PAVILHÃO (ESCUDO E BANDEIRA) DO VASCO

Informações Históricas sobre o Club de Regastas Vasco da Gama em todos os tempos.
Avatar do usuário
edwardlinkeman
Grande Benemérito
Grande Benemérito
Mensagens: 2553
Registrado em: 23 Dez 2015, 18:40
Localização: Ipanema/RJ

PAVILHÃO (ESCUDO E BANDEIRA) DO VASCO

Mensagem por edwardlinkeman » 24 Dez 2015, 09:32

BANDEIRA

A atual bandeira vascaína é preta, com uma faixa diagonal branca partindo do canto superior esquerdo, a Cruz de Malta em vermelho no centro e oito estrelas douradas, dispostas em duas fileiras horizontais de quatro estrelas cada, no canto superior direito. As oito estrelas representam as conquistas do Campeonato Invicto de Terra-e-Mar de 1945, dos dois Campeonatos Sul-Americanos em 1948 e 1998, da Mercosul de 2000 e dos quatro Campeonatos Brasileiros em 1974, 1989, 1997 e 2000.

Fonte:

http://www.crvascodagama.com/?display=CLUBE-3#ancora4

Vamos ao que diz o Estatuto do :crvg: :

Art. 7º - O pavilhão do Clube é preto, com uma faixa branca em diagonal partindo do canto superior do lado da tralha, a Cruz de Malta em vermelho no centro e na parte superior duas estrelas douradas, uma ao lado da outra; uma delas simbolizando as conquistas dos Campeonatos Invicto de Mar e Terra no ano de 1945 e a outra a do Campeonato Brasileiro de Futebol do ano de 1974. As cores da bandeira e a Cruz de Malta serão reproduzidas nos uniformes, emblemas e insígnias usadas pelo Clube.

Fonte:

http://www.crvascodagama.com/?display=CLUBE-1
Imagem

PADRE MIGUEL É A CAPITAL DA ESCOLA DE SAMBA QUE BATE MELHOR NO CARNAVAL!

Avatar do usuário
GilsonVGPR
Júnior
Júnior
Mensagens: 2424
Registrado em: 31 Dez 2015, 12:13
Localização: Campos dos Goyta City - RJ

Re: PAVILHÃO (ESCUDO E BANDEIRA) DO VASCO

Mensagem por GilsonVGPR » 21 Mai 2019, 17:34

Cruz adotada pelos fundadores do Vasco foi inspirada por pinturas do artista português Roque Gameiro; conheça a história
Terça-feira, 21/05/2019 - 06:33
A CRUZ ENCARNADA DO VASCO É A CRUZ DA ORDEM DE CRISTO

ARTISTA PORTUGUÊS INSPIROU A CRUZ ENCARNADA NA FUNDAÇÃO DO CLUB
Imagem

Há um tempo atrás, tivemos oportunidade de fazer breves considerações sobre a "A Cruz de Malta" como símbolo vascaíno.

Imagem

Após nos debruçarmos em longa pesquisa, conseguimos de elucidar várias dúvidas que foram mantidas como mito por anos a fio.

h[img]ttp://www.netvasco.com.br/news/noticias16/arq ... cional.jpg[/img]

Como já dissemos, o tempo é o elemento corrosivo da memória oral. Perderam-se a sabedoria dos pioneiros vascaínos, os pormenores do contexto da fundação e o porquê da vontade dos fundadores designarem, em ata da assembléia geral, a Cruz de Cristo vascaína como "Cruz de Malta Encarnada" quando da criação do primeiro uniforme do Club (06/09/1898). Memórias perdidas com o passar dos anos, de modo que, nos festejos do cinquentenário do Vasco (1948), já se havia esquecido por completo. O que era de conhecimento comum e não escrito, sumira da lembrança!

Imagem

Resgatamos, por exemplo, que a vontade dos fundadores foi a de se adotar a Cruz de Cristo encarnada como ficou registrada na iconografia da época, que em sua maior parte buscou a simplificação, sem que se contivesse a cruz branca interna na mesma cruz da Ordem de Cristo. Revelamos também que, no contexto da época, independentemente da vinculação com o Club, a designação "Cruz de Malta" tinha um caráter popular que se referia ao design heráldico das cruzes páteas (toda cruz, independentemente da ordem religiosa e equestre, que tenha pontas abertas é uma cruz pátea) e assim verificamos que não se tratava da cruz da Ordem dos Hospitalários de Malta, e sim da cruz da Ordem Militar de Cristo enquanto designativo (nome) próprio da referida Ordem.

Imagem

Por óbvio, em Portugal, ninguém se referirá à cruz pátea da Ordem de Cristo como sendo uma "Cruz de Malta", pois se trata de um símbolo nacional enraigado na história lusitana! Já no estrangeiro, há diversos casos de se referirem à Cruz (da Ordem Militar) de Cristo como sendo uma "Cruz de Malta", e assim era também em nosso país ao tempo da fundação do Club de Regatas Vasco da Gama, como exemplificamos em nosso artigo anterior.

Imagem

Ainda esclarecemos que o signo do Club tem relação direta com a história das grandes navegações portuguesas, em especial, com os festejos do IV Centenário do Descobrimento do Caminho das Índias por Vasco da Gama (1898), sem nenhuma conotação com qualquer outra Ordem religiosa militar e equestre (leia o artigo completo acessando o link:
http://www.memoriavascaina.com/2016/01/ ... uz-do.html).

Imagem
Seguindo o critério adotado pelos fundadores para o signo do Club, temos as naus da esquadra de Vasco da Gama, que aportou em Calicute em 20 de maio de 1498 - e, como todos sabemos, em suas velas estava estampada a Cruz da Ordem Militar de Cristo.

Imagem
A Cruz de Cristo encarnada e simplificada por Roque Gameiro nas velas portuguesas A Partida de Vasco da Gama para a Índia em 1497 - Acervo: Biblioteca Nacional de Lisboa

Imagem
A Cruz de Cristo encarnada e simplificada por Roque Gameiro nas velas portuguesas Na chegada de Vasco da Gama a Calicute em 1498 - Acervo: Biblioteca Nacional de Lisboa

Diante do contexto histórico no momento da fundação, duas obras se destacam e serviram de esteio para a adoção da cruz encarnada: as gravuras produzidas por Roque Gameiro, uma sobre a partida da esquadra do navegante português; a outra com a chegada a Calicute. Nelas estão representadas, nas velas da esquadra de nosso patrono, a Cruz de Cristo, inteiramente encarnada, simplificada pelo afamado artista, e que serviu de inspiração para a adoção da mesma cruz pelos pioneiros fundadores! Essa é a origem da Cruz do Vasco, encarnada, grega (formato quadrado), e pátea (pontas abertas), resultado de uma liberdade artística do tempo dos festejos do IV Centenário do Descobrimento dos Caminhos das Índias!

Imagem
A Cruz de Cristo estampada no uniforme dos campeões do Torneio Teresa Herrera em 1957 acervo: Centro de Memória do Club de Regatas Vasco da Gama
Vascainidades:

(1) Um pouco sobre Roque Gameiro, no seu tempo - publicado em 06 de abril de 1898 pelo jornal português O Seculo: "Poucos artistas tem conseguido evidenciar-se de forma tão notável, de maneira tão distincta, impondo-se pelo trabalho e pelo seu talento como Roque Gameiro, alheio a cateries e a reclamos, modestissimo e ingenitamente bondoso.
O seu nome assoma a todos os labios quando se tratam questões de arte, e com lidima razão. Roque Gameiro, alem de ser hoje o nosso primeiro aquearellista é, sem duvida, tambem um de nossos mais laureados desenhadores. Dispondo de aptidões de trabalho que completam as suas magnificas qualidades de artista, Roque Gameiro é dos que mais produzem, senão aquelle que mais produz.
Os trabalhos que a rubrica elegante do seu nome salientam á attenção publica são sem conta. Ainda ultimamente o publico teve occasião de o palmear pelo symbolico e bisarrantre cartaz do Centenario, bem como pelo gracioso quadrosinho destinado a brinde da Casa Bertrand, e representando a chegada de Vasco da Gama a Calecut.
Entre muitas aquarellas e desenhos que presentemente occupam a prodigiosa actividade do sympathico artista, destacam-se os seguintes trabalhdos destinados ao Seculo: aquarella para capa do Album Commemorativo do Centenario e uma grandiosa aquarella representando Mousinho de ALbuquerque na companha contra os namarraes, que servirá de primeiro brinde ao assignantes da Madame Sans-Géne.
Finalisando esta noticia damos aos nossos leitores a boa nova de que o nosso distincto collaborador artistico illustrará com delicadas vinhetas o romance historico que Seculo vae encetar brevemente em folhetins, devido á penna de Anonio Campos Junior, e que terá por titulo Guerreiro e monge.
Desnecessario é augurar á publicação um successo, visto por si só garantia bastante de que o novo folhetim do Seculo constituirá um verdadeiro acontecimento." (grafia da época)
(2) O Vasco quase foi Azul e Branco, mas a Cruz de Cristo era definitiva! - O fundador José Lopes de Freitas, um dos 4 pioneiros que idealizou o Club de Regatas Vasco da Gama, e pouco antes de sua morte em 1942, teve relação muito próxima com o Grande Benemérito Álvaro Nascimento, cognominado Cascadura, tendo transmitido a este todas as suas lembranças acerca da fundação, que foram no entanto, esparsamente difundidas. Tanto José Lopes de Freitas, quanto Cascadura eram homens da imprensa, tendo este último trabalhado no jornal Rio Sportivo nos primórdios do futebol, e com Mario Filho trabalhou também no Jornal dos Sports. Em homenagem a José Lopes de Freitas, que utilizava o pseudônimo de "Zé da Praia", adotou Cascadura o pseudônimo de Zé de São Januário, ao escrever durante muitos anos a coluna "Uma Pedrinha na Chuteira". Por conta dessa colaboração, alguma informação sobre a fundação do Vasco foi retransmitida a Mário Filho, que por sua vez era sócio de Roberto Marinho no Globo Sportivo. Numa dessas colunas escritas por Mário Filho no Globo Sportivo de 24 de agosto de 1945, externou um desses detalhes sobre a escolha do signo e das cores vascaínas que reproduzimos abaixo:

Imagem

---
Nossos agradecimentos à historiadora Glaucia dos Santos Garcia, ao pesquisador Alexandre Mesquita, e ao historiador Walmer Peres Santana.

Fonte: Memória Vascaína
Matéria NetVasco: http://www.netvasco.com.br/n/231017/cru ... a-historia
𝒞. 𝑅. 𝒱𝒜𝒮𝒞𝒪 𝒟𝒜 𝒢𝒜𝑀𝒜 -> 𝒞𝒪𝒩𝒬𝒰𝐼𝒮𝒯𝒪𝒰: 𝒮𝒰𝐿-𝒜𝑀𝐸𝑅𝐼𝒞𝒜𝒩𝒪 𝒟𝐸 𝒞𝐿𝒰𝐵𝐸𝒮 𝒞𝒜𝑀𝒫𝐸𝒪̃𝐸𝒮 𝒟𝐸 𝟣𝟫𝟦𝟪 (𝒫𝑅𝐸𝒞𝒰𝑅𝒮𝒪𝑅 𝒟𝒜 𝒯𝒜Ç𝒜 𝐿𝐼𝐵𝐸𝑅𝒯𝒜𝒟𝒪𝑅𝐸𝒮 𝒟𝒜 𝒜𝑀𝐸́𝑅𝐼𝒞𝒜 𝐸 𝒟𝒜 𝒰𝐸𝐹𝒜 𝒞𝐻𝒜𝑀𝒫𝐼𝒪𝒩𝒮 𝐿𝐸𝒜𝒢𝒰𝐸). | 𝒯𝒪𝑅𝒩𝐸𝐼𝒪 𝐼𝒩𝒯𝐸𝑅𝒩𝒜𝒞𝐼𝒪𝒩𝒜𝐿 𝒟𝐸 𝒫𝒜𝑅𝐼𝒮 𝒟𝐸 𝟣𝟫𝟧𝟩 (𝒫𝑅𝐸𝒞𝒰𝑅𝒮𝒪𝑅 𝒟𝒜 𝒞𝒪𝒫𝒜 𝐼𝒩𝒯𝐸𝑅𝒞𝒪𝒩𝒯𝐼𝒩𝐸𝒩𝒯𝒜𝐿 / 𝒯𝒪𝑅𝒩𝐸𝐼𝒪 𝑀𝒰𝒩𝒟𝐼𝒜𝐿 𝒟𝐸 𝒞𝐿𝒰𝐵𝐸𝒮). 𝒞𝒪𝒩𝐹𝐼𝑅𝒜 𝒜𝒬𝒰𝐼.

Avatar do usuário
Cassio Brunizio
Júnior
Júnior
Mensagens: 1167
Registrado em: 02 Dez 2016, 06:46

Re: PAVILHÃO (ESCUDO E BANDEIRA) DO VASCO

Mensagem por Cassio Brunizio » 21 Mai 2019, 18:18

Uma curiosidade, sabem porque o vasco teve uma camisa templária não muito tempo atrás?
Pois bem, a cruz no escudo do clube, se trata de uma Cruz Pátea, dos templários, e não de malta como a maioria pensa.

Avatar do usuário
GilsonVGPR
Júnior
Júnior
Mensagens: 2424
Registrado em: 31 Dez 2015, 12:13
Localização: Campos dos Goyta City - RJ

Re: PAVILHÃO (ESCUDO E BANDEIRA) DO VASCO

Mensagem por GilsonVGPR » 22 Mai 2019, 10:19

Significado de Cruz de malta

O que é Cruz de malta:

Imagem

A Cruz de Malta é o símbolo da Ordem de Malta, uma organização de cavaleiros cristãos que surgiu durante as Cruzadas, no século XI. Também é chamada de Cruz de Amalfi ou Cruz de São João e está na categoria das cruzes páteas.

É também o símbolo que vai no escudo do Vasco da Gama, time de futebol da cidade do Rio de Janeiro, embora apresente algumas diferenças no desenho entre a cruz de malta usada pelo Vasco e aquela que representa a ordem militar.

Seu formato por vezes é associado à Cruz de Ferro, um símbolo utilizado pelos nazistas durante a segunda guerra mundial. Mas a cruz de malta não é, e nunca foi um símbolo nazista. A cruz de ferro é uma condecoração militar criada no Reino da Prússia no começo do século XIX. É uma condecoração exclusiva em tempos de guerra, e foi usada pelo Terceiro Reich como reconhecimento de bravura e liderança no campo de batalha.

Durante o período nazista na Alemanha, a Cruz de Ferro levava uma suástica no centro. Depois de proibidos os símbolos nazistas, a suástica cravada na cruz foi substituída por um ramo de folhas de carvalho.

Saiba mais sobre o significado da suástica.

A cruz de malta é também o símbolo místico do Conde de Saint Germain. De acordo com a organização Sociedade Teosófica, Saint Germain é figura histórica intitulada como "mestre ascenso do sétimo raio" e quem emana a chama violeta, a força espiritual mais forte do planeta.

A Cruz-de-Malta é uma planta aquática de nome científico Ludwigia Sedioides. Encontra-se a cruz-de-malta em lagos ou lugares com pouca correnteza. Ela é famosa por sua beleza, por suas folhas montarem um mosaico de cores entre o verde e o vermelho.
(Grifos nossos, veja. ->)
cruz-de-malta substantivo feminino ANGIOSPERMAS
1.design. comum a diversas plantas do gên. Jussiaea, sinonimizado com Ludwigia, da fam. das onagráceas; camarambaia, cruz, erva-de-bicho, mãos-de-sapo. 2.m.q. MURURÉ ( Ludwigia repens ). 3.m.q. SALSA-DO-BREJO ( Ludwigia anastomosans ) ☞ cf. CRUZ DE MALTA.
Fonte: https://www.google.com/search?biw=1017& ... z-de-malta

Imagem

Fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Ludwigia_sedioides
Cruz de malta como símbolo do Vasco da Gama

Imagem

A cruz vermelha que estampa o escudo do do Clube de Regatas Vasco da Gama pode também ser chamada de cruz de malta, sem ocorrer em um erro histórico. Isto porque ela remonta à cruz pátea utilizada pelas ordens militares cristãs na época dos descobrimentos, momento anterior à Ordem de Malta estabelecer a cruz com as pontas em V como símbolo oficial.

A relação com Portugal da cruz de malta, e consequentemente com o Vasco da Gama, se dá em função do Priorado do Crato, propriedade da Ordem de Malta e que exercia força política no território português desde o século XIV.


Ao longo das décadas, e dos diferentes uniformes e escudos que o time de futebol Vasco da Gama já usou, encontram-se cruzes de diferentes espessuras, muitas bem parecidas com a Cruz da Ordem de Cristo, um dos símbolos de Portugal. Mas a Cruz da Ordem de Cristo tem outra cruz de linhas retas em branco por dentro da cruz vermelha, enquanto a cruz de malta é preenchida toda na mesma cor.

Cruz de malta e a ordem de malta

A Ordem de Malta, ou pelo seu nome completo Ordem Soberana e Militar Hospitalária de São João de Jerusalém, de Rodes e de Malta, é uma ordem de cavaleiros templários com origem em 1099. Eles prestavam serviços hospitalares, cuidando de feridos nas guerras, assim como garantiam militarmente a expansão do cristianismo. Foram uma das organizações mais poderosas da região mediterrânica na época.

Imagem

Na época das Cruzadas, as ordens de cavaleiros cristãos usavam como símbolo a cruz pátea. As cruzes páteas formaram uma categorias de cruzes de diferentes espessuras, mas que tinham como característica as pontas com largura mais ampla do que o centro das hastes. As cores variavam conforme a atividade. Os cavaleiros templários ostentavam uma cruz pátea vermelha em fundo prateado durante as Cruzadas.

A cruz de malta é classificada como uma cruz pátea, embora na Idade Moderna apresente um formato um pouco diferente daquele usado pelos Templários. Desde o século XVI, o símbolo oficial da Ordem de Malta passou a ser uma cruz com as pontas em V, normalmente exibida em prata com fundo preto.

Saiba mais sobre o significado do símbolo da cruz.

Fonte: https://www.significados.com.br/cruz-de-malta/
𝒞. 𝑅. 𝒱𝒜𝒮𝒞𝒪 𝒟𝒜 𝒢𝒜𝑀𝒜 -> 𝒞𝒪𝒩𝒬𝒰𝐼𝒮𝒯𝒪𝒰: 𝒮𝒰𝐿-𝒜𝑀𝐸𝑅𝐼𝒞𝒜𝒩𝒪 𝒟𝐸 𝒞𝐿𝒰𝐵𝐸𝒮 𝒞𝒜𝑀𝒫𝐸𝒪̃𝐸𝒮 𝒟𝐸 𝟣𝟫𝟦𝟪 (𝒫𝑅𝐸𝒞𝒰𝑅𝒮𝒪𝑅 𝒟𝒜 𝒯𝒜Ç𝒜 𝐿𝐼𝐵𝐸𝑅𝒯𝒜𝒟𝒪𝑅𝐸𝒮 𝒟𝒜 𝒜𝑀𝐸́𝑅𝐼𝒞𝒜 𝐸 𝒟𝒜 𝒰𝐸𝐹𝒜 𝒞𝐻𝒜𝑀𝒫𝐼𝒪𝒩𝒮 𝐿𝐸𝒜𝒢𝒰𝐸). | 𝒯𝒪𝑅𝒩𝐸𝐼𝒪 𝐼𝒩𝒯𝐸𝑅𝒩𝒜𝒞𝐼𝒪𝒩𝒜𝐿 𝒟𝐸 𝒫𝒜𝑅𝐼𝒮 𝒟𝐸 𝟣𝟫𝟧𝟩 (𝒫𝑅𝐸𝒞𝒰𝑅𝒮𝒪𝑅 𝒟𝒜 𝒞𝒪𝒫𝒜 𝐼𝒩𝒯𝐸𝑅𝒞𝒪𝒩𝒯𝐼𝒩𝐸𝒩𝒯𝒜𝐿 / 𝒯𝒪𝑅𝒩𝐸𝐼𝒪 𝑀𝒰𝒩𝒟𝐼𝒜𝐿 𝒟𝐸 𝒞𝐿𝒰𝐵𝐸𝒮). 𝒞𝒪𝒩𝐹𝐼𝑅𝒜 𝒜𝒬𝒰𝐼.

Avatar do usuário
MegaVascoDG
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 556
Registrado em: 15 Dez 2017, 01:31

Re: PAVILHÃO (ESCUDO E BANDEIRA) DO VASCO

Mensagem por MegaVascoDG » 22 Mai 2019, 15:40

Club De Regatas VASCO DA GAMA o Club com a história mais rica e linda do futebol.
Tópico muito bom, obrigado por postar ! :band:
:band: Respeitem a vontade da torcida, Júlio Brant é o verdadeiro presidente do Gigante Da Colina ! :band:

Avatar do usuário
Vinan
Júnior
Júnior
Mensagens: 3322
Registrado em: 22 Mar 2018, 16:13

Re: PAVILHÃO (ESCUDO E BANDEIRA) DO VASCO

Mensagem por Vinan » 23 Mai 2019, 12:03

Muito interessante! Aliás o uniforme usado no copa Teresa Herrera acima deveria ser reproduzido, muito lindo!

Avatar do usuário
GilsonVGPR
Júnior
Júnior
Mensagens: 2424
Registrado em: 31 Dez 2015, 12:13
Localização: Campos dos Goyta City - RJ

Re: PAVILHÃO (ESCUDO E BANDEIRA) DO VASCO

Mensagem por GilsonVGPR » 23 Mai 2019, 12:46

(...)
A escolha do nome, pavilhão e emblema

Inspirados pelas celebrações do quarto centenário da descoberta do caminho marítimo para as Índias, os fundadores da nova agremiação lhe deram o nome de Club de Regatas Vasco da Gama, para cujo pavilhão foi escolhido o fundo preto, representando os mares ignotos do Oriente; atravessado por uma faixa branca, inicialmente horizontal, mas logo mudada para diagonal, representando a rota desbravada pelo almirante português; com uma Cruz de Malta no centro, símbolo ostentado pelas caravelas portuguesas da época dos "descobrimentos".
Imagem Imagem


Em 1903, foi adotado um emblema circular que exibia uma caravela com a Cruz de Malta e, em 1922, foi criado o escudo atual, onde a caravela aparece no centro do fundo negro cortado pela diagonal branca, com as iniciais CR e VG entrelaçadas, respectivamente, acima e abaixo da faixa diagonal.

Imagem Imagem


O simbolismo da Cruz de Malta

A guisa de curiosidade, vale mencionar o duplo erro de interpretação que foi cometido na adoção da Cruz de Malta como símbolo do Vasco: o primeiro, heráldico; o segundo, histórico. Segundo os manuais de heráldica, a cruz escolhida para o emblema do Vasco é na realidade chamada de Cruz Patée, ou Pátea, segundo algumas traduções. A Cruz de Malta possui um formato diferente, no qual cada um dos quatro braços da cruz é bifurcado. Mas o fato é que o Estatuto do Clube sempre utilizou esta designação para o símbolo que representa o Vasco. Por outro lado, nem uma nem outra cruz nada tem a ver com Portugal e sua história, e muito menos com o navegador Vasco da Gama. A cruz que as suas naus portavam, assim como todas as caravelas portuguesas, era na realidade a Cruz de Cristo, instituída pelo Rei D. Diniz no século XIV, e que era outorgada aos navegadores lusos em reconhecimento aos seus feitos no além-mar.

Imagem

(...)

Fonte: https://www.netvasco.com.br/mauroprais/ ... stor1.html

Nota:

"Jamais terás a cruz, este é meu batismo, seja a Cruz de Cristo, a Cruz de Malta, a Cruz Pátea, são todas nossas. :band:

"O SEGUNDO HINO DO VASCO
(Música de Ernani Corrêa e Letra de João de Freitas. Composto em ano desconhecido.)

MEU PAVILHÃO

Vasco da Gama evocas a grandeza
Daqui e d'além mar
Teu pavilhão refulge de beleza
Perene a tremular!

Dos braços rijos de teus filhos,
O mar sagrou-te na história!
Reflete pelos céus em forte brilho
O cetro que ostentas da vitória!

Na cancha és o pioneiro!
És o mais forte entre os mil!
Com a fama que ecoa no estrangeiro
Elevas o esporte do Brasil!


Fonte: http://www.vasco.com.br/site/conteudo/detalhe/2
𝒞. 𝑅. 𝒱𝒜𝒮𝒞𝒪 𝒟𝒜 𝒢𝒜𝑀𝒜 -> 𝒞𝒪𝒩𝒬𝒰𝐼𝒮𝒯𝒪𝒰: 𝒮𝒰𝐿-𝒜𝑀𝐸𝑅𝐼𝒞𝒜𝒩𝒪 𝒟𝐸 𝒞𝐿𝒰𝐵𝐸𝒮 𝒞𝒜𝑀𝒫𝐸𝒪̃𝐸𝒮 𝒟𝐸 𝟣𝟫𝟦𝟪 (𝒫𝑅𝐸𝒞𝒰𝑅𝒮𝒪𝑅 𝒟𝒜 𝒯𝒜Ç𝒜 𝐿𝐼𝐵𝐸𝑅𝒯𝒜𝒟𝒪𝑅𝐸𝒮 𝒟𝒜 𝒜𝑀𝐸́𝑅𝐼𝒞𝒜 𝐸 𝒟𝒜 𝒰𝐸𝐹𝒜 𝒞𝐻𝒜𝑀𝒫𝐼𝒪𝒩𝒮 𝐿𝐸𝒜𝒢𝒰𝐸). | 𝒯𝒪𝑅𝒩𝐸𝐼𝒪 𝐼𝒩𝒯𝐸𝑅𝒩𝒜𝒞𝐼𝒪𝒩𝒜𝐿 𝒟𝐸 𝒫𝒜𝑅𝐼𝒮 𝒟𝐸 𝟣𝟫𝟧𝟩 (𝒫𝑅𝐸𝒞𝒰𝑅𝒮𝒪𝑅 𝒟𝒜 𝒞𝒪𝒫𝒜 𝐼𝒩𝒯𝐸𝑅𝒞𝒪𝒩𝒯𝐼𝒩𝐸𝒩𝒯𝒜𝐿 / 𝒯𝒪𝑅𝒩𝐸𝐼𝒪 𝑀𝒰𝒩𝒟𝐼𝒜𝐿 𝒟𝐸 𝒞𝐿𝒰𝐵𝐸𝒮). 𝒞𝒪𝒩𝐹𝐼𝑅𝒜 𝒜𝒬𝒰𝐼.

Responder

Voltar para “História do Vasco”