sobrevive até a um novo rebaixamento. A ideia é equacionar a dívida vascaína em cinco anos com uma redução a um patamar em torno de R$ 300 milhões (atualmente está em R$ 580 milhões no total), isto é, em torno da receita prevista de um ano do clube. Para isso, um dos pilares é a contenção de custos mesmo quando o futebol vai ma...

- Veja mais em https://rodrigomattos.blogosfera.uol.co ... a-serie-b/

Querido amigo BVasco93, tudo bem contigo?
Obrigado! Pela matéria ilustrativa do que temos debatido, na camaradagem, no Fórum NetVasco.
Alexandre Campello é, simplesmente, genial!!! Nasceu para brilhar. Sorte do Vasco, da sua imensa torcida e dos amigos do Fórum NetVasco. :band: :band: :band:
O nosso Presidente é, realmente, "o maioral"!!!
Conquanto estar ele administrando uma massa falida, consegue retirar água de pedra; está fazendo ressurgir das cinzas o maior clube do Brasil.
Fazendo uma correlação fictícia com a profissão do mandatário do Clube, Campello realiza, como ninguém, reanimação cardiorrespiratória no Vasco.
Ele e a sua equipe se mostram muito habilidosos na mesa de negociações.
Estão atingindo a fiabilidade aos olhos dos credores. Constroem a teia de relacionamentos necessária para os acordos.
O caminho é esse mesmo.
Nos 5 anos que talvez lhe restem na Presidência, a dívida do Vasco cairá para a metade, propiciando ao sucessor de Campello todas as possibilidades para formar equipes à altura das tradições do Clube.
O Fórum NetVasco está contigo. Vamos acabar com essas dívidas.
Avante!!! :band: :band: :band:
SV.
Abraço fraterno.
Cara, que noia é essa?

Sem puxar saco!!

5 anos? Deus me livre 5 anos de Campello. Esse ano e o próximo já está bom demais!! Depois Brant assume e acelera o processo!!!
Editado pela última vez por BVasco93 em 16 Mai 2019, 15:02, em um total de 1 vez.
Imagem

Everton Prezilius
Promessa
Promessa
Mensagens: 105
Registrado em: 12 Nov 2016, 15:43

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por Everton Prezilius » 16 Mai 2019, 15:01

MAHATMA G CANTALICE escreveu:
16 Mai 2019, 14:46
BVasco93 escreveu:
16 Mai 2019, 14:27
Como Vasco recupera contas: acordos, gasto restrito e salvaguarda à Série B

Ao final de 2018, o Vasco apresentou o maior superávit entre clubes: com R$ 64 milhões. A notícia foi surpreendente para um clube em ruínas ao final de 2017 e ainda enfrentando dificuldades para pagar salários. Mas é fruto de uma restruturação que limitou gastos, renegociou acordos de dívidas e reviu contratos com a Globo. Assim, o clube tem um plano em que sobrevive até a um novo rebaixamento. A ideia é equacionar a dívida vascaína em cinco anos com uma redução a um patamar em torno de R$ 300 milhões (atualmente está em R$ 580 milhões no total), isto é, em torno da receita prevista de um ano do clube. Para isso, um dos pilares é a contenção de custos mesmo quando o futebol vai ma...

- Veja mais em https://rodrigomattos.blogosfera.uol.co ... a-serie-b/

Querido amigo BVasco93, tudo bem contigo?
Obrigado! Pela matéria ilustrativa do que temos debatido, na camaradagem, no Fórum NetVasco.
Alexandre Campello é, simplesmente, genial!!! Nasceu para brilhar. Sorte do Vasco, da sua imensa torcida e dos amigos do Fórum NetVasco. :band: :band: :band:
O nosso Presidente é, realmente, "o maioral"!!!
Conquanto estar ele administrando uma massa falida¹ , consegue retirar água de pedra; está fazendo ressurgir das cinzas o maior clube do Brasil.
Fazendo uma correlação fictícia com a profissão do mandatário do Clube, Campello realiza, como ninguém, reanimação cardiorrespiratória no Vasco.
Ele e a sua equipe se mostram muito habilidosos na mesa de negociações.
Estão atingindo a fiabilidade aos olhos dos credores. Constroem a teia de relacionamentos necessária para os acordos.
O caminho é esse mesmo.
Nos 5 anos que talvez lhe restem na Presidência, a dívida do Vasco cairá para a metade, propiciando ao sucessor de Campello todas as possibilidades para formar equipes à altura das tradições do Clube.
O Fórum NetVasco está contigo. Vamos acabar com essas dívidas.
Avante!!! :band: :band: :band:
SV.
Abraço fraterno.
1. Este processo de reestruturação financeira não pode ser atribuída de forma alguma ao Campello, visto que se o Adriano Mendes não tivesse adentrado a administração depois da cisão que ocorreu com o IV, de forma alguma ele existiria, pois quem explica detalhes e o que está sendo feito não é o Campello. ENTÃO, O MÉRITO É DO MENDES.

2. O fórum, em grande proporção, é avessa ao Campello.
Fale pela sua pessoa, não pelos demais.
Se quer babar ovo de um cara imoral, é direito seu, mas se limite a falar por você apenas.

Avatar do usuário
BVasco93
Júnior
Júnior
Mensagens: 2343
Registrado em: 15 Dez 2016, 22:28

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por BVasco93 » 16 Mai 2019, 15:10

Everton Prezilius escreveu:
16 Mai 2019, 15:01
MAHATMA G CANTALICE escreveu:
16 Mai 2019, 14:46
BVasco93 escreveu:
16 Mai 2019, 14:27
Como Vasco recupera contas: acordos, gasto restrito e salvaguarda à Série B

Ao final de 2018, o Vasco apresentou o maior superávit entre clubes: com R$ 64 milhões. A notícia foi surpreendente para um clube em ruínas ao final de 2017 e ainda enfrentando dificuldades para pagar salários. Mas é fruto de uma restruturação que limitou gastos, renegociou acordos de dívidas e reviu contratos com a Globo. Assim, o clube tem um plano em que sobrevive até a um novo rebaixamento. A ideia é equacionar a dívida vascaína em cinco anos com uma redução a um patamar em torno de R$ 300 milhões (atualmente está em R$ 580 milhões no total), isto é, em torno da receita prevista de um ano do clube. Para isso, um dos pilares é a contenção de custos mesmo quando o futebol vai ma...

- Veja mais em https://rodrigomattos.blogosfera.uol.co ... a-serie-b/

Querido amigo BVasco93, tudo bem contigo?
Obrigado! Pela matéria ilustrativa do que temos debatido, na camaradagem, no Fórum NetVasco.
Alexandre Campello é, simplesmente, genial!!! Nasceu para brilhar. Sorte do Vasco, da sua imensa torcida e dos amigos do Fórum NetVasco. :band: :band: :band:
O nosso Presidente é, realmente, "o maioral"!!!
Conquanto estar ele administrando uma massa falida¹ , consegue retirar água de pedra; está fazendo ressurgir das cinzas o maior clube do Brasil.
Fazendo uma correlação fictícia com a profissão do mandatário do Clube, Campello realiza, como ninguém, reanimação cardiorrespiratória no Vasco.
Ele e a sua equipe se mostram muito habilidosos na mesa de negociações.
Estão atingindo a fiabilidade aos olhos dos credores. Constroem a teia de relacionamentos necessária para os acordos.
O caminho é esse mesmo.
Nos 5 anos que talvez lhe restem na Presidência, a dívida do Vasco cairá para a metade, propiciando ao sucessor de Campello todas as possibilidades para formar equipes à altura das tradições do Clube.
O Fórum NetVasco está contigo. Vamos acabar com essas dívidas.
Avante!!! :band: :band: :band:
SV.
Abraço fraterno.
1. Este processo de reestruturação financeira não pode ser atribuída de forma alguma ao Campello, visto que se o Adriano Mendes não tivesse adentrado a administração depois da cisão que ocorreu com o IV, de forma alguma ele existiria, pois quem explica detalhes e o que está sendo feito não é o Campello. ENTÃO, O MÉRITO É DO MENDES.

2. O fórum, em grande proporção, é avessa ao Campello.
Fale pela sua pessoa, não pelos demais.
Se quer babar ovo de um cara imoral, é direito seu, mas se limite a ele apenas.
Justamente isso cara, quando falo do balanço e do processo de reestruturação do Vasco, dizem aqui que eu estou babando Campello, mas sempre defendi A EQUIPE do vasco que está por trás desse processo, são neles que confio, não no golpista!!!
Imagem

Daniel
Júnior
Júnior
Mensagens: 1013
Registrado em: 30 Dez 2015, 21:53

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por Daniel » 16 Mai 2019, 15:14

Os caras fazem um planejamento financeiro prevendo uma possível queda a série B. TNC Campello e a corja de canalhas dos beneméritos, vão pra puta que os pariu.

Isso aqui é Vasco não ponte preta, cair pra série B é o caralho.
Imagem

Avatar do usuário
BVasco93
Júnior
Júnior
Mensagens: 2343
Registrado em: 15 Dez 2016, 22:28

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por BVasco93 » 16 Mai 2019, 15:34

Daniel escreveu:
16 Mai 2019, 15:14
Os caras fazem um planejamento financeiro prevendo uma possível queda a série B. TNC Campello e a corja de canalhas dos beneméritos, vão pra puta que os pariu.

Isso aqui é Vasco não ponte preta, cair pra série B é o caralho.
Verdade, melhor não fazer planejamento nenhum, e caso aconteça de um clube falido em reestruturação cair pra série B se fode e pronto!!
Imagem

Avatar do usuário
vigo
Profissional
Profissional
Mensagens: 6835
Registrado em: 04 Jan 2016, 08:58

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por vigo » 16 Mai 2019, 15:39

BVasco93 escreveu:
16 Mai 2019, 15:34
Daniel escreveu:
16 Mai 2019, 15:14
Os caras fazem um planejamento financeiro prevendo uma possível queda a série B. TNC Campello e a corja de canalhas dos beneméritos, vão pra puta que os pariu.

Isso aqui é Vasco não ponte preta, cair pra série B é o caralho.
Verdade, melhor não fazer planejamento nenhum, e caso aconteça de um clube falido em reestruturação cair pra série B se fode e pronto!!
O planejamento financeiro precisa de CENÁRIOS e PROJEÇÕES, da catástrofe (série B, acidente no estádio, etc) ao olimpo (paitrocínio da Crefisa, vendas milionárias de Caio Monteiro-Cosendey-Guilherme Costa :evilg: , etc)
Não se preparar e não prever, pode ser avassalador.

marcosvtec
Promessa
Promessa
Mensagens: 208
Registrado em: 14 Dez 2017, 15:48

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por marcosvtec » 16 Mai 2019, 15:48

Ao final de 2018, o Vasco apresentou o maior superávit entre clubes: com R$ 64 milhões. A notícia foi surpreendente para um clube em ruínas ao final de 2017 e ainda enfrentando dificuldades para pagar salários. Mas é fruto de uma restruturação que limitou gastos, renegociou acordos de dívidas e reviu contratos com a Globo. Assim, o clube tem um plano em que sobrevive até a um novo rebaixamento.

A ideia é equacionar a dívida vascaína em cinco anos com uma redução a um patamar em torno de R$ 300 milhões (atualmente está em R$ 580 milhões no total), isto é, em torno da receita prevista de um ano do clube. Para isso, um dos pilares é a contenção de custos mesmo quando o futebol vai mal.

A folha salarial de 2018 foi de R$ 88 milhões, um pouco menor do que a do ano anterior de R$ 90 milhões. Também houve leve queda consideradas todas as despesas que ficaram em R$ 166 milhões. "Estamos preparados para rodar com R$ 200 milhões. Então, tudo que sobra disso, é para redução de dívida", explicou o vice-presidente de Controladoria do Vasco, Adriano Mendes.

No ano passado, foram R$ 261 milhões de receitas e a dívida caiu R$ 93 milhões. Isso explica também o superávit composto na realidade por rendas financeiras originárias de acordos com credores e de trocar os empréstimos com maiores juros por outros com menores juros e com mais prazo.

"A regra é igual para todos os credores. Começam dando para o Vasco uma carência de seis meses, aí pagamos parcelas pequenas e depois passamos a pagar mais. O que garanto para eles é que em cinco anos estará pago. O importante é a credibilidade de saberem que vamos pagar quando tivermos", completou Mendes. No total, o clube tem parcelas de impostos, de Profut, de credores cíveis e empréstimos que representam quase metade das despesas e R$ 14 milhões por mês.

As negociações sobre dívidas vêm sendo feitas pelo clube juntamente com a consultoria KPMG, contratada para auxiliar na reforma da gestão vascaína.

Não adianta, no entanto, fazer acordos se não entrar dinheiro. Em 2018, com toda renda de TV comprometida, foi a venda de Paulinho que garantiu o ano. Mas, para 2019, a aposta é diferente. Uma primeira medida foi renegociar os empréstimos com garantias da Globo, reduzi-los e alongar o restante até 2024.

Para este ano, o clube estima ter direito a R$ 104 milhões em dinheiro do Brasileiro, considerando as variáveis por posições e o pay-per-view. E há um comprometimento de R$ 26 milhões retidos para pagar empréstimos, isto é, haverá mais dinheiro no segundo semestre. Tanto que o orçamento de 2019 prevê R$ 238 milhões em receitas, com apenas R$ 30 milhões de venda de jogadores.

A falta de fluxo de dinheiro no primeiro semestre, no entanto, provoca atrasos salariais: o clube está com um mês de atraso agora em maio.

Mas e, se o Vasco for rebaixado, a recuperação cai por terra? Pela regra atual da Globo, não há mais salvaguarda para os times grandes e a receita total da Série B é de R$ 6 milhões. O time está em último na tabela da Série A. A diretoria vascaína, no entanto, fechou um acordo pelo qual mantém o ganho de pay-per-view em caso de rebaixamento.

Isso significa que, dos R$ 104 milhões do Brasileiro, um valor no patamar de R$ 40 milhões continuaria a entrar nos cofres do clube. Óbvio que isso abalaria a receita (também perderia próximo de R$ 20 milhões em 2019 já que rebaixado não ganha cota por posição), mas não quebraria o clube.

"Poderia atrasar a recuperação. Mas temos acordos com os credores para esse caso", contou Mendes. "Seria uma camisa menor, faríamos as despesas caberem nela." Mas o vice-presidente de Controladoria entende que, com uma folha salarial que é a 10a do país em valor, é possível evitar a queda e que a situação do clube na tabela é momentânea.

Em paralelo a esse plano B, a diretoria vascaína tem um planejamento de alavancar as receitas do clube por meio da reforma de São Januário e do sócio-torcedor. A ampliação do estádio seria com financiamento externo e os recursos gerados pela arena pagariam a conta (estimada em R$ 214 milhões). No caso do sócio-torcedor, como a base é pequena, estima-se que se consiga quase dobrar a receita em 2019 (de R$ 12 milhões para R$ 23 milhões).

Esse parece um sonho distante para o Vasco neste momento em que briga no final da tabela. Mas clubes como Flamengo, Grêmio e Palmeiras, que se recuperaram financeiramente, passaram por trajetórias similares de dificuldade esportiva. A questão é o quanto a diretoria vascaína vai se ater ao seu plano no meio das turbulências
Imagem
:apai: :apai:

Avatar do usuário
Francivan Carlos
Promessa
Promessa
Mensagens: 294
Registrado em: 28 Abr 2018, 08:08

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por Francivan Carlos » 16 Mai 2019, 18:15

O caras querem defender os indefensáveis bicho, Campello é um merda

Avatar do usuário
frostbr10
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 762
Registrado em: 18 Mar 2018, 17:05

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por frostbr10 » 16 Mai 2019, 19:11

marcosvtec escreveu:
16 Mai 2019, 15:48
Ao final de 2018, o Vasco apresentou o maior superávit entre clubes: com R$ 64 milhões. A notícia foi surpreendente para um clube em ruínas ao final de 2017 e ainda enfrentando dificuldades para pagar salários. Mas é fruto de uma restruturação que limitou gastos, renegociou acordos de dívidas e reviu contratos com a Globo. Assim, o clube tem um plano em que sobrevive até a um novo rebaixamento.

A ideia é equacionar a dívida vascaína em cinco anos com uma redução a um patamar em torno de R$ 300 milhões (atualmente está em R$ 580 milhões no total), isto é, em torno da receita prevista de um ano do clube. Para isso, um dos pilares é a contenção de custos mesmo quando o futebol vai mal.

A folha salarial de 2018 foi de R$ 88 milhões, um pouco menor do que a do ano anterior de R$ 90 milhões. Também houve leve queda consideradas todas as despesas que ficaram em R$ 166 milhões. "Estamos preparados para rodar com R$ 200 milhões. Então, tudo que sobra disso, é para redução de dívida", explicou o vice-presidente de Controladoria do Vasco, Adriano Mendes.

No ano passado, foram R$ 261 milhões de receitas e a dívida caiu R$ 93 milhões. Isso explica também o superávit composto na realidade por rendas financeiras originárias de acordos com credores e de trocar os empréstimos com maiores juros por outros com menores juros e com mais prazo.

"A regra é igual para todos os credores. Começam dando para o Vasco uma carência de seis meses, aí pagamos parcelas pequenas e depois passamos a pagar mais. O que garanto para eles é que em cinco anos estará pago. O importante é a credibilidade de saberem que vamos pagar quando tivermos", completou Mendes. No total, o clube tem parcelas de impostos, de Profut, de credores cíveis e empréstimos que representam quase metade das despesas e R$ 14 milhões por mês.

As negociações sobre dívidas vêm sendo feitas pelo clube juntamente com a consultoria KPMG, contratada para auxiliar na reforma da gestão vascaína.

Não adianta, no entanto, fazer acordos se não entrar dinheiro. Em 2018, com toda renda de TV comprometida, foi a venda de Paulinho que garantiu o ano. Mas, para 2019, a aposta é diferente. Uma primeira medida foi renegociar os empréstimos com garantias da Globo, reduzi-los e alongar o restante até 2024.

Para este ano, o clube estima ter direito a R$ 104 milhões em dinheiro do Brasileiro, considerando as variáveis por posições e o pay-per-view. E há um comprometimento de R$ 26 milhões retidos para pagar empréstimos, isto é, haverá mais dinheiro no segundo semestre. Tanto que o orçamento de 2019 prevê R$ 238 milhões em receitas, com apenas R$ 30 milhões de venda de jogadores.

A falta de fluxo de dinheiro no primeiro semestre, no entanto, provoca atrasos salariais: o clube está com um mês de atraso agora em maio.

Mas e, se o Vasco for rebaixado, a recuperação cai por terra? Pela regra atual da Globo, não há mais salvaguarda para os times grandes e a receita total da Série B é de R$ 6 milhões. O time está em último na tabela da Série A. A diretoria vascaína, no entanto, fechou um acordo pelo qual mantém o ganho de pay-per-view em caso de rebaixamento.

Isso significa que, dos R$ 104 milhões do Brasileiro, um valor no patamar de R$ 40 milhões continuaria a entrar nos cofres do clube. Óbvio que isso abalaria a receita (também perderia próximo de R$ 20 milhões em 2019 já que rebaixado não ganha cota por posição), mas não quebraria o clube.

"Poderia atrasar a recuperação. Mas temos acordos com os credores para esse caso", contou Mendes. "Seria uma camisa menor, faríamos as despesas caberem nela." Mas o vice-presidente de Controladoria entende que, com uma folha salarial que é a 10a do país em valor, é possível evitar a queda e que a situação do clube na tabela é momentânea.

Em paralelo a esse plano B, a diretoria vascaína tem um planejamento de alavancar as receitas do clube por meio da reforma de São Januário e do sócio-torcedor. A ampliação do estádio seria com financiamento externo e os recursos gerados pela arena pagariam a conta (estimada em R$ 214 milhões). No caso do sócio-torcedor, como a base é pequena, estima-se que se consiga quase dobrar a receita em 2019 (de R$ 12 milhões para R$ 23 milhões).

Esse parece um sonho distante para o Vasco neste momento em que briga no final da tabela. Mas clubes como Flamengo, Grêmio e Palmeiras, que se recuperaram financeiramente, passaram por trajetórias similares de dificuldade esportiva. A questão é o quanto a diretoria vascaína vai se ater ao seu plano no meio das turbulências
Esse VP e o Bruno Maia carregam essa adm nas costas. Sem eles pra passar um pouco de credibilidade o Golpello ja tinha caído a muito tempo.

Avatar do usuário
VASCONEVES
Promessa
Promessa
Mensagens: 83
Registrado em: 24 Mar 2016, 20:10
Localização: São Gonçalo-RJ

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por VASCONEVES » 16 Mai 2019, 19:18

Ótimo trabalho dos envolvidos.
Torcendo muito para esse trabalho, arduíno dar certo e o nós termos o nosso gigante de volta.
Levando a cruz de malta no meu peito desde que nasci

Avatar do usuário
BVasco93
Júnior
Júnior
Mensagens: 2343
Registrado em: 15 Dez 2016, 22:28

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por BVasco93 » 16 Mai 2019, 19:48

Francivan Carlos escreveu:
16 Mai 2019, 18:15
O caras querem defender os indefensáveis bicho, Campello é um merda
A matéria nem é sobre Campello
Imagem

Avatar do usuário
MAHATMA G CANTALICE
Promessa
Promessa
Mensagens: 162
Registrado em: 13 Nov 2017, 10:07

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por MAHATMA G CANTALICE » 16 Mai 2019, 20:31

Se o Vasco for rebaixado para a Série B, não é mais para confiar em Campello.
#VaiPráCimaDelesCapita!

LECO-13
Júnior
Júnior
Mensagens: 1365
Registrado em: 08 Jan 2016, 19:22

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por LECO-13 » 16 Mai 2019, 22:53

o FATO é que se o Campello com seu golpe e falta de credibilidade nao estivesse la todo esse trabalho de reestruturação seria facilitado.

Vejamos que até agora nao fechou uma boa parceria para o clube.

Ter se aliado e defendido com unhas e dentes a corja do Eurico fez com que o Vasco parasse 3 anos no tempo.

enfim. q pelo menos nao caia e se mantenham no planejamento. Só q com empréstimos de empresário e quebra de acordos judiciais toda hora vai ficar complicado

Avatar do usuário
BOÊMIO
Júnior
Júnior
Mensagens: 2514
Registrado em: 30 Dez 2015, 16:19
Localização: Rio de Janeiro

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por BOÊMIO » 16 Mai 2019, 23:16

Do jeito q a coisa ta, não duvido nada a gente ter q declarar falencia depois q a proxima administração abrir a "caixa preta" do Club.
Sua desculpa é de comunista, mas põe senha no wi-fi (ai) ♫ - Cachorro Magro
Emancipate yourselves from mental slavery, none but ourselves can free our minds ♫ - Bob Marley


FORA EURICO!

zcpinheiro
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 896
Registrado em: 22 Fev 2016, 13:05
Localização: Rio de Janeiro

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por zcpinheiro » 17 Mai 2019, 01:26

Daniel escreveu:
16 Mai 2019, 15:14
Os caras fazem um planejamento financeiro prevendo uma possível queda a série B. TNC Campello e a corja de canalhas dos beneméritos, vão pra puta que os pariu.

Isso aqui é Vasco não ponte preta, cair pra série B é o caralho.
O nome disso é gestão de risco, não adianta só dizer comigo o Vasco não cai, se não tiver um plano de contesão aos principais riscos os juros sobem muito. Esta de acordo com as melhores praticas do PMI para gestão de projetos.

Os credores vão perguntar: Ese o Vasco cair?

Avatar do usuário
Templario
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 604
Registrado em: 21 Mai 2016, 14:51
Localização: Niterói
Contato:

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por Templario » 17 Mai 2019, 02:15

MAHATMA G CANTALICE escreveu:
16 Mai 2019, 20:31
Se o Vasco for rebaixado para a Série B, não é mais para confiar em Campello.
Vai esperar o desastre pra ver?

Nao basta o golpe para desconfiar?
Imagem

Avatar do usuário
w_crvg
Júnior
Júnior
Mensagens: 2407
Registrado em: 19 Jan 2017, 08:42
Localização: Rio de Janeiro

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por w_crvg » 17 Mai 2019, 08:37

mariobvn escreveu:
16 Mai 2019, 09:09
w_crvg escreveu:
16 Mai 2019, 08:40
O Vasco na merda, na lanterna do campeonato, dando vexame dentro de campo toda rodada...e ainda vem sem noção elogiar presidente golpista que ta afundando o clube
Tem que ter muita falta de vergonha na cara mesmo
Isso é a prova de como o Vasco se tornou clube pequeno nas mãos desses ultimos presidentes.
Prefiro acreditar q a criatura esta fazendo isso só pra irritar a galera. Pq não é possivel que a pessoa seja tão tapada assim

luiscarvalhal
Júnior
Júnior
Mensagens: 1105
Registrado em: 30 Dez 2015, 17:30

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por luiscarvalhal » 17 Mai 2019, 08:54

Esse apoio do casaca a anistia e redução da joia pra sócio estatutário perto do fim do prazo para estar elegível a votar está com cheiro de mensalão no ar. Dadas as circunstâncias, melhor que essas medidas, se aprovadas, entrem em vigor apenas depois desse prazo.

Avatar do usuário
Derek
Júnior
Júnior
Mensagens: 2115
Registrado em: 30 Dez 2015, 16:45

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por Derek » 17 Mai 2019, 09:04

frostbr10 escreveu:
16 Mai 2019, 19:11
marcosvtec escreveu:
16 Mai 2019, 15:48
Ao final de 2018, o Vasco apresentou o maior superávit entre clubes: com R$ 64 milhões. A notícia foi surpreendente para um clube em ruínas ao final de 2017 e ainda enfrentando dificuldades para pagar salários. Mas é fruto de uma restruturação que limitou gastos, renegociou acordos de dívidas e reviu contratos com a Globo. Assim, o clube tem um plano em que sobrevive até a um novo rebaixamento.

A ideia é equacionar a dívida vascaína em cinco anos com uma redução a um patamar em torno de R$ 300 milhões (atualmente está em R$ 580 milhões no total), isto é, em torno da receita prevista de um ano do clube. Para isso, um dos pilares é a contenção de custos mesmo quando o futebol vai mal.

A folha salarial de 2018 foi de R$ 88 milhões, um pouco menor do que a do ano anterior de R$ 90 milhões. Também houve leve queda consideradas todas as despesas que ficaram em R$ 166 milhões. "Estamos preparados para rodar com R$ 200 milhões. Então, tudo que sobra disso, é para redução de dívida", explicou o vice-presidente de Controladoria do Vasco, Adriano Mendes.

No ano passado, foram R$ 261 milhões de receitas e a dívida caiu R$ 93 milhões. Isso explica também o superávit composto na realidade por rendas financeiras originárias de acordos com credores e de trocar os empréstimos com maiores juros por outros com menores juros e com mais prazo.

"A regra é igual para todos os credores. Começam dando para o Vasco uma carência de seis meses, aí pagamos parcelas pequenas e depois passamos a pagar mais. O que garanto para eles é que em cinco anos estará pago. O importante é a credibilidade de saberem que vamos pagar quando tivermos", completou Mendes. No total, o clube tem parcelas de impostos, de Profut, de credores cíveis e empréstimos que representam quase metade das despesas e R$ 14 milhões por mês.

As negociações sobre dívidas vêm sendo feitas pelo clube juntamente com a consultoria KPMG, contratada para auxiliar na reforma da gestão vascaína.

Não adianta, no entanto, fazer acordos se não entrar dinheiro. Em 2018, com toda renda de TV comprometida, foi a venda de Paulinho que garantiu o ano. Mas, para 2019, a aposta é diferente. Uma primeira medida foi renegociar os empréstimos com garantias da Globo, reduzi-los e alongar o restante até 2024.

Para este ano, o clube estima ter direito a R$ 104 milhões em dinheiro do Brasileiro, considerando as variáveis por posições e o pay-per-view. E há um comprometimento de R$ 26 milhões retidos para pagar empréstimos, isto é, haverá mais dinheiro no segundo semestre. Tanto que o orçamento de 2019 prevê R$ 238 milhões em receitas, com apenas R$ 30 milhões de venda de jogadores.

A falta de fluxo de dinheiro no primeiro semestre, no entanto, provoca atrasos salariais: o clube está com um mês de atraso agora em maio.

Mas e, se o Vasco for rebaixado, a recuperação cai por terra? Pela regra atual da Globo, não há mais salvaguarda para os times grandes e a receita total da Série B é de R$ 6 milhões. O time está em último na tabela da Série A. A diretoria vascaína, no entanto, fechou um acordo pelo qual mantém o ganho de pay-per-view em caso de rebaixamento.

Isso significa que, dos R$ 104 milhões do Brasileiro, um valor no patamar de R$ 40 milhões continuaria a entrar nos cofres do clube. Óbvio que isso abalaria a receita (também perderia próximo de R$ 20 milhões em 2019 já que rebaixado não ganha cota por posição), mas não quebraria o clube.

"Poderia atrasar a recuperação. Mas temos acordos com os credores para esse caso", contou Mendes. "Seria uma camisa menor, faríamos as despesas caberem nela." Mas o vice-presidente de Controladoria entende que, com uma folha salarial que é a 10a do país em valor, é possível evitar a queda e que a situação do clube na tabela é momentânea.

Em paralelo a esse plano B, a diretoria vascaína tem um planejamento de alavancar as receitas do clube por meio da reforma de São Januário e do sócio-torcedor. A ampliação do estádio seria com financiamento externo e os recursos gerados pela arena pagariam a conta (estimada em R$ 214 milhões). No caso do sócio-torcedor, como a base é pequena, estima-se que se consiga quase dobrar a receita em 2019 (de R$ 12 milhões para R$ 23 milhões).

Esse parece um sonho distante para o Vasco neste momento em que briga no final da tabela. Mas clubes como Flamengo, Grêmio e Palmeiras, que se recuperaram financeiramente, passaram por trajetórias similares de dificuldade esportiva. A questão é o quanto a diretoria vascaína vai se ater ao seu plano no meio das turbulências
Esse VP e o Bruno Maia carregam essa adm nas costas. Sem eles pra passar um pouco de credibilidade o Golpello ja tinha caído a muito tempo.
BM é um falastrão.

fala muito e pouco faz. E joga pra torcida direto.

Avatar do usuário
frostbr10
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 762
Registrado em: 18 Mar 2018, 17:05

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por frostbr10 » 17 Mai 2019, 09:07

Derek escreveu:
17 Mai 2019, 09:04
frostbr10 escreveu:
16 Mai 2019, 19:11
marcosvtec escreveu:
16 Mai 2019, 15:48
Ao final de 2018, o Vasco apresentou o maior superávit entre clubes: com R$ 64 milhões. A notícia foi surpreendente para um clube em ruínas ao final de 2017 e ainda enfrentando dificuldades para pagar salários. Mas é fruto de uma restruturação que limitou gastos, renegociou acordos de dívidas e reviu contratos com a Globo. Assim, o clube tem um plano em que sobrevive até a um novo rebaixamento.

A ideia é equacionar a dívida vascaína em cinco anos com uma redução a um patamar em torno de R$ 300 milhões (atualmente está em R$ 580 milhões no total), isto é, em torno da receita prevista de um ano do clube. Para isso, um dos pilares é a contenção de custos mesmo quando o futebol vai mal.

A folha salarial de 2018 foi de R$ 88 milhões, um pouco menor do que a do ano anterior de R$ 90 milhões. Também houve leve queda consideradas todas as despesas que ficaram em R$ 166 milhões. "Estamos preparados para rodar com R$ 200 milhões. Então, tudo que sobra disso, é para redução de dívida", explicou o vice-presidente de Controladoria do Vasco, Adriano Mendes.

No ano passado, foram R$ 261 milhões de receitas e a dívida caiu R$ 93 milhões. Isso explica também o superávit composto na realidade por rendas financeiras originárias de acordos com credores e de trocar os empréstimos com maiores juros por outros com menores juros e com mais prazo.

"A regra é igual para todos os credores. Começam dando para o Vasco uma carência de seis meses, aí pagamos parcelas pequenas e depois passamos a pagar mais. O que garanto para eles é que em cinco anos estará pago. O importante é a credibilidade de saberem que vamos pagar quando tivermos", completou Mendes. No total, o clube tem parcelas de impostos, de Profut, de credores cíveis e empréstimos que representam quase metade das despesas e R$ 14 milhões por mês.

As negociações sobre dívidas vêm sendo feitas pelo clube juntamente com a consultoria KPMG, contratada para auxiliar na reforma da gestão vascaína.

Não adianta, no entanto, fazer acordos se não entrar dinheiro. Em 2018, com toda renda de TV comprometida, foi a venda de Paulinho que garantiu o ano. Mas, para 2019, a aposta é diferente. Uma primeira medida foi renegociar os empréstimos com garantias da Globo, reduzi-los e alongar o restante até 2024.

Para este ano, o clube estima ter direito a R$ 104 milhões em dinheiro do Brasileiro, considerando as variáveis por posições e o pay-per-view. E há um comprometimento de R$ 26 milhões retidos para pagar empréstimos, isto é, haverá mais dinheiro no segundo semestre. Tanto que o orçamento de 2019 prevê R$ 238 milhões em receitas, com apenas R$ 30 milhões de venda de jogadores.

A falta de fluxo de dinheiro no primeiro semestre, no entanto, provoca atrasos salariais: o clube está com um mês de atraso agora em maio.

Mas e, se o Vasco for rebaixado, a recuperação cai por terra? Pela regra atual da Globo, não há mais salvaguarda para os times grandes e a receita total da Série B é de R$ 6 milhões. O time está em último na tabela da Série A. A diretoria vascaína, no entanto, fechou um acordo pelo qual mantém o ganho de pay-per-view em caso de rebaixamento.

Isso significa que, dos R$ 104 milhões do Brasileiro, um valor no patamar de R$ 40 milhões continuaria a entrar nos cofres do clube. Óbvio que isso abalaria a receita (também perderia próximo de R$ 20 milhões em 2019 já que rebaixado não ganha cota por posição), mas não quebraria o clube.

"Poderia atrasar a recuperação. Mas temos acordos com os credores para esse caso", contou Mendes. "Seria uma camisa menor, faríamos as despesas caberem nela." Mas o vice-presidente de Controladoria entende que, com uma folha salarial que é a 10a do país em valor, é possível evitar a queda e que a situação do clube na tabela é momentânea.

Em paralelo a esse plano B, a diretoria vascaína tem um planejamento de alavancar as receitas do clube por meio da reforma de São Januário e do sócio-torcedor. A ampliação do estádio seria com financiamento externo e os recursos gerados pela arena pagariam a conta (estimada em R$ 214 milhões). No caso do sócio-torcedor, como a base é pequena, estima-se que se consiga quase dobrar a receita em 2019 (de R$ 12 milhões para R$ 23 milhões).

Esse parece um sonho distante para o Vasco neste momento em que briga no final da tabela. Mas clubes como Flamengo, Grêmio e Palmeiras, que se recuperaram financeiramente, passaram por trajetórias similares de dificuldade esportiva. A questão é o quanto a diretoria vascaína vai se ater ao seu plano no meio das turbulências
Esse VP e o Bruno Maia carregam essa adm nas costas. Sem eles pra passar um pouco de credibilidade o Golpello ja tinha caído a muito tempo.
BM é um falastrão.

fala muito e pouco faz. E joga pra torcida direto.
Bom é Lasa, Habibs e Diadora. :rast:

Avatar do usuário
Derek
Júnior
Júnior
Mensagens: 2115
Registrado em: 30 Dez 2015, 16:45

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por Derek » 17 Mai 2019, 09:12

Não fiz nenhuma comparação aqui, mas ele não faz nada de relevante a não ser ir no twitter pedir pra torcida implorar empresa pra ajudar o clube ou ir no twitter de alguma personalidade rica pedir ajuda.

Ah não se esqueça dos patrocínios no estilo permuta.

A marca Vasco ainda é maior do que contratos de permuta.

Avatar do usuário
Gabrielleao
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 5907
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:06

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por Gabrielleao » 17 Mai 2019, 09:14

frostbr10 escreveu:
17 Mai 2019, 09:07
Derek escreveu:
17 Mai 2019, 09:04
frostbr10 escreveu:
16 Mai 2019, 19:11


Esse VP e o Bruno Maia carregam essa adm nas costas. Sem eles pra passar um pouco de credibilidade o Golpello ja tinha caído a muito tempo.
BM é um falastrão.

fala muito e pouco faz. E joga pra torcida direto.
Bom é Lasa, Habibs e Diadora. :rast:
O vasco vive um serio problema de critério.

Não é por que o Eurico era um lixo e seu VP's incompetentes (para falar o minimo né...) que temos que aceitar um trabalho um pouco melhor.

O Bernado Pontes da epoca do Dinamite dava de 1000 no Bruno Maia.

Avatar do usuário
BVasco93
Júnior
Júnior
Mensagens: 2343
Registrado em: 15 Dez 2016, 22:28

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por BVasco93 » 17 Mai 2019, 09:15

luiscarvalhal escreveu:
17 Mai 2019, 08:54
Esse apoio do casaca a anistia e redução da joia pra sócio estatutário perto do fim do prazo para estar elegível a votar está com cheiro de mensalão no ar. Dadas as circunstâncias, melhor que essas medidas, se aprovadas, entrem em vigor apenas depois desse prazo.
Tomara que o golpista sustente até o final do mandato e Brant vença as próximas eleições!!

Pq se essa turma do Eurico tomar o Vasco de novo, vai ser uma grande tragédia!!
Imagem

Avatar do usuário
Derek
Júnior
Júnior
Mensagens: 2115
Registrado em: 30 Dez 2015, 16:45

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por Derek » 17 Mai 2019, 09:22

Gabrielleao escreveu:
17 Mai 2019, 09:14
frostbr10 escreveu:
17 Mai 2019, 09:07
Derek escreveu:
17 Mai 2019, 09:04

BM é um falastrão.

fala muito e pouco faz. E joga pra torcida direto.
Bom é Lasa, Habibs e Diadora. :rast:
O vasco vive um serio problema de critério.

Não é por que o Eurico era um lixo e seu VP's incompetentes (para falar o minimo né...) que temos que aceitar um trabalho um pouco melhor.

O Bernado Pontes da epoca do Dinamite dava de 1000 no Bruno Maia.
Obrigado.

Avatar do usuário
frostbr10
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 762
Registrado em: 18 Mar 2018, 17:05

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por frostbr10 » 17 Mai 2019, 09:24

Gabrielleao escreveu:
17 Mai 2019, 09:14
frostbr10 escreveu:
17 Mai 2019, 09:07
Derek escreveu:
17 Mai 2019, 09:04

BM é um falastrão.

fala muito e pouco faz. E joga pra torcida direto.
Bom é Lasa, Habibs e Diadora. :rast:
O vasco vive um serio problema de critério.

Não é por que o Eurico era um lixo e seu VP's incompetentes (para falar o minimo né...) que temos que aceitar um trabalho um pouco melhor.

O Bernado Pontes da epoca do Dinamite dava de 1000 no Bruno Maia.
Outra realidade. Tão cedo não veremos mamatas como Eletrobrás e Caixa.
O ano chave pro Bruno vai ser 2020. Se o meuVascoBMG não vingar, criará uma enorme pressão pra ele arrumar um master decente e jogar o BMG pra manga. Até lá mantenho minha opinião.

Avatar do usuário
Derek
Júnior
Júnior
Mensagens: 2115
Registrado em: 30 Dez 2015, 16:45

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por Derek » 17 Mai 2019, 09:27

até pq o master de 4 mi ano, é bem decente.

Dodo
Promessa
Promessa
Mensagens: 209
Registrado em: 30 Jan 2018, 20:50

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por Dodo » 17 Mai 2019, 09:43

Estão encarando a série B como fato normal, ir pra lá é uma catástrofe pra imagem do clube q já foi 3x pra lá. Vai se igualar aos títulos brasileiros. Hj estamos empatados com: Coritiba Sport Figueirense Ponte Preta Avaí América Mineiro. Se for rebaixado seremos parceiros do Vitória.

Não seria mais fácil ficar entre os 16. Convenhamos não é difícil. É um time pequeno vestido de Vasco apenas.

Daniel Ferreiro
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 543
Registrado em: 31 Dez 2015, 16:18

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por Daniel Ferreiro » 17 Mai 2019, 09:47

Que história é essa de anistia. Anistia ja teve no ano passado. Campelo tem q vir a público explicar isso. O site casaca está informando nova anistia. Tem q reduzir o valor da joia. Se tiver anistia é mais um golpe contra o nosso combalido clube destruído pela família Miranda.

Avatar do usuário
Gabrielleao
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 5907
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:06

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por Gabrielleao » 17 Mai 2019, 09:52

frostbr10 escreveu:
17 Mai 2019, 09:24
Gabrielleao escreveu:
17 Mai 2019, 09:14
frostbr10 escreveu:
17 Mai 2019, 09:07


Bom é Lasa, Habibs e Diadora. :rast:
O vasco vive um serio problema de critério.

Não é por que o Eurico era um lixo e seu VP's incompetentes (para falar o minimo né...) que temos que aceitar um trabalho um pouco melhor.

O Bernado Pontes da epoca do Dinamite dava de 1000 no Bruno Maia.
Outra realidade. Tão cedo não veremos mamatas como Eletrobrás e Caixa.
O ano chave pro Bruno vai ser 2020. Se o meuVascoBMG não vingar, criará uma enorme pressão pra ele arrumar um master decente e jogar o BMG pra manga. Até lá mantenho minha opinião.
Mas não é só questão da mamata não, o Bernado Pontes na epoca conseguiu para o vasco, da caixa, um valor maior que Atletico-MG e os outros clubes tirando Corinthians e Flamengo, a BMG paga para o vasco metade do que paga para o Atletico-MG.

Sendo bem claro, o patrocínio da MRV que era 3.5 milhões ao ano é melhor que esses 4 milhões da BMG (se contar a inflação), para você ver o absurdo que é aceitar esse valor.

strogonoff
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 889
Registrado em: 31 Dez 2015, 13:18

Re: ALEXANDRE CAMPELLO (ATUAL PRESIDENTE) IX

Mensagem por strogonoff » 17 Mai 2019, 17:27

Gabrielleao escreveu:
17 Mai 2019, 09:52
frostbr10 escreveu:
17 Mai 2019, 09:24
Gabrielleao escreveu:
17 Mai 2019, 09:14


O vasco vive um serio problema de critério.

Não é por que o Eurico era um lixo e seu VP's incompetentes (para falar o minimo né...) que temos que aceitar um trabalho um pouco melhor.

O Bernado Pontes da epoca do Dinamite dava de 1000 no Bruno Maia.
Outra realidade. Tão cedo não veremos mamatas como Eletrobrás e Caixa.
O ano chave pro Bruno vai ser 2020. Se o meuVascoBMG não vingar, criará uma enorme pressão pra ele arrumar um master decente e jogar o BMG pra manga. Até lá mantenho minha opinião.
Mas não é só questão da mamata não, o Bernado Pontes na epoca conseguiu para o vasco, da caixa, um valor maior que Atletico-MG e os outros clubes tirando Corinthians e Flamengo, a BMG paga para o vasco metade do que paga para o Atletico-MG.

Sendo bem claro, o patrocínio da MRV que era 3.5 milhões ao ano é melhor que esses 4 milhões da BMG (se contar a inflação), para você ver o absurdo que é aceitar esse valor.
nao entendo esse endeusamento do Bruno tb. Marketing do Vasco na melhor das hipoteses é OK. o Vasco nao tem nada de diferente com relação a marketing, nenhum patrocinio decente nem nada

Trancado

Voltar para “Galeria NETVASCO - Dirigentes, Eleições & Personalidades”